Tudo o que eu faço isso para você filme

Então você chegou ao local certo! Aqui você vai encontrar o trailer, o elenco, a sinopse e toda ficha técnica do filme para saber tudo sobre essa grande produção do mundo do entretenimento. Faça o que Eu Digo Não Faça o que Eu Faço é um filme de Comédia, Adolescente, Apimentados de 1h39min com duração com direção de David Wain e ... Decidido o sanduíche, foi só passar no supermercado, comprar o que faltava e ir para casa. Foi isso que eu fiz. E, para alegrar ainda mais o meu fim de um dia difícil, a companhia do namorado né? Taí uma coisa que tem me deixado muito feliz todo final do dia. Ele sabe disso. Bem, Receita descrita, vamos à prática. Oi, eu quero uma ajuda, porque eu não sei em que nível é preocupante. Quando começou as aulas da faculdade por ensino remoto eu comecei a chorar no começo muito e depois eu tinha vontade de chorar uns dias sim e não, mas quase sempre nas segundas-feiras e com isso eu comecei a ter refluxos e enjoos em qualquer hora do dia e principalmente quando eu estava nervosa, cansada e frustrada. Falsa magra, seios naturais médios, bumbum pequeno, manequim 36, pés 36, cabelos aos ombros. Não atendo casal nem faço anal porque não gosto de fazer o que eu não acho que faço bem feito, e realmente até o momento não tenho coragem de deixar 'socar tudo' com força no meu cuzinho apertado. Ele ainda não… Hoje eu faço 26 anos e o único presente que eu posso pedir é que me escutem, por favor. Eu tenho coisas a dizer e que não são loucuras, eu tenho coisas a dizer que tem comprovação científica, eu tenho opiniões sinceras, que, por mais absurdas que possam parecer, são reais, vem direto do meu âmago e representam uma parte de mim. Escrever, para mim, sempre foi mais uma forma desabafo do que qualquer outra coisa, até porque nunca me achei boa escritora. Confesso que tudo o que eu faço é, em primeiro lugar, especialmente ... Tem que ser limpa para mudar. Eu senti muito isso. ... Fi-la com 500 reais, mas foi o filme que foi para a Oficial e que ganhou o prémio em Cannes. ... O cinema que eu faço é para incomodar, é ... Como Fazer Seu Computador Falar Tudo o Que Você Digitar. Tanto o Windows quanto o Mac OS X possuem ferramentas capazes de converter texto digitado em áudio com uma voz computadorizada. Para fazer com que o Windows ou Mac fale o que você... Boa tarde jovens, novamente eu ressurgindo das cinzas para reclamar da vida kakaka. Bom isso não é de hoje, minha mãe vê problema em todas as minhas ações, eu literalmente só apoiei a minha mão no balcão e ela reclamou, perguntou-me se eu estava com algum problema, que eu vivo com cara de doente e que isso é falta de trabalho sendo que eu tava normal véi, muito nada haver e isso é ... Eu entrei na Psicologia sonhando ser um terapeuta daqueles de filme francês cult. Eu teria o meu ... Por isso, fique atento. Sempre que você sentir que ... é aí que você liga o botãozinho na ...

Escritor a beira do colapso

2020.09.30 21:06 pla-to Escritor a beira do colapso

Olá, Brasil
hoje venho lhes apresentar meu dilema. Gostaria de saber se os senhores podem me auxiliar, pedindo desculpas antes mesmo de começar a me explicar, tendo em vista o tamanho do post que abaixo segue. Para quem possuir a paciência e a resignação de ler até o final, só me faz possível agradecer e lhe estender um virtual e fraternal abraço.
tl;dr>! sou bipolar e gosto de escrever, não tenho um puto no bolso pq anos de estudos de filosofia e literatura me tornaram incapaz de conviver de maneira adequada nessa sociedade doente, peço que avaliem meu trabalho para que eu saiba se há futuro para mim na escrita e, também, que me ajudem com conselhos profissionais, doações ou de qualquer outra forma para que eu possa sair da cidade em que resido e busque um lar em São Paulo.!<
Vamos lá:
Me chamo Dillon Hagar (meu pseudônimo literário) e tenho ~30 anos. Sou formado em direito e administração com pós em direito penal e processual penal, não que isso me seja muito relevante sobre quem sou, acredito estar mais relacionado com minha história.
Venho de uma família brasileira típica: meu pai e minha mãe são pessoas honestas que sempre trabalharam (muito) para buscar oferecer o melhor para meu irmão e eu. Apesar da extrema formalidade que compele o viver dos dois, sei por fato e história o quanto eles nos amam. Meu pai sempre foi um cara absurdamente estourado e - até recentemente - acreditei que isso era apenas seu jeito de ser, afinal o cara já engoliu alguns sapos da vida (principalmente de sua falecida mãe).
Talvez pelo fato de ser tão estourado, permiti por muito tempo que minhas escolhas fossem feitas por mim, afrontar seus nervosismos só me gerava ainda mais ansiedade. Sempre me foi difícil o necessário pisar em ovos com ele, já que somos pessoas absolutamente distintas. Seu ideal de justiça é através da imposição da violência enquanto sou apenas um advogado que valoriza o debate, defende as garantias e direitos individuais e conhece um pouco das mazelas do nosso maravilhoso Brasil.
Fiz uma faculdade (duas, se prezar pela especificidade) que me habilitaram em uma profissão que não tinha e nem tenho a menor intenção de exercer. Sou advogado inscrito na OAB/SP, porém tudo que gostaria de fazer é rasgar minha carteira e escrever... Mas tudo bem, quem não é advogado hoje, não é mesmo?! Está ai a primeira vaidade formal que meus pais têm sobre mim que não faço questão.
Tenho um irmão mais velho (programador) que, com muito trabalho e talento, conquistou seu lugar ao sol nesse caótico mundo e foi morar em outro país, longe do julgamento dos velhos.
Para o caçula, restou apenas buscar se adequar a sociedade de uma cidade do interior paulista (~180k habitantes, ~450km da capital) e tentar ganhar algum dinheiro, porém, como fazemos isso quando não há oportunidades e se é um desarticulado?
Aos melhores empregos, não possuo a experiência. Para os demais, sou mais qualificado do que deveria. Sou um monstro em pele de homem, vagando por uma cidade que não parece ter o interesse de recepcionar o diferente.
Veja bem, estimado leitor. Sei o que sou e, acredito que aqui, seja o momento ideal para dizer o bestial ser que lhes redige este biográfico texto. Minha sinceridade é inata, não posso me mostrar por menos, não me sentiria bem comigo mesmo se não soubessem quem realmente é aquele que lhes pede algo.
Há alguns anos - graças a uma maravilhosa ex-namorada psicóloga - contrariado pelos meus pais que sempre viram saúde mental como tabu, decidi buscar ajuda profissional para tratar o vazio existencial que existe/ia dentro de meu peito. Após 6~8 anos de terapia e pelo menos outros 6 de clínica psiquiátrica, me deparei com o diagnóstico de um distúrbio de personalidade, "Transtorno de bipolaridade tipo 2", dizem os médicos. Como gosto de informalidades, prefiro chamar apenas de "meus demônios".
"Meus demônios" por muito tempo foram seres antagônicos dentro de mim, me aterrorizavam madrugadas a dentro, cochichando terríveis segredos em meus ouvidos. "Nunca serás o suficiente", "aqueles que dizem te amar riem de ti", "se tens medo de monstros olhe bem para dentro de si: tu és o monstro de quem teme". Nada legal, não?!
Medicação e terapia me tornaram inteiros, ao menos o suficiente para que tomasse as forças necessárias para meu "salto de fé", me fazendo no começo do ano finalmente deixar o ninho e buscar continuar somente com a força de minhas próprias pernas. A felicidade e a esperança, como bem sabem do ano de 2020, talvez tenham sido mal colocadas.
Surpreendentemente, mesmo com as coisas nesse plano de existência estarem indo em vertiginoso declínio, me encontro de certa forma bem e feliz comigo mesmo. "Meus demônios" agora são seres integrados em minha convivência e, com a força do estudo da filosofia (valeu Platão, estoicos, Nietzsche e demais) e outros literatos, descobri que não deveria mais temer minha patologia. Aprendi que ela sou eu e eu sou ela, essa "bipolaridade" que me faz navegar tão rapidamente entre humores é tão somente parte de quem sou. Se antes terapia e remédios eram minha cura, hoje digo com propriedade que aprendi ser minha própria mirtazapina. Se antes chorar de manhã e sorrir de tarde eram um problema, hoje aprecio o fato de lacrimejar enquanto escuto Avril Lavigne (que mulher!), mais tarde me abraçar ao som de Dream Theater e me odiar durante as madrugadas com Witchcraft ou Void King. Música, filmes e livros: ai está minha eterna companhia.
Pois bem, caríssimos estranhos. Sou o que sou e não lhes nego! Talvez esse seja o maior trunfo do anonimato: a possibilidade de ser quem quiser ser sem o prejuízo de julgamentos. Espero que minha sinceridade não lhes seja ofensiva ao decoro, para os que até aqui chegarem agradeço de coração sua insistência.
Ok, ok, divago! Vamos voltar ao ponto central e motivo desse texto: Não tenho amigos e não tenho emprego. O primeiro se deve ao fato de que sou quem sou: aprendi a duras verdades que em uma cidade deste tamanho existem mais pessoas dispostas a lhe julgar do que entender. Geralmente fogem quando confesso ser bipolar ou quando descobrem que não tenho medo de estar em contato com meus sentimentos. Que coisa não?! Em pensar que o que todos buscavam era verdadeira conexão e honestidade nas relações. Mas tudo bem, quem lhes redige sabe que sua intensidade pode ser exigente demais da disponibilidade dos outros, procuro não julgar os que me negam.
Já para falta de emprego talvez seja uma consequência lógica do primeiro: Em entrevistas de emprego costumo ser brutalmente honesto com meu empregador (afinal não é o que pedem?), ainda há pouco me perguntaram qual o meu salário ideal, quando respondi minha quantia, balançaram a cabeça em sinal negativo e disseram que era incompatível. Quem sabe não tenha sido o mais inteligente de minha parte dizer que "talvez o senhor não devesse fazer perguntas que não lhe agradam a resposta, achei que me perguntavas o que eu queria, não que buscasse adivinhações". Sim, sou este tipo de ser. Novamente perdão se lhes ofendo, reafirmo não ser minha intenção. Convido-lhes para uma reflexão, amado desconhecido: poderia eu, sendo quem sou, responder diferentemente?
Pois bem, venho fazendo o que todo jovem advogado têm feito: ofereço serviços jurídicos a preços módicos (que costumeiramente adapto aos meus clientes como forma de lhes ajudar). Sou criminalista mas somente atendo um seleto tipo de criminosos: àqueles a quem se não oferecido um serviço jurídico, muito provavelmente seriam engolidos pela máquina punitiva do Estado e integrados ainda mais a criminalidade. Não advogo para partidos criminosos e muito menos para criminosos de carreira, minha intenção é ajudar e não livrar-lhes de culpa. Talvez percebam aqui os motivos de porque não me restar dinheiro...
A fim de dedicar ainda mais honestidade à este texto, digo-lhes que tenho sim uma amiga. Uma sócia-comparsa, somos advogados e trabalhamos juntos coletando moedas enquanto tentamos ajudar, um pássaro de asa quebrada por vez.
Novamente divago, perdão. Ao ponto então: bem, como já devem tê-lo percebido, meu negócio é a escrita. Amo escrever, estudo latim por hobby, leio dostoievisk por esporte. Escrevo poemas, poesias, cartas, o que quiser. Dedico aos meus amigos e conhecidos aquilo que posso oferecer: no meu caso é o que coletei em meus 30 anos de existência. Você tem um problema amoroso? Ótimo! Sou teu brother e lhe farei uma carta ou um poema para que sares o coração, ó jovem apaixonado! Lhe incomoda a ansiedade saber que em breve terá que defender seu TCC? Maneiro, meu parceiro! Dedicarei à ti minha próxima carta sobre como deve se lembrar que em outra época, também já se apavoraste com o vestibular mas, ainda assim sobreviveste. Aproveito para lhes endereçar esta pergunta: Como se sentiriam se alguém lhes dedicasse uma carta sobre um problema que você confessou ter? Enfim, acho que pegaram o fio da meada.
Atendendo ao meu cósmico chamado, neste mês de setembro (setembro amarelo, lembro), silenciei meus demônios e passei a publicar alguns de meus textos, cartas e poemas em meu facebook particular. Alguns receberam mais likes que outros, alguns nenhum. Devo dizer que me dói saber que minha escrita às vezes não é apreciada.
Ao verem uma suculenta oportunidade, meus "dêmos" foram atiçados e voltaram a sussurrar. A minha vantagem é que neste momento, estando um bocado mais forte que antes, pensei que talvez não devesse eu ceder a régua que me mede à mão de pessoas que porventura não são verdadeiramente amigas. Improvável mas possível...
Sem dinheiro, sem perspectiva e sem companheiros, resto sozinho vivendo em um apartamento quase de favor com um conhecido. Gostaria de me mudar para São Paulo e conhecer todas aquelas pessoas estimulantes que pertencem àquele maravilhoso lugar, porém, como, se não disponho de condições nem para minha terapia e psiquiatra? Às vezes sinto que minto para as duas quando digo que estou bem, em ordem de fazer diminuir o número de sessões e medicamentos que preciso despender. Mando meu amor para as duas: não fosse por elas e os descontos absurdos que me proporcionam (na terapia, pago menos da metade; na psiquiatra, 1/3), talvez eu não estivesse me sentindo tão radiante. Não é lindo quando profissionais se despem de sua autoridade e tocam outro humano apenas como um humano?
Pois bem, venho até este maravilhoso sitio eletrônico e lhes peço: sejam meus juízes! Convido-lhes ao meu julgamento e de meu trabalho. Serei eu um bom escritor? Existe um ofício por trás destra escrita? Poderia eu tudo abandonar e - quem sabe finalmente - me encontrar alinhado e instrumentalizado pelo senhor universo através da bela e indescritível energia cósmica enquanto escrevo? Acredito que o tempo e os senhores podem me dizer...
Encaminho o link de meu tumblr (tumblr pra escritor br, ok, isso é ainda de se analisar), nele encontrarão algumas de minhas escritas publicadas nesse mês de setembro. Caso a paciência e a boa vontade acompanhem os senhores e senhoras, peço gentilmente que leiam, avaliem e sentenciem neste post o que considerarem pertinente. Caso estejam cansados de minha presença e queiram buscar apenas o poema mais lido, acredito que tenha sido este.
Para aqueles que realmente creem no valor de meu trabalho, também anexo um link para doação em paypal, onde aceito qualquer valor que puderem me ceder. Por ora, fica desabilitado a possibilidade de subscreverem em assinatura as doações, antes avaliarei se há futuro para mim nesse negócio de escrita.
E para você, que precisa de alguém que lhe escreva uma carta, um poema, uma poesia, ou que tenha, sabia ou queira um empregado escritoredatofaz tudo, sabia que recebo pedidos por email ( DillonHagarF ARROBA gmail PONTO com ) ou até mesmo através desse post ou direct.
Há aqueles que me chamarão de tolo por acreditar na bondade de estranhos na internet, devo lhes dizer que não me importo. Somente atendo minha própria natureza assim como acredito que cada um deve atender a própria. Estejam todos abençoados e em paz: aos que me ajudarem, mais, aos que me ignorarem, em igual proporção.
Por fim, agradeço todos que chegaram até aqui. Vocês são seres maravilhosos e o dom de sua curiosidade proporcionou a um desconhecido na internet um momento de felicidade. Um profundo e sincero obrigado! Sintam-se amados até mesmo por quem lhes desconhece!
submitted by pla-to to brasil [link] [comments]


2020.09.09 15:59 lucas_mendes00 Minha namorada voltou a falar em suicídio e eu nao sei mais oq fazer

Sou o único que sabe disso. Ela simplesmente odeia o próprio corpo e eu indiretamente tenho culpa nisso.
Namoramos a 5 anos e ela sempre colocou uma pressão absurda em si mesma pra ser perfeita para mim, mesmo sem eu pedir, querer ou demonstrar que nao gosto do corpo dela. O corpo dela nao foi um fator pra me fazer gostar dela e nunca foi um fato que me faz amar ela.
Ela desde sempre tinha problemas com o corpo e autoestima. Ela sentia que ninguém ia gostar dela ou achar ela bonita... esse tipo de história td mundo ja conhece. E ela gostava de mim tinha 2 anos desde q nos conhecemos. Isso tudo junto levou a ela se sentir extremamente pressionada de ter o corpo perfeito, ser a "modelo perfeita" apesar de eu sempre deixa claro q nunca quis isso, e q isso nunca foi importante. So que ela nao pensava assim, ate hoje ela se compara com todas as mulheres q eu vejo na rua, de filmes e ate de pornos que eu deixei de ver assim q começamos a namorar. Pra ela nao faz sentido eu ter comecado a namorar com ela sendo q eu via mulheres com corpos "muito mais lindos q os dela em todo lugar".
Temos 20 agora, e no ensino médio por conta de problemas no nosso relacionamento, problemas com os pais em casa, e pressão da escola e para o ENEM, isso tudo somado aos problemas de autoestima que ela tinha levaram uma depressão e ansiedade bem tensa, e isso levou ela a engordar quase 50 kg. Nao tinha uma semana q ela n falava em suicidio, n tinha uma semana que ela nao se cortava, e nao tinha um mes que eu nao tinha um caso q eu saia correndo de casa com medo dela se matar.
O problema disso tudo é muito do sofrimento dela era por causa de coisas do relacionamento incluindo essa pressão em ser perfeita pra mim, ela tinha raiva de mim pq achava q eu paquerava amigas minhas, olhava e desejava o corpo de outras mulheres e muito mais. Coisas que eu nao fazia, e nem faço. E geravam brigas e mais brigas por causa disso, e mesmo assim eu era o amigo mais proximo dela e que ouvia todos os desabafos dela, tanto os que me incluiam, quanto os que nao me incluiam. E receber tanta carga negativa o tempo todo em forma de desabafos é muito dificil, ainda mais vindo de alguem que você ama e quer bem.
Enfim, tudo isso melhorou muito depois que ela fez a cirurgia de bariatrica, mesmo que eu soubesse q so um psicologo ia resolver a depressão e ansiedade dela, a cirurgia ajuda muito. Enfim, com mt dificuldade por conta da cirurgia ela emagreceu de volta os 50kg, esta magra de novo e estava super bem com o proprio corpo, confiante, comprava roupas, saia mais, fez mais amizades... Até a quarentena
Tudo voltou, agora por causa das consequencias no corpo dela por ela ter engordado e emagrecido rapido. Ela voltou a odiar o proprio corpo, voltou a se cobrar, a esconder o proprio corpo de mim, falando que eu so vejo quando for perfeito. Desanimada com a vida. E voltou a falar em suicidio
Eu nao sei oq fazer, todo esse problema me afeta, eu nao consigo ajudar pq me sinto mal, pq sinto raiva dela sentir essas coisas em relação a mim. Me colocando como culpado do sofrimento dela. Me xingando por coisas q n faço. E me sinto muito mal por sentir raiva dessas coisas, sendo q ela n tem culpa disso tudo, ela tem uma doença, depressão n é qualquer coisa, eu deveria estar ali pra ajudar. Ela nao quer ir em psicologo, e ja falei tanto disso q sempre q faço menção a isso ja gera uma briga, pq ela sabe q tem q ir, mas n quer.
Edit: Reforçando que o problema de autoestima nao é a causa da depressão. Isso mais pais e bebida, faculdade, trabalho estressante sao os sofrimentos decorrentes da depressão. DEPRESSÃO É UMA PATOLOGIA. Procure ajuda médica se estiver com sintomas.
submitted by lucas_mendes00 to desabafos [link] [comments]


2020.08.22 09:05 JVFP_ Me afastar de alguém que gosto muito.

Poderia disfarçar o ridículo da situação mas serei honesto até porque é esse o intuito daqui. 2019 foi horrível pra mim. Um dos piores anos de longe mas por incrível que pareça aconteceu uma das melhores coisas também. Havia baixado um app de diário e nele conheci uma garota de MT (eu sou de SP) muito incrível.
Sabe conexão? É isso. Por vezes assustador o quanto me sentia bem de ser eu mesmo com ela, mais do que com amigos próximos. Desde as brincadeiras mais bobas que nunca fiz com ninguém com tanta leveza até confiar um no outro nos momentos de dificuldade.
Mas sempre tem um mas. Desde o começo da quarentena não saio e tenho medo que isso ajudou a confudir as coisas. Nunca teríamos nada e sei disso. Mesmo sem a distância. Quando a vi falando de um garoto que ela gosta senti um aperto profundo no peito. E isso só evidenciou o que já pensava.
Como se despedir de alguém que você não deveria se despedir nunca. Como tomar uma decisão sabendo que seja qual for será a errada. Sentiria tanta saudade dela, de parar com tudo na vida para dar toda atenção do mundo mesmo quando o assunto era o mais besta possível, fico tão feliz! Essa felicidade me faz tão bem. Pensando agora parece que passar por algo bom sem poder contar pra ela é desestimulante de tentar conseguir alguma coisa boa na vida. Até fazer algo que eu gosto, como ver um gênero de filme que ela não gosta perco o interesse sabendo que, mesmo a chance sendo pequena dela se interessar, não poderia conversar sobre de qualquer jeito. Qual o sentido?
Hoje ela até falou eufórica de que viria pra São Paulo em 2023. Assim como me considera um grande amigo, que quer ter por muitos anos. O que torna a decisão ainda mais difícil. Me afasto ou não? O que faço? Juro que não faço ideia.
submitted by JVFP_ to desabafos [link] [comments]


2020.08.05 02:05 EmiDeMiiah Estou errada em ter ficado com o meu "primo"??

Bom dia, boa tarde, boa noite e boa madrugada queridos leitores. Irei contar como briguei com a minha prima por causa do meu "primo".
Obs: Eu sou adotada
Início da história. A quase dois meses um parente meu faleceu e a minha família não era muito próxima a ele, por motivos do passado, a família dele e a minha eram brigados. Só que com a morte desse parente a gente se voltou a reunir, eles comeram a frequentar nossa casa e a ir em festas com a gente. Entre eles, eu tenho um "primo" que vou chamar de Carl (Nome fictício). Ele é quase 1 ano mais velho que eu, fora ele tenho mais dois primos e minha prima Tati (Fictício) A quase 1 mês ele tem vindo todo fim de semana pra casa passa o tempo. Jogamos vídeo game, ficamos na piscina, jogos de tabuleiro ou só jogando conversa fora. No dia do meu aniversário de 18, fui para o aniversário de uma prima numa chácara, nesse dia, minha prima Tati não pode ir, somente eu e meus primos, eu passei a maior parte na piscina com Carl. Então a gente se aproximou bastante e nesse dia ele tá muito "carinhoso" comigo (Se é que me entende), mas não fizemos nada. Durante a semana, eu passei a trocar figurinhas com ele, na bagunça mesmo. No fim de semana, sábado, era a festa do meu aniversário e ele tava bagunçando direto comigo, eu sempre fui muito liberal pra brincadeiras e zueras devido ter crescidos com meus primo. Já no fim da festa, decidimos ir jogar vídeo game e ele deitou do meu lado num tapete e começou a me morder, até que ele teve que ir ao banheiro e a minha prima Tati sentou no lugar dele. Ele veio e pediu pra ela sair, mas ela não quis e ficamos rindo, então ele deitou do outro lado e voltou a me morder.
Eu e a minha prima decidimos ir embora do quarto, aí ela começou a falar sobre ele, como ele era legal, engraçado e divertido (Minha prima é a mais velha de nós, 22 anos) e ela me perguntou rindo se eu ficaria com ele, esse foi o meu primeiro erro, eu achei que ele tava brincando então eu disse que não com cara de nojo. Quando foi no domingo, teve piscina em casa e foi todos os primo e lá ele começou a me abraça, morder, a tocar nas minhas pernas, sendo sempre muito cuidadoso pra ninguém ver. Eu não vou ser hipócrita e dizer que não estava gostando, eu não considerava ele como primo por ser uma pessoa que eu via uma vez na vida é outra na morte. Descidimos ver filme no quarto da minha prima Tati depois do jantar. Era 4 numa cama de casal (Eu, Carl, Tati e meu primo) e ele quis deitar do meu lado. Botamos um lençol e começamos a ver o filme, ele começou a me fazer carinho e num momento eu sai do quarto e ele veio atrás. Trocamos alguns beijos e amassos e voltamos. Quando foi pra ver o segundo filme, eu quis trocar de lugar e ele teve que deitar do lado da Tati, mas depois ele trocou e deitou do meu lado. Eu percebi que a Tati não gostou disso. Toda vez que eu saia do quarto e ele também, ela vinha junto.
Quando terminou, ela veio e começou a falar do dia, do cinema e depois falou: nossa, parecia que vocês estavam se pegando. Eu gelei e disse que não Eu já deveria ter contado pra ela. Mas decidi não, por que eu não sabia se o Carl se sentirá bem em eu compartilhar aquele acontecimento. Eu fiquei esperando ela entra no quarto dela pra poder ir falar com ele, mas parecia que ela tava suspeitando de algo e ficou enrolando até eu entrar pro meu quarto. Passou uma semana. Onde a bomba estourou. Ele chegou na sexta e durante a semana, nós estávamos marcando um cinema no quarto da minha tia pro domingo Contando, éramos 9 pessoas (tudo primo) Na sexta, ficou o Carl, eu e o meu outro primo jogando vídeo game até tarde, no sábado, a Tati reclamou que não chamamos ela é que ela era sempre excluída de tudo, eu disse que não é que era pra ela ter ido jogar com a gente.
No sábado Ela passou a maior parte do dia com ele e de noite, fomos fazer os preparativos pro dia do cinema. Eles dois ficaram fazendo brigadeiro e eu e meu primo pequeno ficamos no meu quarto, quando o Carl apareceu no meu quarto e ficou lá com a gente. A Tati veio e não tava com uma cara muito bonita, eu comecei a ligar os pontos, e se ela também queria ficar com ele. Pq toda vez que eu ficava a sós com ele, ela aparecia, e toda vez que eu ia falar com ele ou brinca com ele, ela ficava de cara feia. Pq se fosse isso, eu teria que contar a verdade pra ela. Tava tudo certo pro cinema. Mas meu dia começou dando errado, eu discuti com a minha mãe por causa das minhas primas menores, já que eu sou muito apegadas a elas e eu queria elas no meu quarto, mas minha mãe não deixou. Depois disso eu comecei a ter crises emocionais, não sou de me abalar fácil pelas coisas, mas quando o assunto é minha mãe, o negócio é outro nível, fora que eu já tava com uma imagem de uma pessoa egoísta em casa por algo que nem fiz. Como fazia muito tempo que eu não tinha uma crise, foi bem difícil controlar essa, eu tava deprimida e não quis entrar na piscina, mas com as minhas primas insistindo, eu decidi entrar. É eu vi que a Tati ficou mais distante dele desde que eu entrei. Nós fomos ver os filmes. Eu deitei num tapete junto dos meus dois primos, a Tati sentou no sofá com o Carl e os meus outros primos ficaram na cama. Assistimos 3 filmes e nesse processo eu fiquei tento crises, mas não queria incomodar, então não contei ninguém. O Carl as vezes mandava mensagem Depois tivemos que arrumar tudo, e eu não queria falar com ninguém (pode ser errado, mas quando não me sinto bem, prefiro me isolar) e a Tati veio ver o que eu tinha. Pedi pra ela me deixa pq eu não tava bem, mas ela ficou insistindo mesmo sabendo que eu odeio que me botam pressão. Dizendo que eu nunca aceitava ajuda, sendo um particular meu, eu só precisava de um tempo. Depois que me acalmar, eu fui questionar ela sobre o Carl já que ela não parava de falar dele. Perguntei se ela gostava dele ou queria ficar com ele, ela concordou rindo. Então eu abri o jogo e disse que eu já havia ficado com ele, nunca pensei que fosse ver ela daquele jeito. Ela disse que ficou com o orgulho ferido pq ele havia me escolhido e não escolhido ela, sendo que entre eles existe laços de sangue. Disse umas coisas com cara de choro, não irei cita pq são pessoais, mas pra resumir. Disse que eu havia traído a confiança dela por ter ficado com ele, sendo que quando eu fiquei com ele, eu nem sabia e só fui desconfiar depois e disse que sentia inveja pq parecia que ele havia me escolhido em vez dela. Pra não piorar a situação, menti dizendo que apenas nos beijamos, mas mesmo assim ela repetia as mesmas coisas várias vezes e eu não sabia o que falar. Ela disse que ele me tratava com mais carinho em vez dela, sendo que ele é carinhoso com todo mundo.
Ficou nessa conversa por dois dias, sempre que eu estava sozinha com ela, ela vinha falar sobre o assunto. Isso estava me deixando tão estressada e irritada, pq ela tava fazendo uma tempestade num copo de água. (OBS: enquanto isso acontecia, eu ainda tava "ficando" com ele, pq eu gostei e ele me deu carta verde. Disse que se eu me sentir desconfortável era só dizer que ele parava) Pra fazer ela para, disse que iríamos ver como ele trataria cada uma de nós no próximo fim de semana. Quando eu perguntei qual resultado ela queria, ela me disse que queria que ele a escolhesse, depois perguntei se ela iria pega ele mesmo sabendo que eu já havia ficado com ele. Ela primeiro disse que não pq iria se sentir sendo usada, depois disse que sim por causa de orgulho, que achou que ele tava gostando dela pq ele a tratava bem. SENDO QUE ELE TRATA TODO MUNDO BEM. Eu falei que se fosse eu, iria conversar com ele. Eu fiz isso pra tirar ela do meu quarto por tá quase tendo outra crise. No dia seguinte, acordei decidida a acabar com essa palhaçada, eu estava chateada, cansada e frustrada, ainda mais por tá metida numa situação tão patética como essa, então mandei mensagem pra ele avisando que deveríamos parar (até a poeira abaixar) e ele me questionou e eu contei o motivo, ela duvidou de mim, dizendo que conhecia minha prima, porém, ele aceitou. Depois chamei ela é disse que não queria mais saber daquele assunto. Que não iria me estressa por pouca coisa. Ainda por um situação patética daquelas. Que não iria levar culpa de nada, pq eu não tinha, que ela podia fazer o que quisesse Eu fui curta e grossa. Pq ela jogou todos os problemas dela em cima de mim e eu não achei justo, ela falou que só queria que eu entendesse mais ela, que eu tinha todos os cara que queria e que eu sempre tive toda a atenção. E o ponto que me deixou mais chateada, foi ouvir ela dizer que queria que eu me sentisse mal por ter "traído" ela.
Não falamos mais nisso, até o dia dele ir lá pra casa. Eu faço curso aos sábado de manhã e quando cheguei em casa, ela me falou que tinha ficado com ele Eu perguntei: Tá feliz? Ela disse que não, pq ele havia dispensado ela, sendo que ela disse que só queria pra curar o orgulho dela. Que queria ter dispensado ele primeiro e que não sabia como encarar ele agora. Ela me disse que havia beijado ele primeiro e outras coisas. No domingo a noite, eu questionei ele, do pq ele não quis mais ficar com ela, segundo ele, a Tati o beijou e ele é não quis mais por ter se arrependido de ter deixando ela beijar ele é por não sentir atração por ela. É desde que já foi embora, minha prima fica me pedido pra fazer promessas de não ficar mais com ele.
É agora, ele quer ficar comigo e eu quero ficar com ele, porém eu penso na minha prima. Não sei como ela reagiria a isso.
submitted by EmiDeMiiah to desabafos [link] [comments]


2020.07.22 00:34 browndusky alguém se por favor pode me ajudar corrigir minha gramatica numa tese que fiz?

não sou português mas português foi umas das disciplinas que escolhi em universidade.
Eu falo bem português mas meu português escrito é totalmente lixo.(sei que não é muito professional com todas as palavras vulgares mas ya isto era eu a usar tudo que eu sei)
obg para me ajuderem!


“Colora minha vida com o caos de problemas” esta é uma linha duma canção de Smith que esta menina usou como uma citação no anuário em um filme sentimental de 2011, eu achei fixe esta citação, e por isso escrevi no meu caderno de rascunho e sonhei um dia alguém vindo pra minha vida e colorir-o com caos de problemas.
Eu sempre senti assim, sempre senti que preciso algo mais, a coisa comigo é que nunca me sinto satisfeito com que tenho.
E como muitos outros da minha idade, tentei preencher o vazio com atenção, drogas, animes e especialmente com o amor.
Eu faço parte daquela geração Nepalesa que assiste “3 idiots” e ouve canções românticas do McFlo e pense que não consegue ser feliz sem se apaixonar. Sabes de quem eu estou a falar sobre, aqueles rapazes que têm um exterior áspero mas no fundo eles têm um lado macio basicamente somos tsundere.
Fds nem fiquei triste depois de terminar com minha ex. Eu fiquei tipo olhe mais uma experiência, da próxima vez que eu estiver a namorar não vou cometer os mesmos erros.
Já terminei 3 vezes mas ainda não me sinto triste porque é fixe ter emoções.
A minha esposa podia me trair, levar metade dos meus bens, meu cão e meu filho Ramesh e eu vou ficar sem teto a pensar WHOA emoções são fixes.
Apaixonamento é uma treta que gente inventaram porque ficaram entediados.
“Colora minha vida com o caos de problemas” mas-mas porquê? Es estúpido?
Porque é que vocês querem alguém para foder a sua vida artisticamente?
Deve ser porque gostamos de altos e baixos do amor. Gostamos da montanha russa de emoções que o amor dá e sentimos vivos.
Amor é como bebidas alcoólicas ou bater punheta. Sentimos bem quando fazemos, mas depois de acabar fazer ou consumir nos arrependemos.
Se vocês não me acreditam, há centenas dos estudos detalhando como euforia do amor provoca a mesma sensação no cérebro como cocaine, seus viciados.
Nenhuma outra espécies faz isso coisinha de apaixonar. Os macacos não estão sentados na cama a pensar se é muito pegajoso mandar mensagem para aquela macaco com cú grande. Os macacos não precisam de pensar qual vestido é melhor para o encontro ou se preocupar com o cheiro, eles só fodem. É incrível, eles poderiam a estar comer banana um momento ou matando insetos e boom começam a foder. Eles não se dão mínimo se alguém está a ver ou tirar fotografias. Nós complicamos demais, porque é que é eu preciso de vestir bem e usar perfume e ela tem que dizer ela não costuma fazer isto.
Apaixonar-se não faz qualquer sentido biologicamente é uma nova emoção humana baseado completamente em egoísmo, ciumento e a insegurança.
Vocês malucos decidiram que amor significa pelo lei ficaremos juntos para sempre e se não o fizermos, leva metade do meu dinheiro. MAS PORQUÊ?
Não sou de coração frio porque acredito que amor é real. É algo que compartilhamos com nossa família, nossos amigos, nossos animais de estimação e com o mundo.
O amor torna-se para uma emoção possessiva especificamente humana quando vocês falam de encontrar aquela menina . “QUANDO OLHEI PARA OLHOS DELAS EU SABIA QUE EU IA PASSAR RESTO DA MINHA VIDA COM ELA”
A serio? Eu acho que há algo mal com tua cabeça mano.
Cair de cabeça totalmente cega numa relação é igual á tu projetar tuas inseguranças em outra pessoa. Não estás feliz com tua vida por isso começas a procurar isso em outra pessoa, e isto é insustentável, irreal e perigoso. Talvez não tens amigos, não gostas do teu trabalho, não gostas de ti mesmo ou talvez a tua mãe não te abraçou suficiente quando eras criança. E agora quando encontras uma gaja fixe que ri das tuas piadas, tu agarras nela como uma sanguessuga e tornas-te uma psicopata se ela até olha para alguém.
Isto é porque o amor é tão viciante quanto uma droga, os únicos dois tipos de pessoas que cortaria seus pneus e ameaçaria suicídio é uma viciante de drogas e uma puta louca chamada Verónica(karen).
Mas talvez eu sou sozinho e amargo porque tentei me se apaixonar mas nunca funcionou para mim.
Eu tenho certeza que acontece isto com toda gente.
Achas que gostas uma gaja mas depois de bater a punheta já não é o caso. Percebes que não estavas a pensar com a cabeça certa(é chamado post nut syndrome em ingles).
Agora estou no ponto em que estou aberto à idéia de amor, mas eu não consigo manter conversas com minas da minha idade, elas parecem a viver a vida em Instagram e acho que isto é um chatice. Como vocês não se cansam de usar o instagram depois de uma semana ou um mês? È realmente incrível.
Quando estão a falar de maquiagem, roupas e exes, pá não dou mínimo, a sério não dou mínimo.
Eu percebo que quando falo que não dou mínimo, estou a ser ignorante porque as pessoas se apaixonam alegremente e isso faz eles felizes, pá sou quero o mesmo sentimento, embora que eu saiba que o amor é basicamente cocaine para minha coração.
Eu acho que estou apenas amarga a ver todas essas pessoas juntos alegremente a fazer promessas que provavelmente não vão manter. Parece divertido não parece?
Romance é uma venda fácil. Todos nós gostamos quando o protagonista acaba junto com a menina e ambos ficam felizes para sempre. Gostamos de ver o final feliz. Gostamos de acreditar em "felizes para sempre".
Mas o amor romântico e o amor em geral é muito mais complicado do que fomos levados a acreditar nos filmes de Hollywood.
Não ouvimos que o amor às vezes seja desagradável ou até doloroso, ou que o amor precisa autodisciplina e uma certa quantidade de esforço sustentado ao longo de anos, décadas e uma vida inteira. Essas verdades não são emocionantes. Nem eles vendem bem. A dolorosa verdade do amor é que o verdadeiro trabalho de um relacionamento começa depois que a cortina se fecha e os créditos rolam.
Como a maioria das coisas na mídia, o retrato do amor na cultura pop é limitado ao destaque. Todas as complexidades da vida real em um relacionamento são varridas para dar lugar a títulos emocionantes, a separação injusta e, claro, o final feliz favorito de todos.
Quando somos apaixonados, não podemos imaginar que algo possa dar errado entre nós e nosso parceiro. Não conseguimos ver falhas delas , tudo o que vemos é potencial e possibilidade ilimitados.
Isto não é amor. Isso claramente é uma ilusão. E, como a maioria das ilusões, as coisas não terminam bem.
Eu acho que eu gosto de ideia de amor mas não tenho paciência nem quero comprometer minha liberdade para ela. Eu gosto quando estou o centro da atenção e não gosto quando sou eu que precisa de dar atenção. Sempre que estive num relacionamento a princípio, fico empolgado; mas depois de algum tempo, perco toda a paciência e a interessa.
Eu gosto de ideia de amor e é basicamente que este filme 500 days of summer satirizou.
Eu gosto como este filme criticou o conceito de amor.
A personagem principal decidiu que a menina Summer era sua alma gémea, porque eles ambos gostam da mesma música. Ele cresceu vendo filmes românticos com um fim clássico. E por isso ele pintou uma imagem na cabeça que a Summer era criada para ficar junto com ele mas não é realmente o caso no fim deste filme. O amor verdadeiro precisa de paciência, compromisso e atenção e isto parece búe complicado pá. Em vez disso eu prefiro ver porno e bater a punheta.
submitted by browndusky to portugueses [link] [comments]


2020.07.13 08:36 RobertWebermn Pirple Learning Course

In the pirple course I learned the main and fundamental html tags that make up a page on the internet. Although I had a good knowledge base in css, in the course I added my learning, discovering new features and css properties.
I learned about HTML:
-Html structure;
- Semantic tags;
-Paragraphs;
-Ordered lists and unordered lists;
-Add links;
-Add images;
I learned about CSS:
- Box Model model;
-Define the size of the elements;
-Colors and types of fonts;
-Background; - types of selectors;
-property and values;
-Classes and IDs;
-Responsible website and flexbox;
The Code was written for the purpose of creating a website as similar as possible to netflix for educational purposes. In the page header block, specify the page metadata and add the css files to be loaded according to the device's resolution size.
In the javascript block it adds functions and effects to the section of the page related to the explanation of how netflix works. The rest of the code is for adding content to the page, such as text, images, links.
The footer of the page that are links was created with table tags. Five css files were used, which have the stylization of all elements of the page.
HTML FILE:
    rwmn             

Filmes, séries e muito mais.
Sem limites.

Assista onde quiser. Cancele quando quiser.



Pronto para assistir? Informe seu email para criar ou reiniciar sua assinatura.

Aproveite na TV.

Assista em Smart TVs, PlayStation, Xbox,
Chromecast, Apple TV, aparelhos de Blu-ray e
outros aparelhos.

Baixe séries para
assistir offline.


Salve seus títulos favoritos e sempre tenha
algo para assistir.

Assista quando quiser.

Assista no celular, tablet, smart TV ou
notebook sem pagar a mais por isso.

Perguntas frequentes

Pronto para assistir? Informe seu email para criar ou reiniciar sua assinatura.
submitted by RobertWebermn to u/RobertWebermn [link] [comments]


2020.06.30 10:51 alteregoshadow Resumo do resumo preguiçoso do bug interno

A formatação vai ficar um lixo por motivos de bug No momento estou tentando bater meu recorde de 72h em jejum, enquanto aproveito mais uma ótima madrugada sozinho na cozinha escura ouvindo o tic tac do relógio de parede comprado na lojinha de 1.99 Até que me lembro de quando o meu eu do passado chorou na minha frente, e eu não consegui resistir e comecei a chorar também Ele me disse que tinha medo de sentir dor. Dei um abraço bem forte nele, falei pra ficar tranquilo. Já passamos por tanta dor juntos Já jogamos airsoft na linha de frente tomando tiro pra caralho, já caímos morro abaixo, já comemos três pizzas e tivemos um mini ataque cardíaco... Sei lá, há um tempo atrás eu prometi a ele que ninguém nunca mais iria mexer comigo de graça Eu ia deixar de ser "bom em nada", e eu ia deixar de ser só mais um saco de pancada (é sempre muito fácil transformar uma criança num saco de pancada, né?) Enfim, minha jornada continuava. O meu eu da época das sombras foi recomendado por um anônimo de fórum da ""deep web"" a fazer academia e se livrar dos vícios. Meu eu daquela época nunca fez isso, tive que fazer por ele Calma... por que estou digitando isso aqui? Eu nunca gostei desse lugar. Acho a comunidade brasileira do Reddit muito chata e fresca. Mas eu também sou chato e fresco kkkk talvez exatamente por isso esteja aqui Resolvi criar uma conta agora, entrava só como visitante de vez em nunca, até pq nunca tem nada de interessante aqui. É quase sempre os mesmos tópicos falando ou de relacionamento ou solidão Mas esse não é o primeiro tópico que faço aqui... Já fiz um falando sobre como estou fazendo minha carta de suicídio kkkkk A carta de despedida (o suicídio lá nem é explícito) é apenas um pedido da minha sombra Não quero me matar pelo menos não por enquanto Muito leviano da parte de vocês redditors ao fazerem aqueles comentários no meu post. Mas não os julgo tbm, não há muito oq esperar de uma comunidade chata e fresca kkkkkk Lembrei em 2018 quando tive um amigo virtual nos tais fóruns da ""deep web"" (* som de fantasminha genérico *), ele era bem carinhoso comigo, já me deu um jogo de presente na steam; porém certo dia eu forjei minha própria morte, e passei a ignorá-lo completamente, sinto-me um cusão por ter feito isso, pelo menos é cômico voltar de tempos em tempos naquele fórum com uma conta fake e ver que o pessoal lá realmente acha que eu morri... meio sinistro na vdd Mas ainda assim sinto que não deveria ter feito isso, fico com a consciência pesada muito facilmente, lembro-me até hoje de quando roubei uma balinha no mercadinho do seu zé da esquina, tinha uns 12 anos; ou então no primeiro ano do ensino médio quando estava zuando uma amiga que tirou nota vermelha em física, mas ela começou a chorar... ver aquilo partiu meu coração, e para minha redenção decidi que seria justo ajudá-la a recuperar a nota, afinal além de tudo eu tinha as maiores notas de física da turma. Assim que ela recuperou a nota, voltei a zuar ela kkkkk mas nunca deixou de ser minha amiga por isso; uma vez já escreveu bem grande na contracapa do meu caderno de matemática "alteregoshadow, eu te amo". Guardo esse meu caderno até hoje (tudo bem que alguns dos meus amigos resolveram encher a página de desenhos de pinto, porém a frase ainda está lá) Eu fui meio pestinha na época de escola, em especial nos últimos anos do fundamental, uma vez eu fiquei acumulando saliva na minha boca por horas e depois soltei toda a cachoeira na mesa do meu amigo que sentava atrás; ou quando eu ficava pegando um monte de barata e lagartixa morta pra colocar nos estojos das meninas Sabe, sinto falta dessa época. Nem muito pelo motivo clichê de época da escola, simplicidade e tal, mas mais pq acho que foi a época em que eu fui a melhor versão de mim Um amigo meu mora num lugar bem isolado, tipo um sítio mesmo, mata densa e tal. A gente ia lá vez ou outra pra brincar, e era bem dahora. Esperávamos chegar a noite pra fazer o clássico pique esconde na floresta escura. Eu era conhecido por ser um dos melhores, não me encontravam nunca, até pq eu não tinha medo de me deitar e rolar no mato; saía correndo engolindo teia de aranha, lesma, pisando em cobra, enfim Era conhecido também por ser muito bom nos videogames e tirar as maiores notas da sala Aquilo definitivamente era a concretização da promessa que fiz ao meu eu de um passado ainda mais distante: disse que ia estudar mais, treinar mais, ser mais sociável E tudo isso aconteceu. Fiquei mais inteligente, mais forte, mais ágil, e do aluno mais "fantasma" da escola me tornei o líder de um grupo que reunia basicamente todos os garotos da oitava série. Ninguém mexia comigo, mas também nunca fui autoritário, zuava todo mundo e era zuado de volta. Certa vez a turma se uniu contra mim e jogaram todo meu material no lixo kkkkkk ri muito no dia Mas depois disso... sei lá Passei a frequentar academia, vez ou outra estudava um pouco, mas nada na mesma intensidade ou emoção A real é que eu passei toda minha infância sozinho na vdd. Meus pais trabalhavam o dia todo e meu irmão mais velho estudava em tempo integral. Na época teve um grande surto de dengue na minha cidade, por todo lado era cartaz falando da importância de tomar cuidado, afinal, dengue MATA. Aquilo me deixava demasiadamente pensativo, como assim morte? Eu nasci pra morrer? O que vem depois? Todo dia era a mesma coisa, chegava da escolinha e passava o dia inteiro pensando em morte, isso com uns 5 anos de idade. Pouco tempo depois, a situação piorou quando começaram as histórias de fim do mundo. Lembro que até chorava de tanto pensar nisso. A primeira vez que pensei na possibilidade de suicídio tinha uns 8 anos. Também nessa época foi quando presenciei um acidente em que um caminhão passou bem por cima da cabeça de uma menininha de uns 2 anos. Aquilo me marcou muito, e quando eu cheguei em casa, esperei todo mundo dormir para ligar o computador e pesquisar "fotos de cérebro", "fotos de acidente" e etc. Acabei parando em vários blogs e fóruns de gore (que eram bem mais comuns naquela época). Ficava assustado ao ver a fragilidade humana nos acidentes e pasmo ao ver a frieza de alguns para torturar outras pessoas por motivos torpes. Ainda assim, assistir gore acabou se tornando uma prática que levo até hoje (com menos intensidade), não por ser um psicopata que gosta de ver a dor e sofrimento alheio mas pq acaba me lembrando das minhas "origens", pensar sobre a morte e etc (todo mundo já deve pelo menos ter passado por uma situação em que sabe que vai se frustrar ou enraivecer mas mesmo assim segue em frente, é mais ou menos isso). Para morrer basta estar vivo, foi nisso que me toquei na época Posteriormente, com 10 anos, foi o momento em que fiz aquela promessa para mim mesmo. Não darei muitos detalhes aqui, e oq aconteceu logo depois já contei... Mas e após tudo isso? Bem, depois que o meu "auge" se foi, eu percebi que todos esses pensamentos ruins na vdd não sumiram, apenas estavam se escondendo. Quando voltaram, foi de uma vez. E ao invés de tentar lidar com isso de uma maneira normal, eu simplesmente achei que seria uma boa ideia dividir minha mente em partes. A maioria de meus alter egos são na verdade versões de eu mesmo porém em diferentes épocas. Porém também tem a minha sombra (pra quem conhece o conceito de Sombra do Carl Jung talvez entenda melhor isso). E oq aconteceu foi que, eu acabei criando egos que brigam entre si constantemente, deixei todas as minhas características positivas a um ser superior, idealizando um eu melhor que eu, um eu que agarrou todos seus potenciais e os explorou ao máximo, uma pessoa que eu nunca conseguiria ser porém dizia ser no mundo internético afora. Estava mentindo para mim mesmo Sabe, cada um dos meus alter egos têm uma qualidade. Um é bondoso, tem o inteligente, o criativo... porém parece que o que sobrou para mim foi apenas loucura. Poxa, eu já fui cada um deles, por que não consegui pegar pelo menos uma parte boa de cada um? Parece que eu regredi. O certo não seria, ser uma pessoa melhor a cada dia? Se eu ao menos pudesse juntar a bondade, criatividade, inteligência, e etc, eu definitivamente iria orgulhar o meu eu do passado, mas ao invés disso, estou apenas enganando ele e a mim mesmo, colocando todo meu potencial num alter ego superior que me consome a cada dia É complicado, por um lado tem a promessa que fiz que me mantém vivo, querendo cumpri-lá. Mas por outro, eu vejo eu mesmo desprovido de significado, tenho uma vida boa, bons amigos, situação financeira estável, minha família não gosto tanto mas relevo, enfim, mas parece que nada me é suficiente. Sinto que a vida é só um tédio extremo mesmo, até em momentos que era pra eu me divertir estou entediado, ou então quando de fato me divirto, depois o sentimento de vazio vem ainda maior, não dá pra explicar com palavras, o que posso dizer é que sou extremamente curioso, o que me atrai ao suicídio é o fato de ser uma morte planejada, eu poderia saber quando e como morrer, preparar uma carta de despedida, fazer uma "queima de arquivo" e etc, mas por outro lado, eu ficaria extremamente agoniado em não saber qual seria a reação das pessoas diante minha decisão. É literalmente a curiosidade o que mais me mantém vivo, e por vezes, a curiosidade de saber como seria meu suicídio é a predominante E não falo de tristeza ou depressão, sei lá eu nunca fui atrás de um profissional, mas eu sinceramente não acho que tenha depressão, no máximo TDAH pois de fato sou muito hiperativo e perco o foco muitas vezes, tropeço algumas vezes e (não sei se tem muito a ver) às vezes tenho a sensacão de que estou girando ou caindo, principalmente quando eatou sentado ou deitado em um ambiente escuro, mas assim, eu acho que a vida, especialmente hoje em dia e ESPECIALMENTE para pessoas como eu, é assim mesmo. Eu não preciso estar depressivo para sentir como a vida realmente é, e sinceramente tô cada vez menos ligando pra isso. Eu aprendi desde muito cedo a lidar com silêncio, solidão e tédio(esse é o mais difícil), além do mais tenho imaginação fértil então o meu maior passatempo (entretenimento, hobby chame como quiser) é só me perder na minha mente mesmo. Poxa, tem um universo inteiro dentro de mim para ser explorado, não quero me preocupar com coisas mundanas. E pra quem me critica, dizendo que isso é fugir da realidade, pensem que TUDO (ou quase tudo) que o ser humano faz no tempo livre é exatamente para fugir da realidade. A vida real é meio chata né kkkkkk. Jogar videogame, assistir filme/série que seja, jogar rpg de mesa, ler um livro, ouvir um audiobook ou podcast ou até mesmo uma festa com bebida e música alta, tudo isso serve para as pessoas fugirem da realidade, mas diferente do que eu faço, já que eu fujo da realidade mas pelo menos não fujo de mim mesmo Eu fujia de mim mesmo no último ano do ensino médio, sabe né, aquele ano que ngm liga. Ia e voltava pra escola a pé, e sempre passava na lojinha pra comprar chocolate, me viciei naquilo. Sempre comia no caminho e colocava a embalagem na mochila. Até que resolvi contar quantas embalagens tinham e pasmém, quase 80, isso em um pouco mais de 2 meses Sempre tive um mundo onírico muito vivo, desde criança bem pequena, sinto os meus sonhos de fato, lembro quando tinha uns 6 ou 7 anos sonhei que um guerreiro samurai atravessou a longa katana no meu peito e foi uma das maiores dores que senti. Tento às vezes praticar sono induzido, dou risada dormindo, falo dormindo e por vezes até escrevo ou desenho dormindo (não sou sonâmbulo). Comecei a perceber que boa parte dos meus sonhos envolvem meus alter egos, e na maioria das vezes estão em um ambiente fantasioso (como uma mansão ou castelo mal assombrado, cemitério, labirinto e etc) e precisam trabalhar juntos para resolver os puzzles e escapar Na maioria dos sonhos eu não sou o protagonista ou sequer participo, apenas observo os meus egos, em terceira pessoa Muitas das vezes a minha sombra mata os meus egos nos finais dos sonhos É muito simbolismo envolvido, ainda estou pensando sobre isso, pode ser uma autosabotagem (suicídio) ou então algo do tipo matar o velho para manter o novo, eu não sei Se tem uma coisa na qual eu posso ser grato, é por ter tido sorte para arranjar bons amigos. Sei que muita gente (em especial desse sub) deve ter mais dificuldades com isso, eu por outro lado, apesar de nem precisar tanto pois me dou bem comigo mesmo e na maioria dos momentos até prefiro estar sozinho, tive bons amigos. Às vezes é bom ter uma boa companhia. Aquele meu grupo da oitava série que falei anteriormente, mantenho contato com quase todo mundo, ainda considero sim porém cada um seguiu seu rumo e não tem nada de errado ou anormal nisso. Acho que muita gente que sempre teve dificuldade em fazer amigos cai no erro também de romantizar demais a amizade, do tipo "seremos amigos para sempre" ou sei lá mais oq. É completamente natural que com o tempo o afastamento ocorra, não precisa se sentir mal se as conversas não fluem mais Inclusive uma vez mandei uma mensagem para um amigo não se preocupar comigo pois em no máximo 5 anos provavelmente não iríamos mais nos falar de qualquer maneira, e ele respondeu: "Como assim com certeza continuaremos a nos falar e jogar Airsoft e RPG por muito anos a vir!". Admito que quase chorei lendo isso, e me senti fraco Mas continuando, em especial na internet, existe muito isso. Às vezes vem alguém desabafando por não ter amigos, recebe várias mensagens de pessoas para conversar, porém essas mesmas pessoas depois dão o famoso "ghosting". Olha, isso é bem previsível na verdade. Apenas faça a si mesmo a seguinte pergunta: "Quantos de seus amigos virtuais seriam seus amigos se você os conhecessem no mundo real, ao invés de no mundo virtual?". É apenas um questionamento, mas acho interessante. Pois é muito fácil falar que é amigo de qualquer um na internet Inclusive, entrei num servidor público de discord, daqueles só pra conversar e tal, e pqp parece que é impossível achar um servidor de discord em que a userbase não esteja repleta de adolescentes genéricos que têm problemas de autoestima e passam o dia jogando videogame ou assistindo filme/série/anime, tinha mto pré adolescente tbm de idade entre 11 até 14 anos Não ficava muito a vontade lá, as regras tbm eram muito vagas, não podia ser ofensivo no chat mas não estava definido oq era ofensivo pra staff. Levei um aviso simplesmente pq um adm lá quis, ainda não entendi que regra quebrei, ele provavelmente só estava de mal humor mesmo sla Tinha um canal de desabafo que só podia falar "coisa séria", aí uma vez falei sobre como fico puto por comer muito chocolate e queria mesmo era encher minha perna com tiros de airsoft, aí levei outro aviso por não respeitar a seriedade do canal. Sla né, autosabotagem não é uma coisa séria pra ele? Foda, muita arbitrariedade. Não tem como arranjar um servidor público decente. Sempre tem uma userbase majoritariamente imatura, joguinhos e eventos sem graça e confusos, enfim Mas oq eu queria fazer naquele servidor, eu fiz aqui. Provavelmente não da melhor maneira, certamente não da maneira como eu imaginava, mas está feito Ficou confuso e grande pra caralho lol
submitted by alteregoshadow to desabafos [link] [comments]


2020.06.15 05:01 CrazyNectarine [+2000 WORDS] - Wall Of Brazilian Rage

A kind of copypasta/flamewar that I made in 2 hours.

[TEXT]
ESCUTE AQUI O SEU FILHO DA PUTA A.K.A. FILHO DE UMA BOA E GRANDE QUENGA A.K.A. FILHO DE UMA VADIA E ARROMBADA RAPARIGA A.K.A. CHUPADOR DE OVOS PROFISSIONAIS E DEGUSTADOR CONSTANTE DE ESPERMAS EQUINAS E CAPRINAS. SEU ESTUPRADOR DE CABRA E ACASALADOR DE MACACOS DO CARALHO, VOCÊ ACHA QUE PODE FALAR QUALQUER MERDA DE MIM PELA INTERNET E SAIR IMPUNE, SEU DESGRAÇADO? PENSE 2 VEZES, MOCINHA. ASSIM QUE VOCÊ EXPELIU ESSA COLEÇÃO FÉTIDA DE ADUBOS QUE VOCÊ TAMBÉM GOSTA DE APARENTEMENTE INTITULAR COMO "ARGUMENTO" OU "PALAVRAS", COMO O VERDADEIRO LIXO TÓXICO E RADIOATIVO QUE VC É, SEU ENDEREÇO JÁ ESTÁ SENDO RASTREADO, DIVULGADO PÚBLICAMENTE EM UM SITE DA DEEP WEB RECHEADO DE MANÍACOS, SERIAIS KILLERS, PEDÓFILOS, MEMBROS DE GANGUE, ASSALTANTES DE BANCOS E NAZISTAS QUE, MAIS TARDE, BATERAM NA SUA PORTA, E VÃO TE BOTAR DENTRO DO PORTA MALAS DE UM CARRO, TE LEVAR PRA UM LUGAR DESERTO, E TE TORTURAR PINGANDO VELAS, APAGANDO CIGARROS, CHARUTOS E BECKS DE MACONHA, JUNTAMENTE COM UM MAÇARICO NA SUA PELE, SEU MISERÁVEL DO CARALHO!!!! A SUA PELE VAI FICAR IGUAL A DO FREDDY KRUEGER DE TÃO QUEIMADA QUE ELA VAI FICAR!!!! NO FIM DA TORTURA, VOCÊ VAI SER AFETADO TANTO PSICOLOGICAMENTE, TANTO COMO MENTALMENTE, TANTO COMO FISICAMENTE E INTERNAMENTE, QUE VOCÊ NÃO VAI NEM LEMBRAR DE NADA DO QUE ACONTECEU PRA FALAR SUA POLÍCIA, SEU VERME RASTEJANTE INGERIDOR DE LAMA QUE MORA NO CHIQUEIRO, CHEIRADOR DE COLA DO CARAMBA!!!! VOCÊ MEXEU COM A PESSOA ERRADA, POIS IREI PENETRAR, DESTRUIR E DESABAR TODA SUA INFRAESTRUTURA LENTAMENTE MAIS DO QUE AS TORRES GÊMEAS DESABANDO EM 11 DE SETEMBRO DE 2001 APÓS OS 2 BOEINGS 747'S COLAPSAREM NELAS, Ô SEU FILHO DE UMA PROSTITUTA COM MARCA DE ESPERMA NO SOFÁ, BAFO DE ROLA JAMAICANA, AFRICANA E NIGERIANA NA BOCA CHEIA DE HERPES E PELE INFECTADA COM SIFILIS E CATAPORA, SEU MALDITO SALAFRÁRIO, EU VOU TE MASSACRAR TANTO, COMÉDIA, QUE EU VOU PARTIR SEU CÉREBRO NO MEIO COM UM CUTELO E SERVIR ELE PARA OS MEUS PITBUIS DE ESTIMAÇÃO QUE ESTÃO FAMINTOS E SÃO FORTES SUFICIENTES PARA DERRUBAR UM TOURO, SEU AMALDIÇOADO DO CAPETA, PESO MORTO NA TERRA E DESPERDICIO DE OXIGÊNIO NA HUMANIDADE E ESCÓRIA DA SOCIEDADE!!!! SUA MÃE ENFIA UM FUZIL KALASHNIKOV DA AK 47 NO MEIO DA BUCETA DELA, APERTA O GATILHO ATÉ A MUNIÇÃO ACABAR, E AINDA PEDE PRA ENFIAR UM TANQUE DE GUERRA NO CÚ DELA, SEU FILHO DA PUTA! SEU PAI É UM VELHO ESTÉRIL BARRIGUDO QUE TEM UM CAROÇO NO MEIO DO UMBIGO PARECENDO UMA AZEITONA, SUA MÃE É UMA ANÃ, CHEIA DE UNHA ENCRAVADA, UMA MORCEGO QUE ESPIRROU E ORIGINOU O CORONAVIRUS, TAMBÉM CONHECIDO COMO COVID 19, SEU AGENTE PATÓGENO CAUSADOR DE MICOSE DO CRL!!!! APOSTO QUE VC NEM TEM SANGUE CORRENDO NAS SUAS VEIAS, MAS SIM PUS OU LODO, SEU EX PACIENTE DE SANATÓRIO DO CARALHO!!!! PEDIR DESCULPAS PRA MIM NUNCA SERÁ O SUFICIENTE, SEU FILHO DA PUTA COM UMA CABEÇA DE ELEFANTIASE E TÚMOR PARECENDO ATÉ UM CAPACETE DE MOTO MISTURADO COM O DE ASTRONAUTA!!! VOCÊ TERÁ QUE CHEIRAR MINHA VIRILHA, LAMBER ELA, DEPOIS AJOELHAR NO MEU PÉ, LAMBER MINHAS FRIEIRAS, E BEBER MEU MIJO ENQUANTO DEVORA A MINHA BOSTA, TODA VERDE, COM RESQUICIOS DE MILHO, CENOURA E CAROÇO DE FEIJÃO DENTRO, SEU DESGRAÇADO. MAS AINDA ASSIM, NÃO SERÁ O SUFICIENTE. VOCÊ TERÁ QUE ANDAR PELADO NO POLO SUL, ANDAR AGASALHADO IGUAL UM ESQUIMÓ, CHEIO DE TOCA DE MEDUSA NO DESERTO DO SAARA, ESCALAR O MONTE EVEREST E O VULCÃO DO KILIMANJARO SEM EQUIPAMENTO NENHUM, IR NUMA FLORESTA DO CONGO, MATAR UM GORILA COM SUAS PRÓPRIAS MÃOS, TENTAR PULAR NUM VULCÃO E SOBREVIVER, SEU MOLEQUE, PIVETE E PIRRALHO DO CERTO!!!! VOCÊ NEM UM SER HUMANO RACIONAL DEVE SER, ESTOU CERTO, CABAÇO? VOCÊ DEVE SER UM ANUNNAKI OU UM HOMÚNCULO, SEU EXTRATERRESTRE MECÂNICO E ARTIFICIAL, ABOMINÁVEL, FRAUDE DO CARALHO!!!! TÁ ACHANDO QUE ISSO ACABOU???? ESTÁ COMPLETAMENTE ENGANADO!!!! VOCÊ É UM VIRGEM PERDEDOR QUE É TÃO FEIO E DESFIGURADO QUE SAIU NA RUA E O POVO COMEÇOU A TE PERGUNTAR SE ERA DIA DAS BRUXAS PRA VOCÊ "TÁ USANDO A FANTASIA DO PRÓPRIO DIABO", E VOCÊ, COMO UMA BOA MENININHA E LÍDER DE TORCIDA, CUJO O ESPÍRITO É TÃO FORTE COMO UM PAPEL, DERRAMOU SUAS LÁGRIMAS NA FRENTE DAS PESSOAS, E FOI MOTIVO DE PIADA MAIS UMA VEZ, SEU VICIADO EM NARCÓTICOS E DROGAS!!! E SE VOCÊ NÃO FOR VIRGEM, SAIBA QUE A SUA NAMORADA JÁ RODOU PRA TODO MUNDO DO BAIRRO, A BUCETA DELA PARECE O POÇO EM QUE A SAMARA SAÍA NAQUELE FILME DE TERROR, ISSO SE ELA NÃO FOR AINDA MAIS FUNDO, E PARECER, NA VERDADE, COM AQUELE ABISMO QUE UM CANIBAL JOGOU O CARA NO PÂNICO NA FLORESTA, SEU IMBECIL IDIOTA DE MEIA TIGELA!!!! A BUCETA DESSA SUA NAMORADA PEITO CAÍDO E BUNDA DERRETIDA É TÃO VELHA QUE TEM TEIA DE ARANHAS GRUDADA NELA, IGUAL UMA CASA MAL ASSOMBRADA, A BUCETA DA SUA NAMORADA, MAIS RODADA DO QUE PNEU DE LAMBORGHINI, É MAIS VELHA DO QUE O SARCÓFAGO DE TUTANKÂMON MISTURADO COM O DE AQUENÁTON, O PAI DELE!!! SEU PALHAÇO!!! VOCÊ PROVAVELMENTE NEM SABE QUEM FOI TUTANKÂMON PORQUE SÓ USA A INTERNET PRA PESQUISAR HENTAI E PORNOGRAFIA INFÂNTIL, E FOI, NESTE EXATO MOMENTO, PESQUISAR O QUE EU ACABEI DE CITAR, SEU DOENÇA DE MORCEGO!!! SUA TIA TRABALHA RODANDO BOLSINHA NO CARREFOUR, CUJA XERECA FEDE MAIS DO QUE UM BACALHAU E É MAIS RADIOATIVO DO QUE O ACIDENTE DO CÉSIO 137 MISTURADO COM O XERNOBYL, FUSIONADO COM O ACIDENTE DE PRIPYAT, SEU VACILÃO MELA CUECA!!!! NÃO É ATOA QUE O SEU TIO, PRA COMER AQUELA PORCARIA, TEM QUE USAR UMA MÁSCARA DE GÁS OU USAR A MÁSCARA DE UM DOUTOR DA PRAGA, SEU COMÉDIA!!! SUA PRIMA MASTURBA AQUELA BUCETA VERDE, IMUNDA E CARNUDA DE OGRO COM PARABRISA DE CARRO E AINDA FALA QUE NÃO TÁ SATISFEITA, E QUE PRECISA QUE ENFIEM ALI UMA BAZOOKA RPG 7, UM CANHÃO, UMA CATAPULTA E UMA LÂMINA DE GUILHOTINA, SEU CRACUDO, MACONHEIRO E NOIADO QUE MORA DEBAIXO DA PONTE!!!! SEU AVÔ TEM UMA BARBA IGUAL A DO PAPAI NOEL, A DO RASPUTIN E A DO OSAMA BIN LADEN, AQUELE VELHO BROXA CADEIRANTE QUE VIVE ASSISTINDO PADRINHOS MÁGICOS E BARNEY SOZINHO NA SUA PRÓPRIA CASA NA SUA TELEVISÃO DE TUBINHO COM 2 ANTENINHAS TORTAS, IGUAL A DO SIMPSONS, SEU COTOCO TETUDO DO CARALHO!!!! VOCÊ PROVAVELMENTE VAI LÁ NA CASA DELE PRA TOMAR REMÉDIOS DEPOIS DE LER A MINHA FÚRIA RESUMIDA EM PALAVRAS, É OU NÃO É, SEU FILHO DA PUTA MICROCÉFALICO ACÉFALO SEM MASSA ENCEFÁLICA DO CARALHO? UMA VEZ QUE A CASA DO SEU AVÔ PARECE UMA FARMÁCIA DE TANTO REMÉDIO QUE TEM E TANTO REMÉDIO QUE ELE TOMA, VOLTA PRO INFERNO DA ONDE VC NUNCA DEVIA TER SAÍDO, O PEITO DA SUA PRIMA É MAIS QUADRADA DO QUE UM BOOMBOX, AQUELES DA ÉPOCA DE 80, SEU PESO MORTO DO CACIMBA!!! A BUCETA DA SUA MÃE PISCA MAIS DO QUE UMA DISCOTECA, CABE UM HOLOFOTE, O DJ, AS LUZES, OS BALCÕES DE BEBIDA, E A TAVERNA, E O BAILE INTEIRO, SEU MERDA!!!! UM PEIDO QUE SAIU DESSE MALDITO CÚ ESPAÇOSO DO SEU IRMÃO FOI QUEM DERRUBOU O MURO DE BERLIM, SEU MERDA. ATÉ HITLER TINHA MEDO DA MENTE DOENTIA E DISTORCIDA DA SUA MÃE, AQUELA SABOTADORA DE BUTECO QUE BOTAVA VENENO DE RATO E CIANETO NA BEBIDA DOS VELHOS APOSENTADOS E FRACASSADOS QUE FICAM ALI, SEU MERDA!!!!! SUA NAMORADA (SE VC N FOR VIRGEM, É SEMPRE BOM LEMBRAR) TEM A BUCETA LOTADA E INFESTADA DE VERMES, GERMES, LARVAS, MIASES, CASA DE NINHO DE MARIMBONDO E MAIS UM FRASCO DE SBP PERDIDO QUE ELA ENFIOU ALI QUANDO FICOU COM MUITO TESÃO 1 DIA E DESCOBRIU A MASTURBAÇÃO PELO PRIMEIRO DIA, SEU MOSQUITO DE ÁGUA PARADA E PORRA LOCA!!!! SEU CORPO PARECE UM ESPERMATOZOIDE, FININHO E SÓ TEM A CABEÇA PONTUDA, MAS COM CERTEZA NÃO VAI SER A DE BAIXO, TÃO SEBOSA QUE PARECE UMA FÁBRICA DE QUEIJO COALHO, GORGONZOLA E PARMESÃO, SEU LEPROSO QUE AINDA CHUPA CHUPETA E MAMA MAMADEIRA, VAI DÁ MEIA HORA DE CÚ QUE VC GANHA MAIS, SEU CORPO É TÃO DESPRAZEROSO QUE NEM DEMÔNIOS QUEREM POSSUIR ELE!!!!! VC NÃO PASSA DE UM RATO QUE SAIU DO POÇO QUERENDO PASSAR LEPTOSPIROSE PARA ALGUÉM, MAS COMIGO AQUI, A ÚNICA COISA LEPTOSPIROSE QUE EXISTE É A QUE EXISTE NA XERECA DA SUA IRMÃ, AQUELA PUTA QUE PARECE O MESTRE SPLINTER TREINANDO OS TARTARUGAS NINJAS NO ESGOTO!!!!! RESPEITA OU PEITA, SEU TESTICULO DE ALMONDEGA E PIROQUINHA DE MACARRÃO PENNE DOS INFERNOS!!!! CÊ TÁ FODIDO E VAI COMER O PÃO QUE O DIABO AMASSOU NA PALMA DA MINHA MÃO!!!! VOU TE TRANCAR NUM SÓTÃO, TE TORTURAR, TE AMARRANDO COM CORRENTES, E SÓ TE ALIMENTAR A BASE DE PÃO, ÁGUA, SANGUE DE CACHORRO, RAÇÃO, E A MINHA ESPERMA DEPOIS QUE A MODELO MAIS GOSTOSA DO MUNDO, QUE JÁ POSOU NA VICTORIA SECRET E NA PLAYBOY, MASTURBAR ELA PRA MIM, SEU CAFAJESTE!!!! EU NÃO AMEAÇO, EU FAÇO E DEIXO A MISSÃO CONCLUÍDA, SEU FILHO DE UMA PUTA CHORADEIRA DO CARALHO!!!! VOCÊ NÃO PASSA DE UMA CHIHUAHUA ABANANDO O RABINHO, LATINDO, E MOSTRANDO ESSA BOCA PRETA COM UMA FILEIRA DE DENTES PARECENDO UM ESPINHO DE CACTO, VOCÊ É TÃO FEIO QUE A SUA MÃE PREFERIU AMAMENTAR A PLACENTA, A PRÓPRIA TRIPA E OS ÓRGÃOS INTERNOS, MAS NÃO QUIS ALIMENTAR VC, SEU PATO SENTADO E ALVO FÁCIL DE ATACAR!!!! SEU PAI NÃO PASSA DE UM CORNO, MAL SABENDO AS LANÇAS, CIPÓS, CASSETETES E TACO DE BASEBALL QUE OS NEGÕES NO CLUBE E NO CASSINO SEMPRE ENFIAM NELA DEPOIS DE GANHAR UMA APOSTA JOGANDO ROLETA RUSSA OU PÔKER, SEU DESIDRATADO DESNUTRIDO RAQUÍTICO COM OS ESQUELETOS APARECENDO DO CARALHO!!!! EU VOU PEGAR UMA SAI, AQUELA ESPADA, ENFIAR NO SEU ESTÔMAGO E GIRAR QUE O SEU INTESTINO SAIA NELA, DEPOIS, DECAPITAREI SUA CABEÇA COM UMA KATANA E VOU OFERECER ELA PARA UM TIGRE FAMINTO DAS FLORESTAS NEPALESAS. COMO RESULTADO, ELE VAI DEVORAR TANTOS SERES HUMANOS E FICAR VICIADO POR TANTA CARNE HUMANA, QUE VAI SER MAIS PROLÍFICO E FAZER MAIS VITIMAS DO QUE O TIGRE DE CHAMPAWAT, E O CAÇADOR QUE CONSEGUIR MATAR ESSE TIGRE, TERÁ O DESAFIO DE COMER A SUA MÃE SEM TER O PAU INFECTADO DE DOENÇAS OU COMPLETAMENTE BROXADO DEVIDO A FEIURA DELA, O QUE VAI SER UM DESAFIO IMPOSSÍVEL, E ATÉ ESSE CAÇADOR CASCA GROSSA VAI SE SUICIDAR, PEGANDO O SEU RIFLE DE PRECISÃO, MIRANDO E DANDO UM TIRO NO PRÓPRIO PEITO, SEU CORNO MANSO DESGRAÇADO!!!! VC NÃO PASSA DE UM CHEIRA COLA QUE VIVE NO TERREIRO DE MACUMBA COMENDO UM CAPIM QUE CAVALOS FAZEM AMOR E PISAM, CAGAM E URINAM TODO DIA, SEU FILHO DA PUTA!!!! NUMA BRIGA DE RUA, EU FAÇO A SUA CAVEIRA SER CONCUSSIONADA, FAÇO TUA CARA ENTRAR PRA DENTRO, E ARRANCO TODOS OS SEUS DENTES, DEPOIS, DOO ESSES DENTES PARA SEREM COLOCADOS EM PESSOAS BANGUELAS E NECESSITADAS, QUE VC MORRA EM UM ACIDENTE DE CARRO, E CASO AINDA NÃO DIRIGIR, QUE VC TENHA UM ANEURISMA QUANDO TIVER CAGANDO, PORQUE TODO CAGA, ATÉ UM VERME FRACASSADO COMO VC, SEU INÚTIL PATETA, PALERMA E PACHÁ!!!! MAS, DE FATO, COMO SEI QUE VC É UM FRANGO DEPENADO, SEM A MENOR CAPACIDADE DE DESFERIR UM SOCO, E CORAGEM PARA APARECER NUMA BRIGA, TUDO QUE EU IREI FAZER, VAI SER EU MESMO IR AI NA TUA PRÓPRIA CASA, E ENCOMENDAR UM TERRORISTA DO AL QAEDA PARA ESTACIONAR UM CAMINHÃO BOMBA, UM CARRO BOMBA E ATÉ MESMO UM ONIBUS E AVIÃO BOMBA EM FRENTE A SUA CASA, ESSE BARRACO COM MAIS RACHADURAS DO QUE UM SERTÃO NORDESTINO, SEU INSETINHO BARATA SANGUESSUGA E ALVO DE ZOAÇÕES, A TUA TESTA PARECE UMA LÁPIDE DE CEMITÉRIO, VC NÃO PASSA DE UM VANDÂLO QUE PIXA O PRÓPRIO CÚ E ESFREGA NA PAREDE, SEU ESQUIZOFRENICO MENTAL DO CARALHO!!!! VOCÊ BATE MAIS PUNHETA MAIS RÁPIDO DO QUE UM BEIJA FLOR VENDO LAVAGEM DE INTESTINO E SEXO DE HAMSTER, VOCÊ É MAIS FEIO DO QUE BATIDA DE CAMINHÃO E AUTÓPSIA DE SAPO, SEU PIADA HUMANA QUE TEM 500 PARAFUSOS A MENOS!!!!! SEU NEURÔNIO JÁ FOI QUEIMADO E SEU SISTEMA NERVOSO TÁ PARALISADO, SEU PEDAÇO DEFECADO DE HOMÚNCULO!!!! AQUELE CASTRADO NERD DO SEU IRMÃO AMOSTRA O PRÓPRIO CORPO NA PONTE RIO NITEROI PRA GANHAR GORJETA, MAS É ÓBVIO QUE NGM, EM SUA SÃ CONSCIÊNCIA, NÉ, SEU MONGOLOIDE, VAI DESPERDIÇAR A SUA PRECIOSA GORJETA EM UM CORPO QUE JÁ SOBREVIVEU MAIS TRAUMAS DO QUE O JASON DO SEXTA FEIRA 13, SUA MÃE É TÃO PESADA QUE O GODZILLA, OS VINGADORES E A LIGA DA JUSTIÇA INTEIRA NÃO CONSEGUIRIAM LEVANTAR ELA, SEU PEDAÇO DE MERDA ESMAGADO POR UM SAPATO!!!! QUE VC QUEIME EM ACIDO SULFÚRICO E QUE SUA CARCAÇA SEJA CONGELADA EM NITROGÊNIO, ESSA MINHA EXPLOSÃO FOI MAIS FORTE DO QUE A DA UMA DE BOMBA NUCLEAR, SEU BOSTINHA!!!! NO FIM DESSE TEXTO, SAIBA QUE VC É TÃO INSUPORTÁVEL E DESPREZÍVEL QUE NEM ÁTOMOS TE ACOMPANHAM E FICAM PRÓXIMO DA ONDE VC ESTÁ, SEU VAGABUNDO, INCAPAZ E FRACASSADO DO CARALHO. SEJA DESINTEGRADO, E NUNCA MAIS EXISTA NESSE UNIVERSO, SEU MERO MICRÓBIO.
submitted by CrazyNectarine to copypasta [link] [comments]


2020.06.03 19:22 dustobbop FUDIDÃO VOCÊ

FUDIDÃO VOCÊ NÉ CAMARADA? SONSO TONTO BURRO DESPREZADO JEGUE FUDIDO ESTUPIDO CARCARÁ SEM FAMÍLIA SEM AMIGOS DOIDO ESQUIZOFRÊNICO LEPROSO CARA DE MINGAU FIMOSE CAGADA DONA PEIDA CHUPADOR DE MIKE TYSON PERNINHA DE SARACURA FÃ DE GUNS N ROSES GAY GAY GAY GAY GAY TIM MAIA SÍNDICO ESPANTALHO DO FANDANGOS VARETA DE ARVORE VELHA PROSTITUTO DOIDO NARCISISTA LOUCO PERTURBADO AIDÉTICO DESFAMILIAR BOÇAL FEIOSO HOMEM DE INTELECTO LILIPUTIANO BAITOLA BEBUM DEBILOIDE FUDIDO DEFUNTO COCÔ OVO COZIDO FEDORENTO HOMOSSEXUAL ESCROTO IDIOTA IMBECIL MOCORONGO OTÁRIO PASPALHO RIDÍCULO VAGABUNDO XOXO PROSTITUTO PEDERASTA INFANTIL PENTELHO NOJENTO PEIDO DE VELHO DIABÉTICO NOJENTO MODRONGO LADRÃOZINHO GOSMENTO GAIATO FEIOSO DEFUNTO ENDEMONIADO SERVO DE BELZEBU CORRUPTO CHIBUMBO GOGOBOY DE VELHA NA MENOPAUSA CAGALHÃO DIARREICO BICHENTO VIADO BABACA CABELUDO BIFE DE RATO CHORUMENTO BAFO DE BUNDA JOELMA PELADA TIGRE DO CEREAL BUCETA MAGRA PEITER DO EI NERD EPISÓDIO PERDIDO DO CHAVES ACAPULCO QUICO NEGRO MASSAGEM NO SACO PAQUIDERME TREMENDO VACILÃO CHEIRA PEIDO MASSAROCA PAUZINHO DE VELHO BALANÇA BALANÇA DRIFT RODELA DE SALAME DIRETAMENTE NO RATINHONHO ESTUPIDO SAMBA CANÇÃO DE PAPAI PIROQUINHA CHEIROSA(?) OLHEIRO DO THE VOICE KIDS BANHEIRA DO GUGU AIAI TIRE O DEDO DO MEU CU BAIXISTA DA BANDA MALTA EX INTEGRANTE DO CARROSSEL CÉREBRO DE GAFANHOTO CHIP DA TIM MAMADORA DE DESENHISTA MARTELINHO DE QUEBRAR COFRE MC CAROL CHEIRINHO DE SEXO ELE ARREBENTOU MEU BOGA EU DISSE OPA AMIGÃO ÁLCOOL EM GEL PRETO DANIEL MOLO CARRINHO DOS SIMPSONS MARCOS CASTRO DE REGATA PIROCA ESTRANHA BURRA BOBA ARROZ QUEIMADO NO FUNDO HOLYFIELD OLIVER TREE DO CACETE SUA MÃE TA AQUI FALA COM ELE ALO ALO TO MAMANDO TUDO TA MÓ ZUAÇÃO TEU PAI FAZ PROGRAMA DE NOITE BOBÃO ADEUS BOÇA DE MERDA BOCETINHA DE COCÔ MOZAR ESTEVE AQUI PORRA MORDE A CABEÇA DA MINHA PICA BOBALHÃO ROBÔ DO BILSONERO RODO DE PIA ZÉ PILINTRA VENDEDOR DE BALA CEO DO SHOPPING TREM LEITOR DE OLAVO DE CARVALHO ESTRUME PEDERASTA FORAGIDO PIZZA DE ABACAXI CAGADOR SILENCIOSO JACA QUE ENVIARAM O PÉ BESTA-FERA PUTREFATA MACARTHISTA LAMBE BOTA ISSO NÃO É UMA COPYPASTA ENGRAÇADA EU CHORO CONSTANTEMENTE PANACEIA ERRADA BISCATE ARROMBADO MIL VEZES ENCOXADOR DE IDOSAS PACHOLA NARIGUDO FEDIDO A QUEIJO LAMBEDOR DE TELEFONE MENTECAPTO POLICIA DO ZAP CUZINHO LUBRIFICADO PALHAÇO PAGLIACCI MAL DIAGRAMADO SALSICHÃO DO ZORRA TRANCREVEREI O VÍDEO DO BONITO BOLO EU TENHO UM PRESENTE PRA VOCÊ UAU QUE? QUE BONITO BOLO QUE BONITAS VELAS COM A MINHA IDADE! COMPREI PRA VOCÊ, PENA QUE NÃO POSSO COMPRAR UMA COISA MAIS CARA... É QUE EU SOU UM GAROTO POBRE NÉ NÃO NÃO NÃO É O SUFICIENTE, EU TENHO UMA IDEIA QUE PODE SER UM PRESENTE DE GRAÇA EU POSSO FAZER O QUE VOCÊ QUISER DE GRAÇA... UMA PICA VAMO FUDÊ? VOCÊ É INTELIGENTE, COM CERTEZA, VAMO TRANSAR E A CENA QUE SE SEGUE É A DANCINHA DO VAQUEIRO QUE É DO CARALHOOOOOO BESTA DESALMADA FÚTIL ARROMBADA ABOBADA SEM PAI DESNATURADA PINGO DE MIJO CURVA DE PAU TORTO ADVOGADO DA GRETCHEN APATRIADO DOIDO CUIDADOR DE IDOSOS MAL AMADO LAMBE BOTA DE PM SOMELLIER DE DECEPÇÕES YOUTUBER SAPATILHA JEZEBEL TONTO DESVIADO CABELO DO THIE ROCK NA ERA LOIRA INFELIZ SATANÁS ENVIADO PRA DESTRUIR IGREJAS MORADOR DE SODOMA GLANDE FEIA CÁLICE DE PORRA CHORAM AS ROSAS BRUNO E MARRONE GORDO SAFADO MAMUTE DA TETA SUADA DESEMBESTADO JEGUE DANÇARINO DANADÃO SONIA ABRAÃO SEM MORAL EXIBICIONISTA ANCAP MISERÁVEL FARISEU PRAGA DO EGITO CRACUDO DOIDO FILHO DO ALEXANDRE FROTA ARTISTA DE FURRY POETA DA BOCA DE LIXO GALO GORDO IMPURO FILHO PRODIGO POSSUIDOR DE TRANSTORNOS SÉRIOS VÔMITO DA LOLLY PARA MENINAS BICHONA EMO BAIANO CAGA GROSSO CU DE FOSSA ORELHINHA DE JUMENTA COMEDOR DE ANÃO CUECA BOXER PEQUENOS ESPIÕES 3 BURRO CASCA FINA SACO MOLHADO BUNDA ROSA UNHA PINTADA DE VERDE DADO DOLABELLA COALA DO CARALHO JACARÉ DO É O TCHAN CARIOCA BOQUINHA DE VELUDO MOCRÉIA DEPRESSIVO FADA SENSATA CAPOEIRA MATA UM ZUM ZUM ZUM ATAQUE DOS PALHAÇO LOCO MEXILHÃO FEIO AQUI É SUA TIA QUERIDO! SE LEU ATÉ AQUI SAIBA QUE TITIA TE AMA! SACO DE MERDA COM VÔMITO DESMORALIZADO COROINHA DO QUINTO DOS INFERNOS PSICÓTICO INSONIOMANÍACO PAPETE DA M4NU G*SSAVI INFÉRTIL MEU SACO MURCHO NO FRIO IMPURO BUCETA FEDIDA DE GORDA MAL AMADA BRIOCO MAL LAVADO ÁGUA DE CHUCA DE UM VIADO COM DIARREIA CHIBUMBA CHIFRUDO DO TAMANHO DO BURJ KHALIFA TEU PAI É O ARTHUR MAMAEFALEI SEU POUCA-VALIA SEU FRALDA GERIATRICA BACURA FILHO DE UMA PISTOLA SEM BALA DESFORNICADOR EMPATA FODA GONORREIENTE DESVIADO DO CAMINHO DO SENHOR IMPIO MACHORRA MOCORONGO CEGO SURDOMUDO ANALFABETO EM LINGUAGEM DE LIBRAS PASPALHO POSTULENTO *RESPIRA MAL AMADO SULISTINHA FUDIDO JURADO DO SILVIO SANTOS PUNHETEIRO FANTASMA CHEIRADOR DESCABELADO EMPATA FODA TCHOLINHA SEM CULTURA POESIA PRA VOCÊ VIA MESTRE SKYLAB: DEDO, LÍNGUA, CU E BOCETA, DEDO, BOCETA, LÍNGUA E CU. DEDO NA LÍNGUA, LÍNGUA NO DEDO, CU NA BOCETA, BOCETA NO CU. DEDO NA BOCETA, LÍNGUA NO CU, LINGUA NA BOCETA, DEDO NO CU, DEDO, LÍNGUA, CU, BOCETA TAMBÉM, BOCETA VEZES DEDOS, NOVES FORA CÚ. LÍNGUA, LÍNGUA, LÍNGUA, DEDO NO CU, DEDO DE BOCETA, LÍNGUA DO CU. DEDO, LÍNGUA, CU E BOCETA, DEDO, BOCETA, LÍNGUA E CU. GOSTOU NÉ? GOSTOU PORQUE VOCÊ É UM DESCARADO MALDITO SEM PAI MOLESTADOR DE TRAVESSEIRO INFELIZ E DIGO MAIS: SEU CARLOS BOLSONARO IMBECIL REMELENTO ROLINHA MILIMETRICA PAUZINHO MICROSCOPICO TETUDO SUA BUNDA PARECE UMA BUCETA SEU XEXEQUENTO MAU CARÁTER GOLPISTA CLONADOR DE CARTÃO SEM FUTURO SACANA RETARDADÃO NEM SUA MÃE GOSTA DE VOCE SEU CAMINHÃO DE LIXO QUE PASSA AS SETE DA MANHÃ DE DOMINGO COM OS GARIS GRITANDO CAMINHÃO DO LIXOOOOOOOOOO E TE ACORDA PARTICIPANTE DE CULTO SATANISTA PACTEIRO DE BELZEBU SUA NAMORADA TE ABANDONOU PELO SEU VÍCIO EM FILMES RUSSOS CULT SEU ZERO A ESQUERDA CURTIDOR DE KPOP U DO URUBU ABANDONADO NA FRENTE DO ORFANATO SACOLA DE MERCADO CHEIA DE BARRINHA DE CEREAL SEXTA FEIRA MUITO LOUCA POCT POCT POCT PÓ FICA DE 4 NOIS BOTA SEM (???) TREPA TREPA TREPA TREPA TREPA VIGÉSIMA SINFONIA DE BEETHOVEN FILHOTE DE HITLER BROXADÃO CRIADO POR RATOS MOGLI O MENINO BROXA SEU DROGADINHO DO CARALHO SEU PAI FUMA PRENSADO COM PÉ DE INSETO DENTRO JACK FUDIDO BOCA DE PELO SEU REVIEWER DE LETTERBOXD DINGO BEL DINGO BEL SEU PAU É MURCHO QUE NEM MEL ESQUIZOFREUD SEU TEXTOS CRUEIS DEMAIS PRA LER RAPIDAMENTE AMANTE DA POESIA DE RUPI KAPUR FÃ DO FILME HER POIS É AMIGO EXISTE UMA RAZÃO PRA SUA FAMÍLIA NÃO TE CHAMAR PRO CHURRASCO NO DOMINGO E O MOTIVO É ESSE SEU CHEIRO DE MIJO COM CEBOLA SEM PAU MURCHÃO INCEL FUDIDO ATÉ O TALO UMBIGO SALTADO PRA FORA OUVINTE DA JOVEM PAN CAUBÓI CHORÃO TU GOSTA É DE PESQUISAR POR ROLA BONITA E VERDE NO GOOGLE MAMADOR DE SHREK FUDIDO TU NÃO TEM AMOR PELA SUA PRÓPRIA INTEGRIDADE COMO HUMANO VERMEZINHO DO INFERNO EU ESPERO QUE MORRA DA FORMA MAIS INFELIZ POSSÍVEL SEU LIXO DO CARALHO VOCE VAI COMPRAR COCAINA ATRÁS DA ESCOLA E TE VENDEM MAIZENA POR 100 REAIS SEU BURRÃO BEBEDOR DE PORRA DO CARALHO SUA MÃE OUVIU BTS UMA VEZ E FALOU QUE PREFERIA QUE VOCE FOSSE QUE NEM ELES SEU DESMAMADO TETA DE VACA PIERCING NO CU VOCE CHEIRA A SALGADINHO DE PIMENTA COM PRESUNTO SEUS PAIS CHORAM NO BANHO QUANDO LEMBRAM QUE VOCE GOZOU QUANDO SUA PRIMA TE DEU UM BEIJO NA BOCHECHA VOCÊ ACHA QUE É ENGRAÇADÃO NÃO É? POIS É AMIGO NINGUÉM NUM RAIO DE 200 KM TE SUPORTA SEU ASPIRANTE A TOALHEIRO VOCÊ MERECE CASAR COM UM CACHORRO COM SARNA PRA APRENDER OS PRAZERES NÃO ESCRITOS DA VIDA, VOCÊ PENSA NISSO E FICA EXCITADO SEU DEGENERADO, VOCÊ PENSA NAS NUANCES DA NOBRE ROLA DE UM CACHORRO E NÃO MEDE ESFORÇOS PRA AGARRAR ESSE SEU PINTO MIXURUCA E COMEÇAR A SE DIVERTIR COM AS MAIORES ATROCIDADES DESSA MENTE DOENTIA, FURRO MERDA VOCÊ CORTA CARNE COM TESOURA ESCOLAR E VOCE COME O RESTO DE COMIDA QUE FICA NO RALO DA PIA SEU ESQUIZODOIDO ASPIRANTE A JACK NICHOLSON EM O ILUMINADO APOIADOR DO CHRIS BROWN ESCARNECEDOR IMPIO CAVALO DA CARROÇA DO FARAÓ FILHO PRÓDIGO MÃEFODEDOR BUNDABURACO SEU CLIENTE DA NEXTEL ANARCOCAPITALISTA IMITADOR DO PAULO KOGOS QUANDO VOCE FALA DEUS VULT SUA MÃE EVANGELICA TE METE O CHINELO SEU NAZIPARDO FUDIDO AO QUE PARECE A DEDADA NO CU QUE O PADRE SÉRGIO TE DEU 7 ANOS ATRÁS NÃO FOI SUFICIENTE POIS VOCÊ AINDA PENSA NAQUELA ENORME SALSICHA QUE ERA O DEDO ANELAR DO VELHO HOMEM, AINDA FICA FELIZ PENSANDO NO ATO REPUDIÁVEL E NOJENTO QUE ESTE CONSUMOU, VOCÊ PARECE TRAUMATIZADO E NO FUNDO SABE QUE A SOCIEDADE TE JULGARÁ INEVITAVELMENTE, TAL QUAL FAÇO NESSE EXATO MOMENTO. A MENTE DOS HOMENS É UM MISTÉRIO PRA TODA A ETERNIDADE E VOCÊ SABE DISSO MELHOR QUE QUALQUER UM; QUANTAS FORAM AS NOITES ÍNSONES QUE PASSOU ATÉ PODER SE SENTIR MINIMAMENTE BEM CONSIGO? POBRE GAROTO, VOCÊ AINDA SERÁ CHAMADO DE PODRE POR MUITOS! NÃO SE ACANHE, CÁ ESTOU PRA TE DESGRAMAR SEU MALDITO TEU PAI É GOGOBOY E SUA VÓ É STRIPPER BANANÃO QUANDO UMA MULHER TE VÊ ELA LIGA PRA POLICIA ACHANDO QUE VIU O CTULHU SUA MENTE É PERTURBADA VOCÊ VÊ FANART DE FURRY E SE MASTURBA ENQUANTO IMAGINA UMA VELHA GORDA PISANDO EM VOCÊ COM O PÉZÃO 48 DELA SEU ESCUTADOR DE MUSICAS QUE TOCAM NA C&A DOIDO BURRO SUA CARA É UMA MISTURA DE VOLDEMORT COM SMEAGOL SEU ROMANTIZADOR DE LOLITA SUA ALMA É PODRE NEM TOMANDO MIL E QUINHETAS BOMBAS VOCE IRIA FICAR FORTE MAGRELO FUDIDO FRACO MOMENTO MELHOR CENA DO HUMOR MUNDIAL E O QUE FEZ O GATO ANTES DE SAIR PRA RUA? O MORDEU E 2 MINUTOS DEPOIS? VOLTOU A MORDE-LO E 5 MINUTOS DEPOIS? VOLTOU A MORDE-LO E 10 MINUTOS DEPOIS? VOLTOU A MORDE-LO E 20 MINUTOS DEPOIS? VOLTOU A MORDE-LO COMO SE CHAMA ISSO? REMORDIMENTO HAHAHAHAHAHAHA GOSTOU PILANTRA? NÃO CONSEGUE LEVANTAR NEM UMA FOLHA DE PAPEL SEU HITLERZINHO AFINAL ÉS TÃO HORRÍVEL QUE PARECE UMA MISTURA DE HITLER MUSSOLINI IMPERADOR HIROITO VLAD O EMPALADOR GENGHIS KHAN E AS FADAS SENSATAS SEU NOJENTO ESCUTA AQUI SEU BORBOLETINHA NA COZINHA QUE FAZ PORRA QUENTE PRA MADRINHA SEU ESCRAVOCETA FAZENDO AS COISAS POR MULHER INGRATA SEU PERNA DE PAU OLHO DE VIDRO E NARIZ DE PIKA DURA NENHUM DOS SEUS FAMILIARES QUER SER ASSOCIADO COM SUA EXISTÊNCIA MISERÁVEL E ESTÚPIDA, SEU DESCONTROLADINHO QUE BATE PUNHETA PRA RULE 34 DE AVIÃO DA BOEING QUE SOFREU ACIDENTE E AS VÍTIMAS NUNCA FORAM ACHADAS JÁ QUE ELAS ESTÃO NO OCEAN, SEU LIXO POUCA BOSTA. QUANDO VOCE VAI CAGAR A BOSTA OLHA PRA SI MESMA COM DESGOSTO POR TER SAÍDO DESSE BURACO ONDE JÁ ENTROU A BONECA BARBIE DA SUA IRMÃ MAIS NOVA, SEU PERVERTIDO DESGRAÇADO O PLANO DA NASA DE COLONIZAR MARTE NÃO É ATOA NÃO PARCEIRO, NINGUÉM AGUENTA MAIS LEMBRAR QUE VIVE NO MESMO PLANETA QUE VOCÊ, SEU CACHORRO BILLYZINHO FUGIU DE CASA E SE JOGOU NA FRENTE DE UM CAMINHÃO PRA ACABAR COM O SOFRIMENTO QUE ERA TER UM ULTRA FARO E SENTIR SEU CHEIRO DE EGIRL IMPREGNADO EM TUDO QUE É CANTO SEUS PAIS SÓ NÃO TE TROCARAM POR UM PEIXE PALHAÇO PORQUE VOCÊ NÃO VALIA NEM UM TERÇO DO NECESSARIO, E OLHA QUE ELES TENTARAM PASSAR A PERNA NO VENDEDOR, IMUNDO MERDALHEIRO ALA PERA PERA PERA LIGUEI AQUI PRA CÂMARA DOS DEPUTADOS ELES TÃO QUASE APROVANDO A LEI QUE TORNA CRIME SUA APARIÇÃO EM PUBLICO PORRA QUE LINDO VAI VIRAR CRIME VOCÊ MOSTRAR PRA ESSA CARNE CRUA MASTIGADA QUE VOCÊ CHAMA DE FACE E EU TO EXTREMAMENTE FELIZ, SÓ DE PENSAR NO CONCEITO DA EXISTÊNCIA DESSE SEU NARIGÃO DE BATATA EU ME VOMITO TODO SABIA? CHORUMOSO CAGALHADO, VOMITO A COZINHA, A SALA, OS QUARTOS, O SÓTÃO E OPA MINHA CASA TA TODA REDECORADA SÓ POR EU TER ME AVENTURADO EM PENSAR NA DESGRAÇA QUE VOCÊ É, AMALDIÇOADO DE OITO ANOS MENTAIS PIRIRIMPIRIRIMPIRIRIM ALGUÉM LIGOU PRA MIM ADVINHA QUEM É? É ISSO MESMO É O BOLA DE GOZO ELE TA VINDO TE ARREGAÇAR FILHA DA PUTA SORO POSITIVO DO CARALHO TU PEGOU AIDS COM UM ANÃO CALVO E EU SINTO PENA DO PEQUENO HOMEM POR TER QUE COMPARTILHAR ALGO TÃO ESPECIAL COM ALGUÉM TÃO ESBAGAÇADO QUE NEM VOCÊ SEU TRAFICANTE DE VIBRADOR SEM FAMÍLIA MACACO PREGO DESGRAÇADO EU ESPERO QUE VOCÊ TROPECE E ARREGACE A CABEÇA NO MEIO FIO PRA ACORDAR DE UM COMA EM 21 ANOS E DESCOBRIR QUE TODOS OS SEUS PARENTES MORRERAM CARALHOOOOO VOCÊ VAI CHORAR DIA E NOITE ENQUANTO EU TOCO O PUNHETÃO MAIS GOSTOSO NA SEPULTURA DA SUA MÃE E RIO MUITO COM ESSA LEITADA TÃO RADICAL PIOR QUE TU É GORDO NÉ MANO, MAS GORDO MEMO SEU FUDIDO FUI TE DAR UM ABRAÇO TIVE QUE ALUGAR 14 JOGADORES DE BASQUETE PRA FAZER UMA CIRANDA E CONSEGUIR FECHAR ESSA SUA CIRCUNFERÊNCIA DE PURO DESGOSTO E GORDURA ELA NUNCA VAI TE NOTAR CAMARADA, VOCÊ VAI CONTINUAR GOZANDO PRA MENININHAS ANIME E O ELA VAI TA SENDO TORADA PELO TALLL DO MANDRÁÁÀĂKĶƏ DAS QUEBRADA PENSANDO NA SORTE QUE ELA TEM DE TER ALGUÉM ASSIM ENQUANTO VOCÊ CHORA SE AFIRMANDO UM CARA LEGAL, CADA VEZ MAIS PATÉTICO AOOOOO POTENCIAL DE DAR O CU DESGRAÇADO BAITOLÃO BRINCA AQUI COM MEU SACO FILHO DE UMA CONCUBINA, QUER BRIGAS FODA? QUE TAL SUA MÃE VS DIETA? LOL AQUELA IMENSA OU SERÁ TEU PAI VS RUSSIA AQUELE BAITOLA?????? TENHO MUITO MAIS A DIZER: VOCÊ É TÃO NOJENTO QUE SEU MAIOR VÍCIO É CHEIRAR GOZO EM PÓ ENQUANTO BEBE O CÁLICE DE PORRA, SEU BEBEDOR DE GOZO DO CARALHO. MAS SABE O PIOR? É QUE É A SUA PORRA, JÁ QUE NENHUM HOMEM DEIXARIA VOCÊ MAMAR A PICA DELE CONSENSUALMENTE, SEU FUDIDO CARA DE BALÃO DO CARALHO. SUA CARA É TÃO FEIA QUE PARECE UMA ARGAMASSA DE BUCETA, LEROY MERLINZINHO DE MERDA, PARECE UM BONECO DE CERA COM ESSA MERDA DE CARA ESPINHENTA NOJENTA QUE NEM 500 LITROS DE ROACUTAN CONSEGUEM MELHORAR ESSA SUA SITUAÇÃO, ANÊMICO FILHO DA PUTA. FALANDO EM ANEMIA, PARECE VOCÊ, SEU MAGRELO ZÉ PALITINHO DE ENFIAR NO DENTE DO CARALHO, GINA COM PÊNIS SNIF SNIF MINHA NOSSA QUE CHEIRO DE IDOSO MORTO HÁ MAIS DE 3 SEMANAS DE QUEM SERÁ QUE- AH SIM! SEU SUVACO DESGRAÇADO E ESSA PIZZA DE 2 MESES QUE TU CARREGA SEU DESALMADO COMO PODE LEMBRAR DE JOGAR LOL O DIA INTEIRO E FINGIR QUE ESSE ABORTO ESMERDALHADO NÃO DORME NA SUA AXILA? NÃO EXISTE PESSOA SÃ NESSE PLANETA QUE NÃO CONCORDARIA EM TE PRENDER NUM ZOOLÓGICO. OS BABUÍNOS TE TEMEM SÓ PELO CHEIRO SEU BUCETADO QUE DESFEITA UOPA UOPA QUE ANIMAL DE TETA É ESSE QUE ESTOU VENDO? AH É, É VOCÊ SEU PORCO DO CARALHO, VOU ATÉ TE CHAMAR DE POLICIAL, FILHO DA PUTA BACON DO CARALHO. BACONZITOS. É ISSO QUE VOCE É! ALIÁS, VOCÊ TEM CHEIRO DE BACON MESMO. BACON DE UM PORCO TORTURADO DEBAIXO DO PORÃO DO CHARLES MANSON E QUE FICOU PODRE, SEU ARREGAÇADO ARGENTINO ARREGÃO. BIP BIP ALERTA DE CU BIZARRO REPITO ALERTA DE CU BIZARRO AMIGÃO VOCÊ TA PRESO DE ACORDO COM O ARTÍCULO DOZE DA MINHA PICA ALVEJANDO SUA MÃE SEU CU PARECE TANTO SUA CARA QUE EU FICO CONFUSO DE ONDE OLHAR NA HORA QUE VOU CONVERSAR CONTIGO (MEU GUILTY PLEASURE) EU TE ODEIO MAIS DO QUE ODEIO A TAYLOR SWIFT E OLHA QUE ELA ESQUARTEJA BEBÊS PRO CULTO DELA DE SWIFTERS SEU COCÔZÃO NINGUÉM TE LEVA A SÉRIO VOCÊ SE ACHA O REI DA IRONIA, BABACÃO CABEÇA DE NÓS TODOS TETA DE VÉIA FAGOTEZINHO HAHAHAHA MAS VOCÊ AINDA TA LENDO ESSA COPYPASTA??? MAS VÁ SE FUDER AMIGO TU ACHA QUE TA FAZENDO O QUE? ABSORVENDO CONTEÚDO? GASTANDO TEMPO? AMIGO INDEPENDENTE DO QUE VOCÊ ACHA, A RESPOSTA É QUE VOSSA SENHORIA É EXAGERADAMENTE BICHONA E SÓ CONSEGUE SORRIR QUANDO ENFIA UM PACOTE INTEIRO DE SALAMITOS NO CU. O TIÃO DO TRATAMENTO DE ESGOTO AINDA QUESTIONA O MOTIVO DOS TOROÇOS ANDAREM VINDO QUE NEM O PINHEAD COM OS GUERREIROS DE SALAME QUE SOBREVIVERAM AO OCRE QUE É ESSE SEU BURACÃO SEM AMOR, FALAÍ, CHUPETINHA DE COCÔ, ESSE TEU BAFO AÍ É DE QUÊ? DE BOSTA QUE VOCÊ COMEU PELO SEU FETICHE EM SCAT? DE PORRA? DE PELO DO CARALHO DO TEU PAI? AH, DEVE SER DAQUELE CADAVER DE UMA CRIANÇA QUE VOCÊ COMEU SEM NEM ESQUENTAR, SEU PSICOPATA PERTURBADO XUPISCO WHEY PROTEIN DE PIROCA. VOCÊ NÃO PASSA DE UM VIADINHO QUE AMA SENTAR NUM CANAVIAL DE ROLA E ASSISTIR FILMES PSEUDO CULT PRA IMPRESSIONAR A GAROTA DA SUA SALA QUE TEM HORROR A VOCÊ E FOGE DE TI SEMPRE QUE TE VÊ, COM MEDO DE ACABAR MORTA NUMA VALA PELO SEU OLHAR DE QUEM NUNCA VIU UMA BUCETINHA GOSTOSA NA VIDA, FRACASSADO NERDÃO. VASELINA DE ACENDER CUZINHO DE VELHO GORDO ESQUIZOFRENICO GORDO QUILOS MORTAIS DO CARALHO, URUBU LIXO. VOCÊ NÃO É NADA MAIS NADA MENOS QUE UM GRANDE TOLETÃO DE BOSTA, UM ENORME TOLETÃO DE ESTERCO, DE COCÔ, DE MERDA, DE FEZES, SEU TROGLODITA IRRESPONSÁVEL, NEM PRA SER UM OGRO DO CARALHO. PERDÃO AOS OGROS, JÁ QUE ELES SÃO LEGAIS, SHREK TÁ AÍ. VOCÊ É SÓ UM TOSCO, UM SAPO DO OLHO COSTURADO. BOM DIA PRA VOCÊ, MOTIVO DA CRIAÇÃO DESTA LEI QUE PREVÊ COMO CRIME O ATENTADO AO PUDOR, COMO VAI? ANDA SE SENTINDO BEM COM O ENORME PESO DE SER A DEFICIÊNCIA DA NOSSA SOCIEDADE? O BASTARDINHO RODELA DE FURICO COM ESPINHA? EU ESTOU AQUI PARA TE AJUDAR MEU RAPAZ, ACREDITE. VEJA POR EXEMPLO MEU DEDÃO DO PÉ DIRETAMENTE NO SEU OLHO SEU TERATOMA EM FASE ADULTA CURIÓ DO BICO AMARGO PIERCING NA TETA DA DAMARES UIUI PASSIVO AGRESSIVO UIUI PRIMEIRAMENTE VADIA DE BERMUDA, QUEM PASSA AQUI É SUA NAMORADA PASSA MAL VENDO O PEPINO DO PAPAI A AGRESSÃO FICA POR CONTA DO RABÃO DELA QUE JÁ TA ROXO DEPOIS DE ENTRAR EM CONTATO COM MINHA PÉLVIS FURIOSA MLK, FICA ESPERTO AÍ SOMMELIER DE PIROCA TORTA, JÁ QUE O DESEMPREGO TÁ AUMENTANDO E NINGUÉM VAI QUERER CONTRATAR UM XUPINGA PICA MOLE MICROSCÓPICA QUE NEM TU, SIRIGAITO DO CARALHO. VOCÊ DEVIA PARAR DE BATER PUNHETA PRA HENTAI DE CARRO TETUDO E SAIR DO SEU QUARTO, BICHO PREGUIÇA DA PORRA. AH, ESQUECI QUE VOCÊ É TÃO, MAS TÃO TOSCO QUE NEM SUA MÃE QUER OLHAR PRA TUA CARA DE RESTO DE ABORTO. LEMBRA DO SEU PARTO? NÃO NÉ SEU FILHO DA PUTA, MAS QUANDO SUA MÃE GRITOU DURANTE A CIRURGIA NÃO FOI POR DOR E SIM POR SENTIR QUE ESTAVA DANDO LUZ A UM RASCUNHO DO DIABO MAL FEITO CAGADO ESPIRRADO CHUTADO CHORADO E MIJADO. SUA CABEÇA PARECE UMA RASPADINHA DE CASPA, JÁ QUE VOCÊ NÃO LAVA ESSA IMUNDICE FAZ CINCO ANOS, CHEGA CRIOU NINHO DE RATO AÍ NESSA MERDA. QUASÍMODO FILHO DA PUTA, ESSAS COSTAS TODA TORTA VOCÊ ANDA DEITADO POR ESSA INCLINAÇÃO FUDIDA, SEU DESCOMUNGADO. AH, ME DISSERAM (COM LAUDOS MÉDICOS CONFIRMANDO) QUE VOCÊ É PORTADOR DA SÍNDROME DO BUMBUM GORDO GULOSO NECESSITADO DE PIROCA, ESSA BUNDA É UM PORTA-VIBRADOR, SÓ LEVA PIROCADA DE PLÁSTICO JÁ QUE NINGUÉM OUSA ENTRAR NESSA CAVERNA DO DRAGÃO, FEDIDA ESCURA E INFINITA. A INSPIRAÇÃO AÍKKKKKKKKK: "FILHO DA PUTA, VOU COMER SEU CU. ARROMBADO DO CARALHO, SUA MÃE ALUGA A BUCETA PRA COMPRAR FIXADOR DE DENTADURA PRO SEU PAI, AQUELE CORNO BROXA. CHIFRUDO, VOU ENFIAR MEU BRAÇO NO SEU ÂNUS E ARRANCAR SEU INTESTINO. LOGO DEPOIS VOU ENFORCAR SUA AVÓ COM ELE, AQUELA VELHA BISCATE QUE FAZ CROCHÊ PRA FORA EM TROCA DE PICA. SUAS TIAS TÊM PÊLO NO DENTE E SUA IRMÃ TEM POLENGUINHO NA VIRILHA, SEU GRANDE FILHO DA PRÊULA. SUA MÃE DAVA LEITE DA CABEÇA DO PAU DO SEU PAI PRA VOCÊ BEBER, FILHO DA PUTA. ISSO MESMO, VOCÊ TOMAVA MAMADEIRA DE PORRA DESDE CRIANÇA. POR ISSO É O RETARDADO MENTAL QUE É HOJE, SEU ZÉ BEBEDOR DE SUCO DE CARALHO. O PADRE TE BENZEU COM ÁGUA PARADA, HOJE VOCÊ SOFRE OS EFEITOS RETARDADOS DO AEDES AEGYPT QUE SE ALOJA DENTRO DO SEU OUVIDO, SEU MONTE DE ESTERCO. SEU AVÔ ARROMBADO USA FRALDA E TE OBRIGA A LIMPAR OS CAGÕES DELE COM UMA COLHER DE DANONINHO, SEU CAPACHO DO CARALHO. SUA MÃE TE FAZ DORMIR COM O REX, AQUELE CHIUAUA FILHO DA PUTA E CHEIO DE SARNA. E DURANTE A MADRUGADA O REX ABUSA SEXUALMENTE DE VOCÊ, ATÓLA A PATINHA DENTRO DESSE SEU CU PELÚDO, SEU FRACASSADO. LEMBRA DA JANDIRA, AQUELA SUA PRIMA MONOTETA ? POIS É, ENFIEI UM TACO DE BASEBALL NO CU DELA. A MÃE DELA DEU O FLAGRANTE NA GENTE E AO INVÉS DE FICAR BRAVA, PEDIU O TACO EMPRESTADO. VADIA DO CARALHO ESSA SUA TIA, SÓ PODE TER APRENDIDO COM SUA MÃE, AQUELA BISCATE. QUE ALIÁS, CONTINUA CHUPANDO O CARALHO DO ZÉ DO PACOTE, O TRAFICANTE QUE MORA AÍ DO LADO DA SUA CASA DE BARRO, SEU FILHO DUMA MACONHEIRA VAGABUNDA. O CABELO DA SUA MÃE É TÃO RUIM QUE ELA FAZ CHAPINHA NOS PÊLOS DO SOVACO E USA UM DESODORANTE COM CONDICIONADOR CAPILAR, AQUELA VELHA CARCOMIDA DESGRAÇADA. VOCÊ FOI ENCONTRADO NO LIXO, SEU MERDA. E ATÉ HOJE SUA MÃE PEDE DESCULPAS PRA DEUS PELO PEDAÇO DE MERDA QUE PARIU. ATÉ TE EMBALOU NUM SACO PRETO ANTES DE JOGAR NO LIXO, MAS VOCÊ É TÃO HORRÍVEL QUE UM MENDIGO TE ENCONTROU E QUASE TE COMEU ACHANDO QUE TU ERA UMA LAZANHA, SEU ESCROTO FILHO DA PUTA. SEU PAI VENDE CARTA DE MAGIC ROUBADA PRA JOGAR UMA HORA NA LAN HOUSE E ENTRAR EM SITE PORNÔ. DEPOIS ELE SE MASTURBA E GOZA DENTRO DO SEU TRAVESSEIRO. ISSO MESMO, AQUELA MANCHA BRANCA QUE INSISTE EM APARECER TODA VEZ QUE VOCÊ ACORDA NÃO É SUA SALíVA, SEU FILHO DA PUTA. VOCÊ SEMPRE FOI O MAIS ALOPRADO DA CLASSE. LEMBRA QUANDO ENFIARAM UM GIZ NO SEU CU ? VOCÊ FICOU UMA SEMANA CAGANDO BRANCO, PARECIA GESSO. E QUANDO VOCÊ IA RECLAMAR COM A PROFESSORA, ELA TE MANDAVA CALAR A BOCA. AQUELA VELHA SEMPRE SOUBE QUE VOCÊ TEM PROBLEMAS MENTAIS, SEU RETARDADO. AÍ VOCÊ TINHA QUE CALAR ESSA SUA BOCA ENQUANTO O GIZ DERRETIA DENTRO DO SEU INTESTINO, HAHA. FRACASSADO, VÊ SE PASSA UMA GILLETTE NESSE SEU BIGODINHO RIDÍCULO. TU PARECE O MANO BROWN, PORRA. E DÁ UM JEITO NESSAS SUAS TETINHAS DE BRIGADEIRO, ELAS ESTÃO COMEÇANDO A FEDER. TODA VEZ QUE EU PASSO DO SEU LADO, SINTO CHEIRO DE CACHORRO MORTO. QUE ALIÁS, SE ASSEMELHA AO CHEIRO DA XAVASCA DA SUA MÃE, AQUELA LEITOA MALDITA. DIZ PRA ELA CONGELAR O FEIJÃO QUE HOJE EU VOU CHEGAR TARDE, SEU PUTO. SEU FILHO DUMA PUTA DO CARALHO SE ENXERGA PORRA… VAI TOMAR NO MEIO DA ÍRIS DO OLHO DO TEU CÚ SEU FILHO DUMA VENDEDORA DE PIROCÓPTERO! SEU PAI VENDE BILHETE DE LOTERIA ESPORTIVA NA FRENTE DA SAPATARIA SEU FILHO DUMA PUTA DO CARALHO.! TOMARA Q SUA VÓ ESCORREGUE NO BOX ENQTO TIVER TOMANDO BANHO E CAIA DE TESTA NA SABONETEIRA SEU CORNO DO CARALHO.! QUERO MAIS EH QUE VC SE FODA JUNTO COM TODA A SUA FAMÍLIA AKELE BANDO DE CATADOR DE GARRAFA DO CENTRO COMUNITÁRIO.! SUA MÃE DA AULA DE MAMULENGO PROS PRESIDIÁRIOS DO CARANDIRÚ SEU FILHO DA PUTA.! SEU PAI ANDA PUXANDO UMA CARROÇA PELA CIDADE CATANDO PAPELÃO PRA DEPOIS FAZER UM PACOTÃO E VENDER TUDO POR 1 REAL! SUA MÃE ENCAPA SEUS LIVROS E CADERNOS COM SACO DE ARROZ TIO JOÃO SEU FILHO DUMA LAVADERA DO CARALHO.! SEU PAI VENDE REDE NO FAROL SEU FILHO DA PUTA.! SEU AVÔ CONSERTA PANELA DE PRESSÃO E AMOLA FACA DE PORTA EM PORTA SEU FILHU DUM PÉ DE AIPIM.! SEU PAI FAZ CARRETO DE KOMBI PORRA… CARALHO.! VAI TOMA NO CÚ SEU FILHO DA PUTA EH ESSA PORRA DESSE CARALHO ESPACIAL VUANU ATRÁS DE VOCÊ PORRA VAI TOMA NO CÚ CARALHO.! QUERO MAIS EH Q VC SE FODA E QUE A TOWNER Q SEU PAI USA PRA TRABALHAR (PERUEIRO FILHO DA PUTA) PEGUE FOGO COM VC, SUA MÃE, SUA IRMÃ, SUA VÓ E MAIS 3 CLIENTES… SEM CONTAR TBM Q QUERO Q TENHA INFILTRAÇÃO NO SEU BARRACO TODO.! QUERO Q SUA FAMÍLIA TODA SEJA VÍTIMA DUMA EPIDEMIA DE MALÁRIA E FEBRE AMARELA.! E DIGO MAIS! DESEJO QUE VOCÊ TENHA CANCER NO CÉREBRO E QUE SUA MÃE CAIA COM O CÚ NA QUINA DA MESA DA SALA.! SUA MÃE GUARDA PÉ DE MOLEQUE E SUSPIRO QUE ELA FAZ PRA VENDE EM PACOTE DE MANTEIGA CAMPESINA SEU FILHO DUMA BISCATE RAMPEIRA E SEM DONO DO CARALHO QUERO MAIS EH Q VC MORRA JUNTO COM TODA SUA FAMÍLIA PORRA CARALHO VAI TOMA NO CÚ MERDA VAI SE FUDER… FILHO DUM SACO DE ADUBO MANAH…! SEU PAI FAZ GLOBO DA MORTE DE BARRAFORTE COM SUA MÃE NA GARUPA FILHO DA PUTA.! SUA MÃE AGUENTA A TORCIDA TODA DO CORINTHIANS E DO FLAMENGO SOZINHA E AINDA PEDE BIS SEU CORNO DO CARALHO, FILHO DA PUTA! SEU PAI É FEIRANTE AQUELE CORNO VENDEDOR DE ALFACE! SUA MÃE PEDE ESMOLA JUNTO COM TEUS TIOS NA FAROL AQUELA MULAMBA DO CARALHO!…SEU MÃE VENDE AMENDOIM SEM CAMISA NO ESTADIO DE FUTEBOL SEU FILHO DUMA VAGABUNDA VADIA! SEU PAI É GAY IGUAL A VOCE SEU FILHO DUMA CADELA SARNENTA, PEGUEI ELE NA GRAVAÇÃO DO PROGRAMA DO LEÃO LOBO PARTICIPANDO DE UMA SURUBA JUNTO COM O CLODOVIL SUA BICHA ENRUSTIDA DO CARALHO!… SUA MÃE É UMA PISTOLEIRA, (E DAS BOAS) FEZ SERVIÇO COMPLETO PRA MIM E PRA MINHA GALERA, SEU FILHO DE UMA VERDADEIRA PUTA MALDITA!…SEU PAI AQUELE CORNO DO CACETE É GARI, E SUA MÃE É VARREDORA DE RUA SEU FILHO DO CAPETA!… ESPERO QUE VOCE SE FODA, MAS QUE SE FODA MESMO, E QUE VOCE SEJA ATROPELADO POR UM TREM, E QUANDO SEUS PEDAÇOS CHEGAREM NO IML, O LEGISTA AINDA COMA SEU CU HAHAHAHA, ATÉ MORTO SE TA DANDO O RABO RAPAZ… SE FODE FILHO DE UMA RAPARIGA DO MATO…SUA MÃE DIRIGI CAMINHÃO COM AS TETAS DE FORA, AQUELA VACA GORDA FILHA DA PUTA! …SEU PAI TEM CARTEIRINHA VIP NO GALA GAY AQUELE TRANSFORMISTA DO CARALHO…PORRA! VAI SE FUDE SEU NERD DO CARALHO!… VOCE NÃO NASCEU, VOCE FOI CAGADO SEU MONTE DE MERDA DO CARALHO" SÃO MITOS DA COPYPASTA AO VIVÃO SEU PASSARALHO DE MERDA, SEU CANTO É COMO O ARROTO DE UM DRAGÃO DEFICIENTE QUE FICOU PRESO TRÊS MIL ANOS DEBAIXO DO CENTRO DA TERRA E QUE SONHA EM DESTRUIR SUA ALMA, SEU ANTICRISTO LEVA-PIROCADA. ALÉM DE TUDO, É UM PAU-MOLÊNCIO QUE OUVE ANAVITÓRIA ENQUANTO SE MASTURBA PRA FOTO DE CADÁVERES RUSSOS MEQUETREFE ABESTADO PÉ FEIO RUIM TIFE CÃO SATANAS DOS INFERNOS BOBONICA FEB PRETA TAPINHA NÃO DÓI ÉÉÉÉ MEU AMIGO É ISSO AÍ EU VOU COLOCAR A LETRA INTEIRA DE SORRIZO RONALDO E VOCÊ FIQUE BEM QUIETINHO PORRA SORRI, SORRI SORRI, SORRI SORRI, SORRI SORRI, SORRI WE WILL, WE WILL ROCK YOU (É O SORRIZO RONALDO) WE WILL, WE WILL ROCK YOU (SORRI, SORRIZO RONALDO) É O SORRIZO RONALDO SORRIZO RONALDO ESSE É O SORRIZO RONALDO ESSE É O SORRIZO RONALDO QUEM VAI TE TACAR A PIROCA O SORRIZO RONALDO CONVOCOU, CONVOCOU (OI) CONVOCOU (OI, OI) AÊ, GAROTO (OI, OI) É A VEZ DAS PIRANHA CARALHO! SORRIZO RONALDO SORRIZO RONALDO CARALHO! É O PICA DO YOUTUBE, ELE TÁ EMBRAZADO GERAL JÁ TÁ SABENDO QUE É O SORRIZO RONALDO PU TA QUE PA RIU TACRACATACARACATACARACATATATATATATACARACATACARACATACARACATATATATATA TATATATA TA TA DE VOLTA É O SORRIZO RONALDO SORRIZO RONALDO, ISSO NÃO É LEGAL É O SORRIZO RONALDO QUE CHEGOU QUANDO VÊ O SORRI, SORRI, SORRI, SORRI, SORRIZO RONALDO ESSE É O SORRIZO RONALDO DO YOUTUBE, O MAIS PICA DO BAGULHO LÁ VEM, LÁ VEM ELAS PODE SOLTAR, PODE SOLTAR VEM MULHER, VAI QUINHENTAS FOTOS POR MINUTO PODE SOLTAR, PODE SOLTAR FUDEU! É O SORRIZO RONALDO SORRIZO RONALDO ESSE É O SORRIZO RONALDO ESSE É O SORRIZO RONALDO QUEM VAI TE TACAR A PIROCA O SORRIZO RONALDO CONVOCOU, CONVOCOU (OI) CONVOCOU (OI, OI) AÊ, GAROTO (OI, OI) É A VEZ DAS PIRANHA CARALHO! SORRIZO RONALDO SORRIZO RONALDO CARALHO! É O PICA DO YOUTUBE, ELE TÁ EMBRAZADO GERAL JÁ TÁ SABENDO QUE É O SORRIZO RONALDO KMKMKKKJJJKJMEU TU NÃO SABE O QUE ACONTECEU OS CARAS DO CHARLIE BROWN INVADIRAM SUA MÃE ESTÚPIDA DE DOIS NEURONIOS CADEIRANTES ESSA ÉGUA BEBE ÁGUA USANDO UM GARFO É REALMENTE UM VEGETAL AMBULANTE FUI PERGUNTAR SE ELA TAVA GOSTANDO DA PIROCADA ELA FALOU ABLUBLÉBLUBLÉBLUUUUUUUUUU CARALHOOOOOO ELA NÃO GEME ELA SÓ U U UUUU FUI BRINCAR DE HE MAN COM SEU VÔ E ELE TAVA COM A ESPADA DE PLÁSTICO NO CU GRITANDO QUE TINHA A FORÇAKKKKKKKKK BRINCADEIRA! ENFIEI LÁ E AMEACEI ELE COM UMA FACA DE CORTAR PÃO, GRITOU QUE FOI UMA BELEZA QUANDO EU GOZEI NO OUVIDO DELE POOOOORRAAAAAAA TAPINHA NÃO DÓI VAI LATINO ESMAGUE MINHA BUNDINHA COMO FAZIA COM SUAS ITALIANAS NA FESTA NO APÊ VAMOS LATINO EU QUERO TAPÃO DE QUALIDADE LEVANTA AÍ MACACO
submitted by dustobbop to Copicola [link] [comments]


2020.05.29 16:43 mateusonego Não aguento mais me arrepender

Bom dia, povo! Espero que estejam sobrevivendo aí, e bem.

TL;DR: Ateu mal-acostumado, ainda projeto o julgamento de Deus em todas as áreas e pessoas, e não suporto mais sentir culpa nem arrependimentos - o único futuro que vejo é me isolando e vivendo sozinho, sem interagir nem construir nada com mais ninguém, o que rouba todo o sentido da vida humana. Não sei mais o que fazer comigo.

Bom não tenho certeza do que eu pretendo com isso, mas eu honestamente não faço mais ideia de que direção tomar, e senti que pôr tudo pra fora pode elucidar alguma coisa. Peço desculpas desde já pela bíblia abaixo (quem ler vai rir da escolha de palavras) mas eu não sei identificar limites e necessidades ¯\_(ツ)_/¯ prefiro dar mais detalhes do que devo.
Enfim, já faz alguns anos que eu tenho depressão. Sempre fui uma pessoa muito ansiosa, a ponto de precisar me consultar a respeito algumas vezes enquanto criança. Me parece que a coisa toda começou principalmente depois que meu pai faleceu (doença cardiovascular - eu tinha 5 anos).
Eu não passava o meu dia com meu núcleo familiar (minha mãe sempre trabalhou, eu sempre fiquei com uma tia até pelo menos os 12), então ficava o dia todo na TV e quando chegava em casa a noite ia direto pro computador. Eu sou negro (sempre sozinho em espaços brancos, só bem mais tarde eu ia entender o que isso significava e começar a perceber as consequências), sempre fui mlk de prédio (cohab - de bem favorecida minha família não tem nada, mas graças a Deus nunca passamos fome), e minha mãe não percebeu o quanto eu me fechava conforme o tempo passava. Passei minha infância inteira brincando literalmente sozinho, fazendo todos os papeis etc rs e nem sei dizer o quão rápido me acostumei a passar o tempo integralmente dentro da minha própria cabeça.
Porque eu não entendi muito bem a morte do meu pai, e por conta de como eram as coisas na minha família (minha tia era paranoica, meu tio era um absoluto escroto em todas as áreas, minhas primas eram frustradas e descontavam um pouco em mim - nada demais, minha família sempre foi bastante amorosa, na verdade, não posso reclamar disso -), e por conta de eu passar uns 25% do meu tempo com minha mãe no máximo, que quando tava comigo tava cobrando sobre a escola etc, papo padrão de mãe ausente (não culpo ela em nada, minha mãe sempre foi esforçada pra cacete e lutou muito pra subir aos poucos na vida, sempre se fez o mais presente possível e demonstrou amor incondicional, sempre deixou claro que me ama não importa a merda que eu faça - mas o fato é, ela sempre me cobrou muito das coisas, não exatamente da forma mais inteligente), minha terapeuta disse que meu cérebro me responsabiliza de alguma forma pela ausência do meu pai (como se eu tivesse cometido algum erro, e por ISSO ele tivesse saído da minha vida), e hoje entendemos que meu cérebro associou toda essa mistureba como: "não posso errar, nunca, preciso ser capaz de cuidar das minhas responsabilidades, se não os outros não vão querer saber de mim, e eu ainda posso prejudicar eles, pôr o esforço deles a perder, então eu nunca posso fazer nada que não seja a melhor e mais perfeita coisa que eu poderia ter feito no momento".
Soma-se a isso o fato de minha família ser aquelas tradicionais evangélicas neo-petencostais, e toda minha insegurança foi armada e munida: eu sempre levei a coisa a sério, me esforcei para viver de acordo com filosofias ou de acordo com as conclusões que eu chegasse, achava que era questão de vida ou morte (ser salvo ou ir pro inferno) que eu ponderasse muito sobre minhas escolhas e fosse compromissado - só assim eu verdadeiramente estaria fazendo a vontade de Deus, só ignorando o mundo e as tendências e me reservando a ficar sempre na contra mão.
Eu nunca me senti bem, feliz ou satisfeito. O estado mais positivo que eu já consegui alcançar foi "conformado", mas mesmo enquanto amparado pela fé, eu não via muito sentido nas coisas, não conseguia enxergar propósito que não fosse Deus, e a forma de lidar com esse propósito - combatendo o mundo, pra convencê-lo a se salvar - me frustrava. Mas a coisa tomou outro patamar quando, depois de uns anos levando a sério a religião, eu me dei conta que não cria em mais nada. Aí, a depressão que se mascarava como descontentamento se assumiu de verdade, e só então eu reparei há quanto tempo eu andava desejando morrer mas não admitia para mim mesmo. Foi só quando eu parei de encarar o suicídio como um pecado, que eu passei a reconhecer com quanta intensidade eu sempre flertei com ele. Isso faz uns 10 anos, e de lá pra cá, a vontade de abandonar tudo só cresceu - e hoje eu sinto que isso é especialmente pq eu passei o papel de "Deus" pras outras pessoas, ou pra sociedade: cada ação minha está sendo pesada por alguém - ou será pesada por cada pessoa que passar pela minha vida - e meus acertos determinarão meu valor enquanto pessoa.
Nunca tive problemas para ter amigos, mas sempre me senti bastante deslocado (negro e cristão, né, nunca me sentia completamente pertencente). Sempre fui inseguro e sem malícia demais pra ter atitude para ter um relacionamento, e como eu era cristão e tem toda a parada de sexo etc, enfim, eu fui demorar para ter meu primeiro relacionamento, que eu abri mão pq não dava conta de quão mal eu me sentia, do quanto eu me cobrava ou me culpava por tudo, do quanto de ciúmes que eu sentia, etc.
A vida passou, eu deixei de ser cristão, comecei a entender melhor a sociedade, comecei a fumar maconha, fumei muita maconha, e no meu 3º relacionamento minha namorada percebeu que tinha coisas dentro de mim com as quais eu não sabia como lidar, e me convenceu a fazer terapia, por mim, e por nós. Eu comecei a fazer. entendi muitas das coisas que mencionei aqui, tivemos anos de muita alegria, fomos morar juntos, eu seguia com a terapia e tomando remédios etc, até que... fomos nos afastando... e eventualmente terminamos. Na época eu não sabia direito identificar o que tinha acontecido. Hoje, eu acho que fumávamos demais, eu em especial, e não estava me esforçando de verdade para estar com os outros e fazer coisas novas, eu só queria saber de fumar, tava afstando ela da família dela, enfim... provavelmente acabei entregando um relacionamento tóxico pra ela, ou até abusivo.
Eu moro sozinho há uns 2 anos e meio agora. Sigo fazendo terapia e tomando remédios (só 10 por dia). Continuo fumando maconha, pq é a única coisa que alivia o dia-a-dia, tentando reduzir bem (hoje fumo 1/3 do que fumava no começo do ano, por ex - mas ainda fumo um pouco todos os dias, e minha psiquiatra sabe). Eu sei que isso já detonou minha noção de tempo, realidade, felicidade, vida, etc... Estou ansioso num nível que, de tanto mexer o meu calcanhar, eu literalmente to com problemas pra descer escadas ou ladeiras, sei lá, meu músculo buga e começa a tremer.
Eu tive um relacionamento no fim do ano passado, mas invadi todos os espaços dela sem a menor paciência, cobrava atenção que não fazia sentido pro que tínhamos, enfim, creio que projetei uma "continuação" do meu último relacionamento, não soube identificar como recomeçar a conhecer e ficar com alguém.
Nos últimos meses minha mente abriu muito pra muita coisa, e eu deixei de me culpar de muita coisa. Entendi algumas das minhas limitações, e que eu poderia escolher a vida que eu queria levar, dia após dia, eu posso escolher como levar meus dias. Eu trabalho, pago minhas contas, tenho um relacionamento ok com minha família, não devo nada a ninguém. Entendi por ex que eu provavelmente não tinha machucado minha última companheira, mas eu sem dúvidas frustrei muito a ela e a mim, e absolutamente gratuito.
Enfim. To há mais de um ano sem conseguir dormir 5h seguidas (serião), e aí pow, quarentena, não tenho o que fazer além de pensar na vida. Antigamente eu via muitos filmes e séries, ouvia música o dia inteiro etc, ultimamente SÓ consigo ver animes (não sei se pq os episódios são curtos, por conta da variedade, se é pq eu sou uma eterna criança, se é pq eu acho mais fácil refletir em cima das problemáticas...). Não aguento mais sonhar com o passado, não aguento mais sentir saudades das pessoas que passaram pela minha vida (especialmente minha noiva), não aguento mais não ter perspectiva nem vontade de futuro. Faz alguns meses já que eu tenho certeza absoluta que só estou vivo ainda pela minha família. Eu não queria, não tenho força nem ânimo pra sonhar com nada que eu queira pra mim, ou com nada que eu acredite que possa alcançar. Eu sinto que nenhum esforço pra ser feliz ou chegar em lugar nenhum nunca vai compensar as tristezas, as dores, e acima de tudo, os arrependimentos. Por mim, posso dizer isso sem medo algum, eu já tinha ido embora há alguns meses. Tenho até umas receitas naturais salvas pro dia que a coragem chegar (mas ela nunca vai chegar, eu nunca faria isso com minha mãe e meu irmão)
O que me mata são os arrependimentos. Eu demorei, mas entendi que tem muita gente pelo mundo, e que as pessoas vem e vão mesmo, isso é inevitável, e não precisa ser negativo. Eu não tenho "medo" de nunca encontrar ninguém, por exemplo. Mas meus sentimentos de culpa são TÃO fortes que eu nunca mais quero arriscar sentir isso por ninguém. Nunca mais quero sentir que decepcionei alguém, e tb não quero me frustrar. Eu sou honesto demais (acho que deu pra perceber), e embora leia MUITO as pessoas, nunca aprendi a lidar com o ritmo do mundo ou com a relação que as pessoas tem com a própria vida - esse ano me dei conta que continuo absurdamente religioso com a vida, to tendo que desconstruir pra entender como não encarar cada segundo como uma responsabilidade de tomar a decisão certa. Mas ainda dói demais pensar que eu machuquei as pessoas, e me dar conta que eu perdi oportunidades e pessoas por ser burro e egocêntrico. Ainda encaro os acontecimentos como decisivos, ou "destino". E decidi esse ano que ia me concentrar em mim, juntar uma grana, melhorar um pouco de vida e tal - mas quarentena, e aí no meio dela eu vi o quanto eu ainda me sinto dependente da validação dos outros (é um pouco de carência tb sim, mas é realmente uma necessidade de validação absurda), e que precisava aprender a superar.
Mas os dias passam, e minha cabeça não muda: to sozinho pq fiz muita merda, pq fui ansioso e egoísta, sou estranho e introvertido demais pra me relacionar com amigos ou parceiras de qualquer grau, e, como sei que preciso ficar vivo, pelo menos até minha mãe morrer, a única estratégia que eu vejo é se eu me fechar pra todo mundo e aprender a me aceitar sozinho. E eu realmente não posso dar brechas pra ninguém participar da minha vida, pq as preocupações me consomem, e eu sinto o arrependimento antes mesmo de fazer qualquer coisa.
Bom, é isso. Se você chegou aqui, parabéns. Recomendo agora um Neil Gaiman, um C. S. Lewis, ou pq não um Marx né. Como eu disse, não sei onde eu quero chegar. Acho que só precisava pôr pra fora. Por favor fiquem mais que à vontade pra comentarem qualquer merda, não to esperando ajuda nem forças, nem compreensão na verdade, mas eu sei que vcs vão me entender (talvez eu esteja procurando perdão, ou redenção?). Se alguém tiver passado por qualqueeeeeer coisa parecida, tamos aí para conversar.
Mas é isso amiguinhos, não se deixem acumular culpas, nós raramente temos, o mundo é difícil e cruel e cada favelado é um universo em crise. Sempre erraremos e sempre teremos de dar um jeito de levantar no dia seguinte. Cabe a cada um escolher como e com quem quer fazer isso. Boa sorte pra nós, pois Brasil. Muito amor, paz e saúde.
submitted by mateusonego to desabafos [link] [comments]


2020.05.27 14:29 RN118532 Por que o marxismo cultural existe e é o ópio dos evangélicos

Imagino que vocês já devem estar acostumados com esse tipo de post. Estou postando no reddit porque eu honestamente não sei onde mais postar e queria ver se alguém mais está sentindo o mesmo que eu. Nem sei como usar alt, então posto pela minha conta mesmo, que só uso para ver memes e coisas de jogos e séries que gosto e evito discussão política para o bem da minha sanidade.
Eu quero começar dizendo que sou evangélico, creio que a Bíblia é a palavra de Deus e que Jesus ressuscitou no terceiro dia. Para dar uma ideia, eu creio que os credos (Apostólico, Calcedônico, entre outros) são válidos, assim como os Solas da Reforma, apesar de não ser de igreja reformada, e as confissões de fé, como a confissão de fé batista de 1689. Eu faço questão de fazer essa introdução para dizer que sou o que muitos poderiam chamar de “fundamentalista”, mesmo que eu não goste muito do que o termo se tornou, e digo isso porque estou frustrado com a situação da igreja evangélica.
Eu cresci em lar evangélico e sempre tive uma vocação de carreira acadêmica, por isso sou pós-graduado. Achava que ia ser teólogo, mas acabei me formando em economia, o que é quase a mesma coisa. Por isso, desde cedo, estudei bastante teologia e lia muitos teólogos e filósofos conservadores; conhecia a obra de Olavo de Carvalho quando adolescente, acreditava que os não-cristãos esperavam o momento certo para usurpar tudo o que entendemos de civilização; tentei uma vez argumentar sobre marxismo com meu professor de história – mas sem ser maneira, por assim dizer, escrota, ele até que gostou quando eu mostrei uma refutação do marxismo que retirei de um livro de cosmovisão cristã.
Uma das coisas que esses filósofos conservadores de internet conseguem fazer bem é convencer a pessoa de que ele está em um grupo de “nós” contra “eles”, portanto fui exposto a essa retórica de marxismo cultural (nota: meus pais não têm nada a ver com isso, eu achei tudo sozinho, meu pai pode ser bolsonarista, mas ele nunca fez questão de falar nada disso comigo). Eu era bastante conservador no ensino médio, só que não demonstrava.
Continuei conservador quando fui para a faculdade, fazer economia, uma das disciplinas mais conservadoras que existem. Fui austríaco por um bom tempo, até ancap, mas deixei os ancap porque eles são insanos, mas continuei um austríaco mais moderado. Eu sei que existem diferenças fundamentais entre liberais e conservadores, mas a grande maioria deles no Brasil votam nas mesmas coisas, então é comum ver os dois juntos. Eu fui parando de acreditar que as doutrinas liberais de mercado livre são as melhores porque eu passei a ver as contradições e decidi que eles não estavam corretas, mas isso não vem ao caso neste post.
Eu quero dizer que se houver uma ditadura bolsonarista no Brasil, a igreja evangélica vai ser um dos seus principais pilares por causa da retórica do marxismo cultural. Essa retórica é como se fosse crack – o ópio dos cristãos, porque cria um inimigo conveniente demais aos cristãos, incluindo os evangélicos.
Mas você pode argumentar que “marxismo cultural” não existe, é uma invenção, é uma interpretação errada. Como todo o respeito, DÁ PARA FICAR QUIETO! O marxismo cultural existe na cabeça de milhões, dezenas de milhões de pessoa! Não importa se você acha que ele não existe, porque se ele não existisse, nós teríamos que criar ele e, notícia de última hora, ele já foi criado pelo Olavo de Carvalho e dos autores americanos que ele imita. Para os mais estudados, é um efeito performativo. Eu já vi até retiros espirituais cujo tema era estratégias de luta contra o marxismo cultural. Por exemplo, muitos cristãos ficam com medo de sair na rua em dia de Parada Gay, nesses cultos de domingo a igrejas têm lugares vagos, para ver o quanto essa retórica influencia.
A questão é que o marxismo cultural influencia tanta gente. Eles acreditam que a família está sobre ataque, que nas faculdades se ensina o ódio ao cristianismo e a tudo que ele representa, que eles querem forçar as igrejas evangélicas a fazerem casamentos gays. Não somente isso, mas essa atitude também está por trás do aumento da criminalidade (porque a desestruturação social causada pela mudança de estrutura de produção não vem ao caso). Não podem acreditar que é algo decentralizado, então eles acreditam que deve haver um grupo secreto que está construindo a Nova Ordem Mundial, controlado por satanás, que está usando tudo para fazer com que isso ocorra.
Por isso que o Bolsonaro é um herói para eles. Ele vai guiar o povo brasileiro na luta contra essas forças do mal, com disciplina militar. Eles acreditam que o crescimento evangélico ocorreu por causa das condições criadas pela ditadura militar e parecem achar que se houver uma nova talvez possa crescer ainda mais.
Mas, não, a esquerda quer destruir o mundo por motivo nenhum, a não ser por causa da maldade do coração deles. O que o pessoal do “marxismo cultural não existe” parece não perceber é que, quando você tem um inimigo poderoso demais, o vale-tudo impera. Na faculdade estudei incentivos. Se os protestos contra a quarentena fossem só protestos, seria menos ruim. Mas quantas vezes nós vimos buzinaço na frente de hospitais, ataques a profissionais da saúde, aquele acampamento até com armas? Eles dizem que é para se defender, mas defender de quem? Desses “marxistas culturais” é claro.
Contra um inimigo tão poderoso, o caráter se torna prescindível. Truculência é justificada por valores superiores, como os da família. Numa crítica à apatia da igreja, um pastor falou num culto que eu estava: como é que um país com 30% de evangélicos tem 60 mil assassinatos por ano? Com a presença da retórica do marxismo cultural você não precisa fazer essa pergunta. Essa é também a estratégia para ignorar os problemas sociais, jogando o fardo pra cima da pessoa e é no fundo dizer “não é problema meu” – como disse Caim, “sou eu guardador do meu irmão?”
Um dos fatores que me fez abandonar o conservadorismo, além da esterilidade, foi que não existe autocrítica – olhe o Bolsonaro, quando ele é encurralado, ele dobra no que ele fala porque a cada desculpa que ele pede, ele perde 50 mil eleitores. Eles amam a arrogância do Bolsonaro porque o conservadorismo tornou a arrogância em uma virtude, humildade é bom nos outros. Com isso, eles elegem líderes que parecem consigo mesmos, pois eles não podem admitir que a esquerda pode não estar nem completamente errada. O marxismo cultural se torna o bode expiatório perfeito, porque a fonte de virtude é a luta contra essa ideologia demoníaca ao invés de procurar melhorar a si mesmos.
Em muitas igrejas, os pastores reclamam nos cultos que muitos jovens abandonam a fé quando vão para a faculdade, e novamente atribuem a essa influência demoníaca. Parece que não passa pela cabeça deles que eles demonizaram os não-cristãos por anos e, quando eles começaram a ver como os outros pensam, viram que não é bem assim. A mesma coisa com a mídia, a maioria esmagadora dos filmes cristãos são lixo, só server para passar a mão na cabeça do crente, mas é a única representação que a comunidade evangélica tem de si.
No fim, eu tenho que admitir que muitos evangélicos que se identificam com ideias de esquerda ou que não seguem a cartilha à risca (para incluir alguns cristãos de direita que percebem os problemas dessa abordagem) são desprezados. Eu fui quando tentei falar disso, um ex-pastor meu começou a me ignorar e a falar de Cuba aquilo, Cuba isso, como se meus doze anos estudando economia não valessem nada. Uma das razões pelas quais eu entrei pro curso de economia era que eu queria produzir algo voltado para Deus, discutir questões econômicas e religiosas, para contribuir para a igreja. Mas, hoje, eu sinto que a igreja quer ouvir coisas que a agrade, que siga a cartilha da retórica do marxismo cultural, e eu não posso produzir isso sem peso na consciência. Hoje em dia eu tento ser pluralista, não sou um economista ortodoxo (provavelmente nem sou economista), tento ler intelectuais sérios de direita como Charles Taylor e Russel Kirk (quem diria que é possível criar uma ideologia conservadora sem marxismo cultural?), mas ainda fica aquele desgosto. Tipo quando vejo o Emir Sader ou qualquer que seja o filósofo cabelo arco-íris de twitter falando besteira, eu posso rir deles de quão errados eles estão (eu tenho Tumblr, eu sei que essa corja existe), mas quando vejo o Olavo e seus asseclas só fico frustrado. Eles não conseguem entender que essas ideologias de esquerda existem porque, como disse um cardeal, a igreja fracassou.
Vejam os resultados: no tratamento da pandemia, enquanto que os países que confiaram em cientistas já estão abrindo, os países com governos de direita são os que mais se atrasam – Rússia (suicidaram médicos que tentavam falar do problema), EUA (passando dos 100 mil mortos), Hungria (ditadura praticamente proclamada – porém eu vi que o judiciário ainda está lutando contra), e agora Brasil com uma pessoa sem caráter nenhum no poder, igualmente cercada de outras pessoas sem caráter nenhum, e essa falta de caráter não é problema para a igreja evangélica e outros conservadores. É como se o coração deles tivesse endurecido e, se vocês se lembram da história de Moisés e faraó, vocês sabem o que acontecem quando isso ocorre.
E depois, quando você aponta isso, eles falam “ah, mas a esquerda faz isso e isso”. Dá para perguntar porque eles têm tanta inveja dessa capacidade da esquerda de sair impune? Sou um esquerdista horroroso, a saber. A teologia da libertação, por exemplo, nem sei se acredita em Deus, me parece uma série de comentários seculares com roupagem religiosa, enquanto que a teologia liberal definitivamente não crê em Deus – Bultmann acreditava em um troço, mas até o monstro espaguete voador é um deus mais interessante do que qualquer coisa que Bultmann acreditava. Posso falar sobre outros assuntos que toquei nesse post, mas me foquei nesse. Enquanto isso, quem dera se o problema fosse apatia.
submitted by RN118532 to brasil [link] [comments]


2020.05.20 11:11 digoritty Helo

De novo eu fiz isso. Olhei para o meu lado e não quis ver o seu. Nem sei pelo o que “estamos” passando. Falo desse momento confuso meu e de não saber aproveitar. É difícil falar sobre essas questões momentâneas. Não quero me sentir um peso, em situação de pena. Não quero cobrar por atenção, isso não sou eu. Mas por que diabos sempre dou uma mancada? É o fato de sentir saudades, o não estar e não poder controlar sentimentos vagos? Tu falou isso, que poderia te ligar, podemos resolver falando um com o outro, mas me sinto péssima sempre que te ligo, algo que eu preciso resolver. Sabe quando a gente corre atrás da pessoa e ela caga por você? É assim, que me sinto. Não falo de você não se importar com o que falo, mas de eu me sentir como se o que estivesse falando fosse “nada.” Puxa, escrevendo desta maneira, me coloco muito em uma posição, diria de me rebaixar, faço isso comigo e nem percebo. Não sei lidar com a distância, nunca soube. Tem a ver com o abandono. Nunca soube lidar, mas já melhorei muito, não to 100%, porém aprendendo. Usar “métodos” como o telefone me deixam com um sentimento estranho. Como se estivesse pedindo “por favor, fala comigo,” como se estivesse implorando por sua atenção. Por mensagem sinto um vácuo a cada resposta sua de meia hora, duas, cinco ou no outro dia. Onde eu me encaixo nisso tudo? To lendo e escrevendo e parece que não me valorizo pela mulher incrível que eu sou. Não quero viver de migalhas e nem de cobranças. Não quero me sentir pouca coisa. Eu não me sinto isso, mas desse jeito me consta essa “cobrança.” Essa geração tá acabando comigo. Como que vocês criam laços e círculo de amizades com a ausência? Eu cresci de um outro jeito, to tentando lidar, sempre quis melhorar isso, trabalhar o meu equilíbrio emocional e ter a mente aberta sobre coisas novas. Eu juro, procurei ajuda nesses últimos meses, juro por Deus!! Depois de setembro/outubro corri atrás disso. Mas não consegui, primeiro veio o carnaval, as pessoas entraram de recessão e por último veio o covid, sem contar que perdi minha consulta para ele. To sem saber se tem alguma vitamina ou algo faltando no meu organismo. Não sei se são os meus hormônios, não paro de emagrecer. Deu algo nos meus exames kkk Também não quero justificar o meu corpo e mente por serem responsáveis desse meu humor constante. Sei que tu não aguenta mais os meus textos e nem manter uma conversar pelo celular. Sei que já não sou igual ao que eu costumava ser. Fiz isso comigo esses dias, refleti que não me encaixo em nenhum grupo, não me sinto pertencente à nada nessa terra. Mas a grande insatisfação é por ter que sentir e fingir que não sinto. Outro dia queria te mandar um bom dia, dizer que estava morrendo de saudades, mas desisti, e a cada minuto desisto de ser eu, de demonstrar sentimentos, me sinto vazia e me sinto desconfortável em não saber me posicionar mais sobre nós. Não quero isso, sabe? Ser fria. Me sinto desonesta comigo mesma. Não me sinto verdadeiramente eu quando tenho que ser seca, ou não te responder na mesma hora que tu me escreve. Que diabo de ser humano eu virei? Credo. Não quero mudar por causa de aparelhos tecnológicos. Quero mudar por mim. Não me importo com pessoas, mas com as quais eu divido algo. E isso não é falta de amor próprio. To me preocupando com que vida eu quero levar e com quem eu quero estar. Nesse momento, temo em não sentir mais nada pelas pessoas que amo, já não tenho pela humanidade. Kkk Essa pessoa não sou eu. Não me sinto e nem quero ser esse mundo caótico. To sendo muito infantil ao ter 30 anos? Por muito tempo pulei algumas dessas etapas de amadurecimento. Sempre te falei que não cresci em um ambiente de lar normal, por isso não sei o certo, muito menos justifica acreditar que posso agir dessa maneira. Você me disse que não pode segurar a minha mão, mas que está do meu lado. Não entendo isso. Em que ponto você está do meu lado? Se te mando um oi, tu me responde eu to ótimo e a conversa para. Será que tudo isso é saudade só minha? Porque eu to morrendo dela agora. Hahaha Olha, eu sei um pouco sobre as suas vontades, sei que você é bem mais racional que eu, por vários momentos tu sempre foi. To tentando não ser “aquele tipo” de pessoa que tu odeia e que eu detesto! Não quero cobranças igual a ti, mas me sinto assim, com saudades de te ver. Será que fiquei para trás e não percebi ainda? O meu simancol é bem mais genérico do que parece. Ele vária entre paranóias e “o que será que ele quis dizer?” Até agora to sem entender sua mensagem, “não quero um amor...”, já não lembro da frase, mas você meio que deixou claro ali, por algum motivo que não consigo entender, que não queria um tipo de amor egoísta. Um tipo de obsessão em que um dos lados só enxerga o próprio rabo. Senti que estava sendo descartada pela sei lá que vez kkkk Mas me mandar isso por mensagem de celular e querer parecer o “bom” foi um golpe baixo. Minha paranoia diz que você me despacha quando tá tudo bem, na merda tu me procura, diferente das outras pessoas, tu nunca teve um não meu. Culpa minha! Admito que o amor me cegou. Mas não me arrependo. Fui toda euzinha, só não pude controlar sentir tudo isso na flor da pele. Foi mais intenso que os outros caras. Quase igual ao japa, até no aeroporto eu tive que ir para pensar. Vou lá para poder me enxergar de uma outra maneira. De que tudo isso pode ser um caso banal e complicado que eu mesma crio em defesa ao que realmente eu sou e consigo vencer sozinha.
Continuando, outro dia falamos sobre pessoas estarem tão bem que esquecem das outras. Tu disse que não esquecia. Mas até eu esqueço de mim kkk Esqueço de esquecer essas coisas vazias das quais eu luto “every single day.” Você ainda está aí? Sei que escrevi muito, me sinto bem quando escrevo. A forma que encontrei de sobreviver a este mundo, já que ninguém me ouve. Sei que sou complicadinha e segundo raimundos que erraram na letra, não sou perfeitinha!! Não sei o que você está passando se não me falar ou quiser me ouvir, por ter crise de “mulherzinha carente.” Sei que nem sempre tu quer me falar. Mas eu estou aqui. Sempre estive aqui por nós. Sou tola, né? Mas eu amo essa inocência, pureza, essa garota/mulher que habita em mim. Ahhh, ainda crio a maldita expectativa. Também não controlo isso, nunca controlei, tento desarmar esse erro que cresceu e faz parte de mim. De tudo que escrevi, só queria dizer que estou com saudade, Guiii. Tu nem precisa responder a isso tudo. Tá, vou morrer de tristeza, porque escrevi de madrugada e foi tudo tão verdadeiro. Tome o seu tempo, mas me liga!!! Mesmo quando você estiver “bem!” To com o outro chip tem semanas e nada de tu me ligar. Sei que você é mão de vaca ou tá de rolo e não tem tempo pra mim, mas me liga! Sinto a sua falta e já tentei cortar esse cordão umbilical há muito tempo. Disseram que o tempo cura tudo. To tentando me curar. Mas já tem uns sete meses. Sei que tu não quer e nem vai segurar a minha mão. Isso dói ouvir. Acho que não estou vendo o seu lado, porque você nunca me deixa ver. Por que sempre tenho os meus porquês? Quando foi que não deu certo? Eu sei de nós. Sei que a cada dia está mais longe. Ontem assisti um filme sobre isso. Achei incrível que nunca tinha visto esse lado em filmes infantis. Pessoas deixando as outras para fazerem a sua vida. O amadurecimento e a vida adulta. É disso que falava o filme. Não quero te comparar a ele. Mas tu me disse que não pode segurar a minha mão, mas está aqui por nós.
Nem sei mais o que escrever.
Tá tarde e ainda não dormi. Nem durmo mais. Ficou um pouco depressivo, mas foi um pouco de mim.
submitted by digoritty to escrita [link] [comments]


2020.04.28 08:12 salabin Câncer em Estágio Avançado

Minha namorada está lutando contra um câncer fazem dois anos. Tivemos altos e baixos na doença porém agora atingiu um ponto que radioterapia e quimioterapia não dão mais conta. Ela está internada no hospital recebendo fortes medicamos para aliviar a dor.
Nos conhecemos com 15 anos e estamos juntos fazem 7 anos. Ela é a mulher mais doce, sensível e querida que já conheci na vida, sempre nos demos muito bem e eu nunca acreditei que encontrei alguém pra mim tão cedo, mesmo nunca tendo almejado isso. Ela é a única pessoa com quem eu realmente me comunico e que sinto que me entende, me dando apoio em tudo o que faço.
São tantas memórias acumuladas, a existência dela é intrínseca ao meu dia a dia fazem anos já, tantos filmes, músicas, fotografias, simplesmente tudo que me rodeia é fruto de uma personalidade que desenvolvemos juntos.
Não sei se estou preparado para perdê-la (existe como?). Tem dias que acordo envolto por um vazio, me encolhendo na cama e me sentindo perdido. Tem noites que não durmo pensando como serão as coisas depois que acontecer. Em quem vou confiar? Quem vai me entender como ela entende?
Tenho consciência que isso vai passar e vou superar (completamente?) a perda. Mas quanto tempo vai demorar? Quantas noites e dias em sofrimento por não poder mais compartilhar a foto de um doguinho ou um meme com ela? Quantos dias acordando me sentindo em um vazio, gelado e coberto pela escuridão?
Para os que leram até aqui: Entreguem todo o amor de vocês as pessoas que são queridas por vocês. Conforte-as, sejam felizes, aproveitem o tempo que vocês tem juntos e não desperdicem com brigas bobas.
submitted by salabin to desabafos [link] [comments]


2020.03.30 21:14 estreladosmangos [TL;DR] Aplicando o "declutter" na sua vida digital

Oi amigos, tudo bom?
Como eu tento ser adepto ao minimalismo e como recentemente eu li alguns artigos bem bacanas sobre o assunto (links ao final), gostaria de compartilhar com os senhores o que ando fazendo com minha vida digital. O post pode ser longo, e a ideia é fomentar o debate e o surgimento de novas ideias.

Por quê o minimalismo me ajuda?

- Porque MENOS é MAIS; - Porque quanto menos coisas ao seu redor, menos coisas com que se preocupar; - Porque quanto menos coisas ao seu redor, menos coisas para te encher o saco; - Porque quanto menos coisas no seu celular, maior será a durabilidade dele e da bateria; - Porque quanto menos coisas se tem, mais fácil é de encontrá-las; - Porque quanto menos coisas se tem, mais fácil é para fazer backups de segurança; - Porque quanto menos coisas se tem, menos espaço se ocupa em serviços de nuvem e no disco rígido;
Dividirei o post em tópicos e subtópicos para facilitar a leitura. Vamos lá?

1 - E-MAILS

a) Atualmente eu possuo dois emails pessoais (para facilitar vamos nomeá-los como ANTIGÃO e NOVO. Este último criei após mudar meu nome), um para a universidade (pós-graduação), um para o trabalho e um para meus trabalhos como freelancer. Vou passar a usar definitvamente somente o ANTIGÃO. Vou redirecionar as mensagens do NOVO para o ANTIGÃO e configurar filtros e marcadores do gmail para gerenciar quais mensagens foram enviadas ao NOVO. A partir daí vou alterando meus cadastros nos serviços que ainda usavam o NOVO. O objetivo é ficar somente com o ANTIGÃO em definitivo.
b) Eu tinha muitos marcadores. Resumi muita coisa. Por exemplo, eu tinha um marcador para cada viagem que eu fazia. Eu criei um marcador TRAVEL e mandei tudo pra lá, excluindo os outros. Tinha um marcador WORK e um WORK - IMPORTANT. Resumo tudo em um só. A ideia é ficar com o mínimo de marcadores possível.
c) Uso de FILTROS: os filtros são uma mão na roda para você definir um lugar para cada email no momento que ele chega. Por exemplo, emails da STEAM coloquei em um marcador que ignora a caixa de entrada. Desta forma, eu a) não recebo notificação no celular e b) não enche minha inbox de coisas inúteis.
d) Uso de ALIAS: nem todos sabem, mas o Gmail (não sei quanto aos outros servidores de email) permite o uso de ALIAS (apelido). Ou seja, em sites que tenho cadastro e não uso muito, eu criei um alias "[seu-nome-de-usuario][email protected]" e configurei um filtro. Objetivo: não notificar e não encher a inbox (nem a cabeça) com coisa inútil. Periodicamente checo se tem algo relevante por lá. Para usar, é só você colocar o sinal de soma (+) após seu login, seguido de ["@gmail.com](mailto:"@gmail.com)" nos formulários de cadastro, que ele chega normalmente até você na sua inbox. A partir daí é só criar marcadores e filtros.
e) INBOX ZERO: bem antes de descobrir que existe este conceito eu uso o INBOX ZERO, que consiste em (obviamente) não ter mensagem nenhuma na caixa de entrada. Para cada mensagem que chega é necessário dar um encaminhamento. Seja spam, lixeira, algum marcador ou transformá-la em alguma tarefa (em algum app de tarefas, sobre esse assunto podemos criar outro post depois). Repito, o uso de marcadores (pastas) e filtros é essencial para se obter um INBOX ZERO.
f) Exclusão de emails: é possível você excluir os emails mais antigos e inúteis e, melhor ainda, excluir os mais pesados (aquipode ter uma ideia melhor). Desta forma libera espaço na sua conta.
g) O site Unroll.me vasculha todos os serviços que seu email está cadastrado e permite o descadastro de newsletters e outras mensagens indesejadas, faça o teste.

2 - CELULAR

a) Papel de parede todo preto: não detalharei aqui, mas existem estudos que indicam que um wallpaper com poucas cores ajuda na economia da bateria. Além disso, cores vibrantes e diversas são um sinal para o cérebro que aquilo merece atenção (também há estudos que indicam isso, tanto que há apps que tornam a tela do celular preto e branco somente, ou seja, menos atrativo, mais sem graça, sacam?). O meu papel de parede é todo preto.
b) Whatsapp: aqui cabem umas subseções
c) Pasta NATIVOS: crie uma pasta com todos aqueles apps nativos do SO do celular que você não usa ou pouco usa e coloque em último lugar da fila. Isso ajuda a organizar melhor a aparência. Nota: faça isso caso você não consiga exclui-los, claro.
d) Excluir apps que não usa: "Ah, mas UM DIA eu vou usar". Baixe-o quando este dia chegar.
e) Uma pasta para MENSAGENS: Aqui coloque apps de email, SMS e mensageiros (wpp, telegram...). Tente checar poucas vezes ao dia e não a todo instante. Coloque na segunda ou terceira página de apps.
d) Restringir uso: alguns SO possuem apps para medir quanto o uso do celular, quanto tempo ele fica ligado, quanto tempo em qual app, etc. Tente definir limites para o uso de apps não produtivos (Instagram, Jogos, Netflix...). Eu, por exemplo, coloquei o Reddit somente com 30min/dia :(
e) Notificações: desabilite o máximo que puder, sério. As notificações DRENAM sua atenção, e você deve receber umas 100 por minuto, né? Desabilite TUDO. YouTube, Whatsapp, Instagram, Rappi, iFood. Deixe somente as imprescindíveis: Uber (talvez), Alarme, Ligações.
f) Paginação de apps: na primeira página, somente os apps essenciais e os que te ajudam na produtividade. Spotify/Deezer, Podcast, Ajustes/Configs, Calculadora, Foto. Quanto mais inútil o app mais pro fim ele deve ficar.
g) Ative o não perturbe do seu aparelho sempre que precisar concentrar em alguma tarefa. Se for algo urgente, a pessoa irá te ligar (configure seus parentes próximos como "Favoritos", daí o "Não perturbe" permite que o telefone toque). Configure o Não Perturbe para ligar das 21h~07h.
i) Use um gerenciador de senhas. Eu uso o Enpass. Facilita muito sua vida. Centralize tudo ali.

3 - NUVEM

a) Exclua ou mova para um HD Externo/DVD todas aquelas pastas/arquivos que você não mexeu no último ano e nem tem previsão de mexer. Se der, compacte. Tirando da nuvem você ganha espaço!
b) Renomeie suas pastas colocando números, por ordem de prioridade. Exemplo: 01 - Planilhas, 02 - Fotos, 03 - Trabalho, 04 - Facul.
c) Esvazie a lixeira.
d) Tente unificar todos os seus arquivos em uma nuvem só. Se for o caso, pague pelo serviço. Eu pago o pacote básico do Google Drive, mas minhas coisas estão todas lá. Uso o dropbox para backup das coisas mais importantes.
e) Periodicamente faça download as pastas/arquivos mais importantes, compacte e suba para outra nuvem ou guarde em um HD. Backup, né?

4 - COMPUTADOR

Várias dicas aqui já foram faladas na seção 3 - NUVEM.
a) Deixe sua pasta "downloads" sempre vazia.
b) Não use wallpaper. Ah, eu não uso rs.
c) Mínimo possível de atalhos na área de trabalho.
d) Nenhum atalho na barra de tarefas. Acesso o que preciso clicando no iniciar.
e) Só apps essenciais rodando em background. E.g.: Google Drive.

5 - HD EXTERNO

Várias dicas aqui já foram faladas na seção 3 - NUVEM.
a) Use-o como backup.
b) Deixe seus filmes/séries nele, para que não ocupe espaço do seu HD no computador.

6 - OUTROS

a) Abra mão dos livros impressos e compre um Kindle. É uma baita mão na roda.
b) Venda suas revistas em algum sebo. Fiz isso com minhas SuperInteressante's e não arrependo. Posso acessa-las online quando quiser.


Espero que tenham gostado. Fiz meio na pressa, mas em breve elaboro algo mais detalhado. Se gostarem, posso continuar postando assuntos que eu curto: minimalismo, produtividade, organização...
Depois publico aqui o que eu faço para tentar me manter produtivo sempre!
Os artigos os quais me inspiraram são este aqui e este aqui.
E você, como aplica o minimalismo na sua vida digital?
submitted by estreladosmangos to brasil [link] [comments]


2020.03.15 02:29 Sr_Satan PSA Dicas de Quarentena Do Sr_Satan: Minha Experiência desde Janeiro

Inspirado pelo post do u/BBDAngelo resolvi compilar minha experiência de quarentena com vocês que estão na perspectiva de ficar em quarentena.
Estou em China e em quarentena voluntária desde janeiro. Meu objetivo é passar as coisas que percebi que ajudam a amenizar o estresse de ser obrigado a ficar em casa.
  1. Saúde é a prioridade, inclusive a mental. Essa é a mais importante. Muita gente vai recomendar os cuidados básicos de higiene mas não vejo ninguém falando sobre cuidar da cabeça. Ficar trancafiado em casa é bem estressante. TENHA UM HOBBY. Tenho amigos aqui que estão sofrendo bastante com o isolamento, tem um que está levemente paranoico. O ponto é manter a cabeça ocupada. Finalmente terminei meu catálogo de filmes e séries que baixei (recomendo muito The Expanse), jogos de PC e comecei a estudar escalas de violão (toco há muitos anos mas nunca tive aulas formais). Música tem me ajudado muito nesse momento.
  2. Escolho conteúdos que não me estressam. Uma coisa que percebi é que certos conteúdos de entretenimento me aliviam mais que outros. Filmes e séries com longos planos abertos, com paisagens bonitas, tipo faroestes e ficção científica me fazem bem. Evito filmes intimistas e claustrofóbicos. Parasita e O Farol, apesar de ótimos filmes, me deixaram um pouco estressado quando terminei.
  3. Tento estabelecer uma rotina. A vida como um todo vai estar de ponta a cabeça, então tento ter controle sobre o que posso ter controle. Tento ficar acordado durante o dia e dormir a noite, evito longas maratonas madrugada a dentro. Isso é muito importante por causa da dica 4.
  4. Pego sol sempre que possível. Não só pela vitamina D, mas o sol propicia prazer e uma sensação de estar fora de casa. Meu quarto tem uma boa janela com o sol da manhã, então a primeira coisa que faço depois é acordar é passar um café e sentar nessa janela pra um banho de sol lendo as notícias. É revigorante, especialmente se você está em lugares frios.
  5. Faça dieta no início, por que no final você vai precisar. Você vai ganhar um quilos, fato. Mas não precisa entregar os pontos no primeiro dia. Eu consegui manter uma dieta balanceada por um mês, mais ou menos. Mas eventualmente me entreguei a comidas que aliviam o estresse, tipo doces e frituras. É bom ter por perto, pra quando o estresse bate, mas tente não depender disso. Frutas tem um efeito parecido e ainda te dão vitaminas. Mas não se sinta culpado se um dia bater uma vontade louca por chocolate e jujuba. É um tempo de exceção e você tem que fazer o que te deixa feliz. Perder uns quilinhos não vai ser tão difícil depois.
  6. Interaja com outros seres humanos. Essa é mais fácil para quem mora no Brasil, mas morando no exterior pode ser complicado. Reddit tem sido uma ferramenta bem útil pra mim. Tenho evitado os tópicos de política, e prefiro falar abobrinha no futebol por exemplo. Jogos online também ajudam a passar o tempo e interagir com outras pessoas.
Isso é tudo o que estou lembrando agora. Se quiserem saber outras coisas, podem perguntar.
Boa sorte a todos! Se cuidem.
submitted by Sr_Satan to brasil [link] [comments]


2020.03.02 18:14 Mrbingshlong Bjs

Me lembro, ano passado, parei num pipoqueiro pra pedir uma provinha. (Geralmente levo pouco dinheiro e quando saio da faculdade fico com fome e sem dindin Pra comprar comida kkkk)
Eu não sei muito bem como, mas começamos a conversar. Ele me perguntou o que estudo (psicologia) então ele contou como ele acha que é balela e desnecessário etc. continuamos no papo e, embora no início achava que ele só falava besteira, quanto mais eu penso no papo, mais eu acho que ele tinha razão. Uma coisa que ele disse ficou preso comigo até hoje. Não me lembro o contexto, mas foi algo do tipo: “o ser humano e ganancioso e vive procurando a fruta proibida no mundo externo, sendo que sempre estava dentro de si, no interior”.
E essa é a mais pura verdade. Abusei muito desse sub. Vivo fazendo perguntas aqui e me desabafando. E de fato amo muito, eh bom porque você acaba conversando e socializado, vc acaba fazendo um monte de amizades, mesmo que alguns sejam efêmeras.
Mas parece que eu vivo em busca de sentido. De validação, confirmação, aprovação de que aquilo que quero dizer e aquilo que quero fazer, seja a escolha certa. Que alguém por aí, mesmo sendo um joao minguem, concorda comigo. Costumo desconfiar da minha voz interior. Eh como se a criança interior aguardasse alguma ordem ou pedido para agir. Percebi como continuo dependendo de afirmações para progredir, em vez de, bom... simplesmente ir e tentar fazer.
A verdade é que não temos como saber como as coisas se desenrolarão. Não tenho como prever o que acontecerá até o final do ano de 2020.
A única coisa que sei de verdade é que não posso continuar reclamando e me desabafando aqui sendo que nunca me movo em direção à progressão. Só vivo falando que vou, mas raramente vou. E quando vou, já quero ir embora. (Aliás.. acho que todas essas férias fiquei o dia inteiro em casa, deitada na cama e assistindo filmes. Até que foi muito bom.)
Mas como vai ser se eu continuar assim? Sempre esperando algo. Alguém. Nunca ser a primeira a simplesmente se mover. Preferir me manter enquadrada naquilo que acredito que sou, por medo de sobressair. Por medo de falhar ou por medo de evoluir? Por medo da incerteza. Por medo de quebrar a cara. Por medo de passar vergonha. Por medo de ser vista. Por medo de existir. Ser o centro da minha atenção. Não no sentido pejorativo. Mas começar a simplesmente ser, pra mim. Por mim.
Quantas listas que já fiz, de coisas que digo que quero fazer mas nunca faço. Por que? Vivo repetindo o mesmo padrão. Continuo viciada na internet. Mas não boto o pau na mesma e começo a ser. E é muito mais fácil reclamar, mas a verdade é que sempre há uma escolha; livre arbítrio e algo que todos nós temos e renunciamos ou então fingimos que não existe mas sou que eu sempre escolho ficar presa. Estagnada. Não e minha mãe. Não é a faculdade. Não é o prédio. Não é o apartamento. Não e a rua. Eu.
E como o pequeno príncipe disse: “o adulto nunca está feliz aonde está”. E não é nem o fato de não ser grata por aquilo que tenho, e o fato de não querer assumir responsabilidade por mim mesma.
Essa que e a doideira. Geração canguru. O povo que não quer ser dono de si. Que reclama da solidão mas não sai de casa nem pra comprar papel higiênico. Que tá tão preocupada em salvar o mundo mas é incapaz de arrumar o próprio quarto - essa sou eu.
E entre muitos, tendo a perambular pelo mundo de meia boca, esperando a morte seguramente. Não arrisco então não sofro, mas também não desfruto.
Mas tá na hora de começar. Só ir. Quem disse que precisa ser perfeito? Fazer tudo aquilo que gosto de fazer e rejeitar com graça tudo aquilo que desgosto.
Afinal temos a escolha, não é? Tudo de ruim que acontece na vida pode ser um fardo ou uma benção. Como disse Albert einstein (se é que realmente disse: “em meio de dificuldade há oportunidade.” Uma oportunidade de recomeçar. Uma oportunidade de mudar de direção. Afinal só temos uma vida. De fato.. só uma vida. Uma única. E viver bem não e fazer sexo adoidado, ir em festas todo o final de semana e se desgastar até você um dia descobrir que ta com câncer de fígado kkk não... Viver bem e finalmente assumir a si mesmo, e é fazer tudo aquilo que te traz prazer e te faz desenvolver, mesmo que não seja perfeito de hoje para amanhã, e é algo que tenho prorrogado por décadas.
Sinto que esse é o mal da nossa geração: queremos tudo pronto pra ontem. Quero acordar amanhã e ter a vida perfeita. Mas as coisas mais belas e duradouros precisam de tempo pra florescer. Exigem trabalho. E paciência é uma virtude que certamente ainda não aprendi a ter, mas é algo que gostaria de ter. Sem desafios não ha lições e sem lições não amadurecemos.
Pra concluir, Uma coisa é certa: não posso continuar minha vida toda me escondendo, principalmente de mim mesmo. Não posso continuar temer sentir dor, vergonha, feiúra, exclusão, seja o que for. As coisas não irão progredir enquanto eu só fico sentada no sofá assistindo vídeos no YouTube do tipo “como parar de procrastinar”. Não posso continuar dizendo que quero mudar, e não mudar. Só da pra mudar, fazendo.
Nao posso continuar minha vida temer ser rejeitada e portanto, me rejeitar primeiro. Ou temer de ser abandonada, e portanto, me abandonar primeiro. Preciso começar a não me abandonar e rejeitar, de verdade, e não de boca pra fora.
Dor e prazer - são dois lados da mesma moeda. Não podemos ter um e excluir ou outro, pois então o prazer não passa de uma anestesia. Um band aid. Uma pretenção.
Mas dor não e sinônimo de sofrer. Dor e inevitável. Sofrer é uma escolha.
Só porque sentimos a dor da perda, não quer dizer que não valeu a pena que uma vez já foi nosso. Porque pra mim, valeu sim a pena. Minha irmã morreu há quase 5 anos atrás e eu só sinto gratidão por ter conhecido ela. Valeu a pena. Conheci um cara (eh Chico to falando de vc) aqui msm e embora a gente não se fala mais, valeu a pena ter conhecido ele. Sempre vale a pena. (E eu talvez passei muita vergonha me expondo pra ele mas faria tudo de novo.)
Num sei aonde quero chegar com esse texto, e to achando que ninguém vai ler msm, mas preciso de fato começar. E abuso desse sub de novo pra concluir. Acho q vai ser o ultimo por agora. Eu preciso parar de procurar validação externa. Confiar na minha voz interior porque agora sei que eu sou confiável. Sempre terei a melhor intenção comigo mesma (se isso faz algum sentido). Mas sla.. no final do dia parece que temer viver é temer sentir dor e temer sentir dor é temer morrer. Mas a morte é o destino. Não tem como pressionar um botão que congele o tempo.
Assim como as árvores não lamentam as folhas caídas e a maçã não teme apodrecer, só vai. Permitir que as coisas se desdobram do jeito que desdobram. Se entregar por completo. Porque viver a vida escondida não passa de suicídio passivo.
Eh aquele ditado não eh, amor fati.
Ps; lamento pelos erros gramaticais n
Bjs
submitted by Mrbingshlong to desabafos [link] [comments]


2020.01.22 15:29 coracaothrowaway Dor que simplesmente não passa.

Oi oi oi, pessoas. Tudo bem? Eu vim aqui fazer um desabafo por que me sinto muito desolado com a situação que vivo hoje. Então senta aí que vocês vão ouvir um marmanjo choramingando.
Tenho 21 anos e faço História em uma federal do sudeste, sempre fui muito inteligente segundo as pessoas (rs) mas sempre tive problemas com mulheres. Eu sempre pedia conselhos das minhas amigas no ensino médio e nos primeiros semestres da faculdade. Até quando uma amiga falava que não queria falar comigo eu pedia uma consultoria dela (rs) para o que eu poderia mudar.
Mas tudo isso muda quando eu conheço ela. Chamaremos ela de Frida, por que ela é fã. Eu e Frida nos conhecemos em uma roda de debate na facul, no mesmo dia nos encontramos em um sarau à noite, também na facul. Puxei minha melhor amiga no canto e pedi umas dicas. Fui lá e consegui um beijo! Ela era a moça mais linda que já vi, inteligente, trocava um papo da hora, entendia bem de política e ainda envolvida em movimentos estudantis, me apeixonei na mesma hora.
Não foi meu primeiro, mas cara, como eu queria que fosse. Trocamos números e continuamos a conversar todos os dias, nos vendo também, às vezes rolando e às vezes não rolando essa ficada
Certo dia, uma amiga me falou que era pra eu chamar ela pra minha casa assistir Netflix. Ela me chamou pra ir pra casa dela, pois achava melhor e era pra eu levar uns filmes para nós, já que seria mais legal do que Netflix. Fiz uma seleção de filmes top, sabia que tinha que impressionar já que ela faz artes cênicas. Decidir fazer o meu move, nos beijamos e perguntei se eu podia tirar minha camisa. Ela falou que não, por que ela não era assim. Depois desse dia, nunca mais nos falamos do mesmo jeito.
Passada umas semanas eu chamei ela pra sair, ela aceitou, mas falou que levaria um amigo. Eu aceitei, pois queria muito vê-la. Frida levou esse rapaz, que vamos chamar de João. João é gay e tava afim de mim, segundo Frida, desde pouco depois de eu ter começado a ficar com ela, pensei que era um menáge, mas não era nada disso, ela tava tentando me arranjar para o cara. Até aí tudo bem, eu peguei um Uber p casa depois de uma noite agradável em um boteco. João puxou papo comigo no whats e eu continuei a conversar com ele. Quando ele perguntou se eu queria ficar com ele, eu fiquei com medo de caso eu dissesse não ele fosse falar pra Frida e eu perdesse o amor da minha vida. Aí eu disse que sim.
Alguns dias depois Frida me chama p sair com João e mais um cara misterioso e quando eu chego lá, bum. É um dos caras mais detestáveis que eu conheço ele é minion, fútil que só pensa em academia e ainda ficava com uma amiga minha e de Frida e saiu espalhando que “comeu” ela pra todo mundo. Eu me segurei pra não falar umas poucas e boas pra ele (rs) mas deixei por isso. Então Frida começou a falar umas coisas sobre cotas e ele se posicionou contra ela, e eu logo tentei argumenatar a favor dela, mas ela só ficava discutindo mais com ele, como se eu não estivesse ali.
Ele só falava merda, falou na frente de Frida que tinha achado uma menina da sala dele gostosa e etc. E eu tava visivelmente desconfortável. Noite vai e vai, vou ao banheiro, quando eu retorno Frida e o machinho se beijando. Meu mundo caiu ali. Eu sentei e eles continuaram a se pegar. Foi aí que João olhou pra mim e pediu um beijo, eu dei só um selinho e saí falando que tava com diarreia.
Eu vomitei de puto que eu tava naquele dia, só queria me matar, como ela tão esclarecida ficava com um idiota daqueles? Dois dias depois resolvi desabafar com uma amiga em comum, ela me falou que ele era um babaca mesmo e ela me falou pra expor os meus sentimentos pra Frida.
Ligando no mesmo dia, à noite pra Frida, ela não atendeu. Mandei uma música de Rubel pra ela (favorita nossa) e ela só falou pra eu ligar depois. Continuei insistindo na ligação e uma hora ela atende irritada, falando que tava com o babaca. Eles dormiram junto.
Eu passei a noite ligando pra minha psicóloga e fazendo exercícios de ansiedade.
Isso foi ontem.
E ainda não passou.
Foi mal pelo throwaway escancarado.
Ass. Um coração doído
submitted by coracaothrowaway to desabafos [link] [comments]


2020.01.06 06:22 maru_u666 Eu só preciso desabafar um pouco, é complicado.

Olá :) Não vou dar muitos detalhes sobre a minha pessoa, então vamos direto ao assunto. Tenho 13 anos, entendo que sou bem jovem e sei que tenho problemas internos demais pra alguém tão nova, tenhos crises depressivas e na minha última vez eu jurei que ia me matar, já tive crises que me fizeram sentir o meu corpo morto, sentir vermes dentro de mim e um odor insuportável saindo de dentro, já quebrei copos, soquei paredes e já quase morri atropelada milhões de vezes. Sinto como se agora estivesse tudo bem, eu só me sinto muito irritada, como se eu estivesse estagnada, quero gritar com tudo e todos, tenho um desejo absurdo de estar fora de casa, de andar compulsivamente, preciso produzir (eu escrevo poemas, roteiros, planejo um mundo inteiro dentro da minha cabeça), vou ser sincera, meu ego é inflado, muito inflado, até eu cair do meu castelinho de areia, dai todas essas crises voltam e eu me sinto um lixo, como se não merecesse amor, não merecesse ver beleza, inútil. Tenho o sonho de ser cantora, cantora não... não, não só cantar, produzir, pintar, dançar, explorar, ser livre como uma artista (aquelas hippie clichê de filme, entende?) eu tenho essa necessidade de me sentir livre, as coisas me enchem muito rápido, tudo muito confuso sempre, o pior de tudo é que eu não quero explicações, não quero resolução. Eu bebo, sim, bebida alcoólica, amo vinho, e sei que é errado, tenho consciência de tudo isso, mas sinto que a minha vida não vai acabar por causa disso, e se não for a lugar nenhum, eu me mato, a vida é linda, lindíssima, mas não vale a pena viver na miséria. Eu só quero fazer o meu trabalho nessa vida, dar pelo menos um último beijo na garota q eu gosto, andar de skate e morrer :) se bem que falando desse jeito a vida parece boa demais para a morte, mas ela vai chegar de qualquer jeito, então o que um copo de vinho, lábios tocados e sentir a brisa de uma manhã enquanto anda de skate vai mudar? você vai morrer de qualquer forma, então por isso eu só faço o que quero fazer, ultimamente não tenho ligado muito para as pessoas, mas de qualquer forma não trago problemas à minha mãe. eu amo ela e é por isso que eu ainda existo. Obrigada por ler, está gigante :))))) (estava lendo o que eu escrevi e eu pareço uma adolescente rebelde, mas calma, meu caso é bem diferente. Falando em ser artista, eu quero ser grande como os grandes nomes, minha inspiração é o Michael Jackson e eu entendo que eu estou "estagnada" por questão de tempo, uma hora tudo flui.)
submitted by maru_u666 to desabafos [link] [comments]


2019.12.03 08:53 llSrSombrall Sobre Sexo, Traumas e ódio de mim mesmo.

Na verdade eu escrevi, desisti, re- escrevi, e fiquei nessa, mas resolvi fazer esse post em definitivo porque acho que meu desabafo pode ajudar outras pessoas, e não me refiro tanto a você que está lendo, e sim segundos e terceiros que se relacionarão com você. Essa história tem mais elementos, porém não me sinto bem de escreve-los aqui, porque envolve situações que dizem respeito a uma segunda pessoa.
A um bom tempo atrás eu estava ficando com uma pessoa, que até hoje é muito minha amiga/ amor da minha vida, com quem eu gostaria de envelhecer. Um certo dia voltamos de uma festa e resolvemos fazer sexo. No momento da penetração eu acabei machucando ela, tudo porque eu era muito virgem, tinha 22 anos nesse tempo e ela era a primeira mulher com quem eu relacionava. Eu tinha como base do que era sexo a pornografia, e geralmente nesses filmes o que ocorre é uma penetração muito brusca, e isso é tido como o normal. Porém não é bem assim, e só vim descobrir isso durante esse meu relacionamento, descobrir que o feminino é todo um outro universo.
continuando.
Minha parceira sentiu dor, foi bem perceptível, mas depois de uma breve parada a relação continuou, em outro ritmo, até seu fim. Durante 70% da nossa relação, ela não interagiu mais, ficou deitada até acabar.
Me senti muito mal por aquela primeira penetração e por como as coisas sucederam, e tudo por conta da minha ignorância e imaturidade, eu tive vergonha de falar para ela nesse tempo que eu era virgem, se eu contasse, com certeza as coisas seriam conduzidas de outra forma. Hoje percebo o quão mal eu fiz pra ela, mesmo que não tenha sido essa a minha intenção. Percebo que se ela ficou parada ali durante o ato, é porque ela não queria continuar com aquilo, mas ela simplesmente deixou continuar, talvez por não saber como proceder. Assim como eu ela era imatura também, menos do que eu, mas imatura. Esse dia desencadeou eventos infernais em nossas vidas: veio uma gravidez indesejada e tempos depois um aborto espontâneo, sendo que esses dois eventos ocorreram depois de nos separarmos após um desentendimento. Seguimos nossas vidas hora juntos hora separados, alguns meses antes desse maldito dia que descrevi, minha companheira havia sofrido um estupro, e a soma de tudo isso fez com que todo esse contexto seja ainda mais terrível. Tentamos de várias formas ficar juntos, porque nos amamos e nos damos bem até hoje, temos confiança um no outro e companheirismo, mas naquele dia gatilhos foram colocados. Ela desenvolveu uma grande dificuldade em manter relações sexuais, sendo que comigo isso era algo impossível, tentamos algumas vezes, mas não dava certo, e depois de idas e vindas, términos e voltas inesgotáveis, nossa relação desgastou até o momento presente, onde resolvemos não tentar ficar mais juntos. Tenho dificuldades em me relacionar também. Ela hoje segue bem, e mais fortalecida do que nunca apesar dos traumas.
Eu me sinto o lixo do lixo do lixo por todo o ocorrido, principalmente somado a outras histórias escrotas que tive conhecimento dessa minha amiga com outros caras com quem ela se relacionou, e com situações parecidas que ocorreram com outras mulheres, conhecidas e desconhecidas. Nós homens desde a infância somos expostos a regras morais de conduta, do que é ser homem e etc.. sem perceber que na verdade tudo não passa de um maldito machismo, e enquanto isso mulheres sofrem a cada dia pela nossa ignorância, sendo que certas coisas, apesar de feitas por ignorância, por não sabermos das coisas, causa estragos tremendos na vida do próximo. Em certas situações a ignorância é criminosa.
E atualmente, depois de saber de mais uma história sofrida por uma mulher, não consigo deixar de me ver como algo desprezível, eu não sinto mais vontade de viver, vontade de fazer nada, viver com a ideia de que mulheres são estupradas, abusadas e sofrem todo tipo de situação escrota por aí faz eu sentir nojo de mim mesmo. Pra mim ter criado sequelas na pessoa que mais amo na vida é insuportável, e sinto imensamente por todo o ocorrido. Pra mim nada mais faz sentido.
Sempre que me surge a vontade de acabar com tudo eu escapo dela, geralmente saindo de casa, mas sinto que algo em mim morreu, não consigo me imaginar vivendo no mundo real, indo ao trabalho, pagando contas, não me faz sentido nada disso. Essa minha crise iniciou faz pouco tempo, umas 2 semanas, e é interminável, não consigo parar de pensar em todo esse contexto. Percebi que não consigo ficar em casa, não consigo mais ter uma vida normal, e uma força imensa me diz que a única forma de eu me salvar de mim mesmo é não estando aqui, preciso ir em busca de algo que pensei ter perdido, mas que na verdade nunca esteve comigo, nem faço ideia do que seja, e pra isso tenho que abandonar minha cidade que tanto amo, e todas as pessoas próximas a mim, incluindo essa minha amiga querida que é o amor da minha vida. Quero resistir até o natal, e depois pegar a estrada, e sumir nesse mundo sem sentido em busca de algum sentido, é a única coisa a que consigo me agarrar agora.
A vocês homens que estão lendo isso, não sejam escrotos, não sejam babacas, não pensem só em si mesmos, levem em conta que vocês estão se relacionando com um ser humano. Na menor dúvida que vocês tenham, perguntem, se sentirem insegurança na resposta perguntem mais uma vez ou desistam, e abram um dialogo. Conversem com sua parceira. Nós todos já somos ferrados da cabeça por existirmos nesse mundo, então bora tentar ser menos frios uns com os outros. E pelos deuses, se a menina que você está junto estiver muito embriagada, NÃO TENTE FAZER SEXO COM ELA! apenas cuide pra que ela descanse e se recupere, imagine que é o mesmo que estar porre e dirigir: a pessoa que está porre não tem autonomia pra decidir se quer ou não dirigir, ela não deve dirigir, ponto final.
Espero que esse post salve alguma mulher de sofrer alguma situação merda no futuro, recomendo também a todos sem exceção um livro chamado: "Do que estamos falando quando falamos de estupro", da Sohaila Abdulali. Enfim... é isto.
submitted by llSrSombrall to desabafos [link] [comments]


2019.11.07 03:25 Mustafasustenido Completei 30 anos, virei mago e isso me abalou profundamente

Caros colegas redditors.
Buscarei a melhor forma de contar essa história aqui e farei um TL;DR no fim, mas tentarei não deixá-la massiva.
Então... venho de uma família classe média alta onde o que mais tive foi amor e carinho.
Em minha adolescência viajei bastante pelo mundo com minha família, estudei em uma escola excelente, fiz muitos amigos (alguns hoje são meus irmãos de vida) e posso dizer que foi o melhor período de minha vida.
Porém nunca consegui me relacionar com nenhuma mulher. Terminei o ensino médio sem nunca ter dado um beijo. Só tendo encostado na mão de uma menina 1x e passando por dezenas de rejeições (perdi as contas da quantidade de vezes que me apaixonei e não fui correspondido).
Sei que isso, em partes, se explica pelo fato de eu ter sido o ser humano mais magro (com saúde) que já conheci. Sem entrar em muitos detalhes meu IMC era por volta 13, eu era literalmente só o osso. Mais de 1,80m e menos de 50 kg (muito tempo depois descobri que é simplesmente a genética, mesmo malhando existe uma barreira pra meu peso e cada segundo de sedentarismo me faz emagrecer), exames perfeitos. No fim da adolescência entrei pra academia e consegui um corpo magro normal, porém o estrago na minha autoestima já estava feito (apesar de eu ter convicção que a qualquer momento, naturalmente, as coisas aconteceriam e eu acharia alguma menina pra me relacionar).
Passei em uma das melhores faculdades do país, no curso que eu queria, saí de casa pra morar sozinho e estudar, tinha tudo pra minha vida continuar as mil maravilhas, mas encontrei meu primeiro problema. O local de estudo só tinha homens e, como eu não era muito de sair, me bateu um grande desespero de continuar BV por muito tempo, já que não teria contato com mulheres... Enfim, uma depressão apareceu e fiquei quase 2 anos praticamente na rotina casa-faculdade-casa (além de minha família ter colocado quase uma babá em minha casa, pra que eu pudesse ficar mais relaxado). Foi com sobras o pior período de minha vida, em momentos de crise não conseguia comer praticamente nada, em momentos normais eu tinha que empurrar cada refeição. Voltei pra um estado de muita magreza (IMC 14,5), parei de fazer atividades físicas... minha família percebia pouco porque, além da distância, meu desempenho continuou excelente. Meus amigos de infância estavam em outras cidades e meus amigos da faculdade não pareciam notar nada (até porque já me conheceram nesse estado).
Consegui começar a superar essa situação depois de um grave problema de saúde na família. Entendi que nada do que eu sentia se justificava com tanto sofrimento que eu estava vendo daquele ente querido próximo a partir. Tanto que, depois da sua morte meus pensamentos voltaram a funcionar quase que normalmente (algumas recaídas de vez em quando) e voltei a ter aquela certeza adolescente que a qualquer momento naturalmente eu ia encontrar uma parceira.
Resumindo bastante, terminei a faculdade e comecei a trabalhar numa das maiores empresas do país, em uma cidade média do Brasil. Em pouco tempo eu assumi uma função de gestão e hoje estou quase no topo da carreira. Além disso dou palestras periodicamente para centenas de pessoas e ministro um curso noturno na área em que sou referência. Minha remuneração é o equivalente a 1 carro popular a cada 2 meses.
Ah... não possuo redes sociais
O que vou falar agora pode ficar parecendo querer me "gabar", mas é só pra enaltecer a gravidade da situação e o quanto tudo pesa em mim.
Meu modelo de gestão virou referência na empresa (e no mercado em geral), por criar uma equipe "família" (tenho muita facilidade em analisar perfis de pessoas e criar ambientes de trabalho que funcionam de maneira leve), os funcionários da empresa simplesmente me vangloriam pela forma como eu levo as coisas e resolvo as situações. Um dia desses um antigo auxiliar de serviços gerais (o qual sempre incentivei [verbalmente e financeiramente] a terminar o curso que estava fazendo) que conseguiu vaga de assistente administrativo em outra empresa veio pessoalmente me agradecer (até uma lembrança me deu, que guardo com bastante carinho) por conta dos ensinamentos que passei pra ele, que, segundo o mesmo, "foram de grande importância para o crescimento na carreira dele".
Dou palestra pra centenas de pessoas por mês, pra falar sobre a área que domino e está em ascensão em todo o mundo. As palestras tem sido um sucesso, e a plateia aumenta a cada ciclo. Sempre tive muita facilidade pra falar (e prender a atenção das pessoas) em público.
Minhas aulas noturnas também correm de maneira bastante positiva. Sempre tive prazer em ensinar e ver o aprendizado de cada estudante (principalmente os que mais tem dificuldades) me dá uma sensação de dever cumprido muito grande.
Além disso tudo sou multi-instrumentista. A música é parte de mim e sempre quis compartilhar com o máximo de pessoas possível. Dessa forma, sou um dos fundadores (e professor) de um projeto comunitário com objetivo de transformar a vida das pessoas de uma maneira efetiva.
Dito isso, volto pra o ponto do desabafo do tópico.
Completei 30 anos, sou BV e, obviamente, virgem e isso vem me destruindo a cada dia que passa. Todas as pessoas próximas a mim já tem família, ou pelo menos namoradas sérias/noivas e eu mal encostei na mão de uma mulher.
Analisando friamente (uma das minhas maiores virtudes são as autocríticas) sou um homem nota 7 de rosto (sei que nos achamos mais bonito do que o que somos, mas já descontei uns pontos, risos) e 3 de corpo. (recentemente estava melhor de corpo mas ansiedade que venho sentindo nos últimos meses vem me corroendo, e tenho total consciência que não posso por a desculpa dos meus insucessos integralmente no meu corpo)
Ninguém sabe que sou BV e meus dois amigos mais próximos sabem que sou virgem.
Mensalmente recebo a sugestão de procurar uma prostituta, mas meu EU me diz que isso seria a maior prova que sou incapaz de conseguir um primeiro beijo com uma moça que gostasse de mim de verdade (e nem sei se é recomendado beijar prostitutas, risos).
Meus amigos já tentaram me "armar" com conhecidas em festas, mas nas duas vezes que isso aconteceu notei que as moças não queriam e nem tentei forçar a barra. Acabei saindo das situações muito pior do que antes, sentindo a rejeição na pele mais uma vez. Sabe aquela facilidade pra falar em público? Isso desaparece integralmente em contatos sociais diretos com muitas pessoas do sexo feminino (principalmente em festas, que nunca gostei e hoje em dia mal vou, a não ser as do trabalho ou quando faço parte da banda). Na verdade ir em festas no geral me cansa MUITO, vou uma vez por ano, depois de muita insistência dos amigos, porque sei que vou ficar lá 5-6h com cara de paisagem, sem despertar o interesse de nenhuma mulher random por conta de não conseguir ter a mínima postura e não ter um corpo tão legal pra gerar interesse numa numa festa.
Tenho total convicção que, se eu fosse uma mulher, jamais pegaria um cara inibido como eu num ambiente de festa, eu simplesmente me reduzo a um pedacinho de nada, sei que isso é muito por conta da baixa autoestima devido ao meu corpo e às rejeições femininas que sofri na adolescência.
Minha rotina hoje em dia se resume basicamente a:
Trabalhar de segunda à sexta o dia todo (e noite), tento ler algo pra relaxar;
Sexta à noite (pelo menos a cada 15 dias) saio com meus amigos (e suas esposas) pra um barzinho;
Sábado trabalho mais um pouco, assisto futebol e vou dar aula de música para o pessoal no projeto;
Domingo passo o dia feliz com minha família, à noite vou à missa pra relaxar um pouco o espírito e me preparar para a semana.
Sinto um pouco de tristeza principalmente ao escrever que passo o "domingo feliz" com minha família, com um toque de desdém. Porque realmente tinha tudo pra ser algo perfeito, mas meu EU interno já passa cada minuto, em cada uma dessas atividades, pensando no quanto de vida eu perdi por chegar aos 30 anos sem ter me relacionado com uma mulher e saber que esse tempo não volta atrás nunca.
Saber que jamais vou ter uma namoradinha aos 15 anos, conhecer aos poucos e sem maiores pressões como um relacionamento funciona. Ir de mãos dadas ao shopping, assistir um filme, trocar palavras, olhares... Cada vez que penso nisso parece que uma parte de mim fica pra trás, não consigo exprimir com palavras o vazio que isso me faz sentir.
O estopim para que eu resolvesse desabafar e (com fé em Deus) procurar ajuda profissional foi o seguinte:
A empresa é composta majoritariamente por homens e mulheres de mais idade, mas possui algumas estagiárias e o pessoal sempre me fala na resenha (não sei até que ponto é resenha [na verdade eu sei que não é resenha]) que elas fazem de tudo pra se envolverem comigo (lembra aquela história de que sou bom pra traçar perfis de pessoas e montar equipes? Pois é, quando o assunto é relacionamento com mulheres eu não sei interpretar os sinais mais básicos). Obviamente eu jamais me envolveria com uma estagiária (até mesmo uma ex-estagiária), por razões profissionais, mas já recebi muitos "convites" via Whatsapp, que acabo levando na brincadeira pra não queimar minha reputação.
Enfim, recentemente chegou o ponto que resolvi que meu psicológico era mais importante do que meu medo de "me queimar" e comecei a conversar com uma estagiária (10 anos mais nova e de família humilde[claro que não ligo pra isso, só estou dizendo aqui pra que você me ajudem a interpretar a situação depois]) que já estava terminando o contrato e ia ser efetivada em outra cidade. A iniciativa foi minha (e isso me fez ter ainda mais vontade de que desse certo), mas, mesmo sendo um poste, eu sempre notei a forma que ela me olhava, sorria e nas conversas que tivemos nossas ideias se batiam muito, além de ela me atrair fisicamente e ser bastante inteligente.
Começamos a conversar diariamente via Whatsapp (evitávamos contato pessoal por conta do ambiente da empresa). Pouco antes do contrato dela acabar surgiu o momento e falamos mutuamente do que sentíamos, dos problemas que isso podia trazer pra vida profissional, mas acabamos concordando que valeria a pena tentar algo. Um tempo depois resolvi chamá-la pra sair e ela aceitou, mas veio com uma conversa que não era pra eu criar expectativas e que ela "não era fácil" (com outras palavras mas em resumo era isso). Confesso que achei meio estranho, há pouco tempo havíamos nos aberto um para o outro, mas não entendo nada de mulheres mesmo, então vamos seguir a história.
Tive o primeiro encontro da minha vida (sim, aos 30 anos, repito) levei ela pra jantar em um local que não fosse o mais caro da cidade (pensei que ela se sentiria mais confortável caso pudesse pagar o que havia consumido, se desejasse).
Saí de casa bastante nervoso, mas seguindo à risca tudo que os tutoriais on-line tinham me ensinado. Asseado, perfumado, bem vestido (como se eu já não vivesse assim...) e tentando o máximo possível ser simplesmente eu.
Chegamos ao local (um pouco preocupados que algum conhecido nos visse), mas a coisa fluiu tão naturalmente que, aos poucos o nervosismo foi passando. Aproveitamos o momento "livres" e conversamos sobre muita coisa ao longo de quase 3 horas (sem nenhuma forçação de barra, a coisa realmente acontecia de maneira espontânea), falamos um pouco sobre nossas vidas, nossos anseios, falamos mal das pessoas das mesas vizinhas... isso tudo com intensas trocas de olhares. Chegou um ponto que tomei coragem, segurei na mão dela e, pasmem, ela deixou. Fiquei ali de mãos dadas com ela (foi uma das melhores sensações que já tive na vida), trocando carícias e conversando por mais alguns minutos, quando decidi que era hora de sair e tentar algo.
Como já disse, antes do encontro eu estava muito nervoso, mas depois de todo aquele tempo com ela eu percebi que as coisas realmente iam acontecer de forma bastante natural.
Saí do restaurante abraçado com ela, fomos em direção ao carro (estava num local isolado), fiquei de frente com ela, falei 2 palavras e fui em direção ao meu primeiro beijo.
Ela simplesmente se virou e disse "na-não" (foi mais em forma de ruído de negação, mas achei melhor escrever assim), nesse momento não entendi mais nada (teria interpretado algum sinal de forma errada? Deveria insistir?).
Dei um abraço nela falei algumas palavras, tentei novamente e recebi mais uma rejeição.
Não soube o motivo (até agora não sei), mas preferi não insistir, demos um abraço demorado e levei ela pra casa, conversando sobre outras coisas.
Faz pouco tempo que isso aconteceu e ainda trocamos algumas palavras via Whatsapp. O que me deixa tranquilo é que eu pelo menos tirei a bunda da cadeira e tentei. Mas a frustração de mais uma rejeição é algo incomensurável pra mim. Não sei quando terei contato com outra mulher a esse ponto (estatisticamente eu tenho contato, com chances de dar algo, com uma mulher a cada 2 anos, e, é claro, nunca deu certo)
Com relação a esse encontro (eu queria até a opinião dos colegas redditores) eu trabalho com 3 hipóteses:
1 - Ela quer algo, mas não quis se mostrar fácil/interesseira (como as outras estagiárias que mandam mensagens diretas pra mim por Whatsapp) e está esperando outro convite meu para que possamos sair novamente e finalmente ocorra algo;
2 - Ela não quer mais nada por conta de uma das milhares de coisas que podem estar se passando na mente dela;
3 - Isso foi a prova de que meu corpo possui alguma substância não identificada, incolor, inodora e insípida, que cria uma barreira contra mulheres.
Não sei se vale a pena insistir, estou tão frustrado que não consigo ter forças pra um contato mais direto (apesar de sentir muita falta das conversas com ela);
Pra finalizar, meu desespero hoje é tão grande que penso até em fazer uma rede social (coisa que nunca tive) só pra me "amostrar" (algo que é totalmente contra meu perfil). Mostrar meus carros, minha casa na praia, minhas viagens semanais, meus momentos com os amigos, sei lá, qualquer coisa que pudesse gerar alguma curiosidade sobre mim para as mulheres.Mas aí me olho no espelho e percebo que quando chegar a esse ponto eu realmente não estarei mais sendo eu e algo de muito errado (além do que já está se passando) estará acontecendo.
TL;DR: Homem, 30 anos, família perfeita, muitos amigos (alguns verdadeiros irmãos), trabalho dos sonhos, ótima situação financeira, porém BV e virgem.
Fazendo um resumo desde a adolescência:
Comecei a aprender sobre música achando que com isso um relacionamento viria naturalmente (ao menos a música virou uma paixão real em minha vida);
Comecei a fazer academia achando que com isso um relacionamento viria naturalmente;
Comecei a cursar um dos cursos mais concorridos do Brasil achando que com isso um relacionamento viria naturalmente;
Comecei a trabalhar e hoje ganho mais do que 99% da população brasileira achando que com isso um relacionamento viria naturalmente;
E não veio. Hoje não sei mais o que buscar ou a quem recorrer... A ansiedade (ou seria depressão?) está chegando a tal ponto que me vejo totalmente refém de alguns pensamentos que me atrasam bastante. Eu não consigo, por exemplo, passar mais de 15 dias (ou ir pra um lugar distante) longe da minha família/amigos próximos. Começa a bater um desespero (tipo os que eu sentia na depressão quando tinha 20 anos) e começo a pensar que eu poderia estar ali com uma companheira, aproveitando cada segundo. Já desisti de diversas viagens para fora do Brasil por conta disso. Coisa que fazia naturalmente na adolescência.
Sinto que a cada dia a bolha vai aumentando, a ponto de começar a atrapalhar nos meus trabalhos e vida pessoal, viagens a trabalho para fora do estado estão se tornando um sofrimento (as consequências de todos meus medos recaem sobre meu sistema digestivo), acordo à noite desesperado com medo do dia de amanhã, comecei a procrastinar algumas coisas e perder o tesão em diversas situações de prazer do dia a dia (não consigo mais jogar videogame por achar que isso me torna ainda mais virgem e inútil. A própria masturbação se tornou um momento de tristeza. Tocar piano, violino, violão, etc sozinho muitas vezes só me traz dor).
Cada elogio que recebo na empresa, palestras, aulas, crianças no projeto de música, família, amigos, parece aumentar o vazio que sinto.
Gostaria de simplesmente arrumar uma companheira e viver a vida a dois, viajar, compartilhar momentos, beijar, quem sabe, caso a coisa desse certo, ter filhos, criar uma família...

De qualquer forma, me sinto um pouco mais leve por ter passado 2 horas escrevendo e tendo exprimido todos esses sentimentos pela primeira vez (pra o lado de fora de minha cabeça).
Estou pensando em procurar um psicólogo (creio que já devia ter feito isso desde a minha primeira depressão lá nos 20 anos). Como garantir que eu, sendo uma figura conhecida na cidade não terei todas as minhas histórias íntimas divulgadas (sei que psicólogo é uma profissão muito séria, peço até desculpas de antemão caso essa pergunta ofenda alguém, mas uma pessoa má intencionada poderia destruir toda minha reputação externalizando minha intimidade). Na verdade a pergunta é "como escolher um psicólogo?". Caso não dê certo é normal trocar de psicólogo?
Obrigado a todos pela atenção.
submitted by Mustafasustenido to desabafos [link] [comments]


2019.10.12 02:50 Gamerxl55 Analisando o comportamento das pessoas nos dias de hoje.

Boa noite. Sou um universitário cursando Geofísica aqui na minha cidade. Tenho 19 anos e ainda estou no meu primeiro ano na faculdade, mas até agora nesse ano para mim, deve ter acontecido mais coisa do que nos outros 18 anos da minha vida, sendo as minhas primeiras lembranças como pessoa de no máximo 11 anos atrás. Eu gostaria de colocar aqui nesse post os meus pensamentos acerca de vários assuntos envolvendo relacionamentos, amizades, faculdade, problemas psicológicos e confiança. Já que eu sei que minha análise de cada um ficará enorme, dividirei em outros posts cada um desses assuntos se esse post aqui ficar popular e vocês quererem. Espero que vocês que está começando a ler, leia até o final do texto, que espero que não seja gigantesco.
Eu me considero uma pessoa muito observadora, que analisa muito várias coisas para ter um julgamento, ou simplesmente um entendimento sobre o assunto, ou sobre uma pessoa, ou sobre temas quaisquer. Quase como um "overthink" para muita coisa na minha vida. E eu já viajei muito por esse subreddit aqui, vendo centenas de pessoas desabafando, e esses desabafos ajudaram a construir a ideia que espero expressar bem aqui.
Neste primeiro post vou falar sobre relacionamentos, já que nesse ano tive o que eu consideraria como o meu primeiro relacionamento sério, sendo que antes disso eu só havia ficado com duas garotas, nada sério. Nunca fui uma pessoa de vários amigos, tive no máximo 3 ou 4 que eu confiava de fato na minha época do colégio, era um pouco introvertido, me importava e ainda me importo muito com o que as pessoas pensavam sobre mim, tinha medo de passar vergonha entre outras coisas. Só que a partir desse ano, já que eu entraria para a faculdade, eu decidi mudar e ser alguém mais extrovertido, ter mais amigos, novos amigos, achar um relacionamento e etc (a parte das amizades explicarei em outro post). Enfim, e não é que no primeiro semestre da faculdade eu encontrei uma garota, quase que na segunda semana de aulas nós nos apaixonamos e nossa, vocês sabem o que paixão é né, tudo parece perfeito, parece que tudo de ruim que existia deixou de existir naquele momento, é um sentimento lindo. No entanto, como nem tudo são flores a paixão acabou e nem 2 meses depois nós terminamos. Nossa eu fiquei destruído, embora eu também tenha concordado em terminar, aquilo me destruiu muito e infelizmente eu deixo que me destrua até hoje. Enfim, não estou aqui para falar sobre o meu relacionamento e sim para falar sobre relacionamentos no geral.
Nós, jovens, temos uma concepção de relacionamentos muito superficial. Desde que entendemos o conceito de relacionamento através de filmes, séries, desenhos, colocamos ele como um objetivo a ser alcançado, ainda mais na fase adolescente e jovem adulta. Eu sei como é, todos queremos alguém em quem confiar, alguém para nos confortar em momentos difíceis, alguém para beijarmos, entre outras coisas. O problema é, somos muito novos. E por sermos novos não entendemos como outras pessoas "funcionam". Como no início dos relacionamentos, como escrevi antes, é a paixão, tudo é perfeito, tudo faz sentido, achamos que o relacionamento vai ser para sempre daquele jeito, até que vem a primeira porrada. E essa primeira porrada muitas vezes vem de um dos lados do relacionamento. Há vários exemplos de "porradas" sendo a principal que: As pessoas mudam. Eu sempre fui e continuo sendo um adepto da ideia de que as pessoas na verdade não mudam, elas simplesmente não mostram quem completamente são. Mas para facilitar o entendimento aqui vamos supor essa ideia de que as pessoas mudam.
E isso faz muito sentido. Você com 15, 16 anos não é a mesma pessoa quando você está com 19, 20. A cabeça do adolescente é a que mais muda no mínimo de tempo possível. Então por exemplo, se você começou a namorar com 16, 17, 18 anos, há uma grande probabilidade de que esse relacionamento não vá durar muito. Claro que há exceções, tem gente sortuda que consegue achar uma pessoa e ficar pelo resto da vida. Mas a grande maioria esmagadora das vezes, não dura. Um dos lados se torna possessivo, manipulador, trai (ainda mais em nós jovens que o hormônios correm a mil), e muita das vezes esses relacionamentos se tornam abusivos. Sem falar dos relacionamentos que acabam porque um dos lados vai para outra cidade, outro estado e vamos todos concordar em uma coisa né, relacionamentos a distância quase nunca funcionam.
Eu acho que o principal problema dos relacionamentos hoje em dia é que nós procuramos alguém para suprir nossas necessidades emocionais. E quando fazemos isso, acabamos por criar relacionamentos superficiais, suscetíveis a terminar a qualquer momento porquê não conhecemos o suficiente da outra pessoa. Queremos simplesmente ficar bem e nesse processo egoísta ficamos simplesmente com a primeira pessoa que aparece e supra essas necessidades. E isso cria o que é chamado de "Fish Love", que é um conceito que eu vi nesse vídeo: https://youtu.be/AVjRuM7Rong . No vídeo o rabino fala exatamente isso que eu descrevi antes, que normalmente dois jovens ficam juntos porque um supre as demandas emocionais do outro. O problema é que isso não é amor verdadeiro. Vejam o vídeo e tirem a suas conclusões.
Enfim, ficou um pouco grande o texto, mas espero que vocês tenham lido até aqui. Não me entendam mal, eu quero um relacionamento e apoio relacionamentos não importa a idade. Mas temos que ter cuidado com quem nos relacionamos. Essas pessoas podem causar um dano irreparável nas nossas vidas. É isso. Se vocês querem uma análise dos outros assuntos, comentei aí que eu faço.
submitted by Gamerxl55 to desabafos [link] [comments]


2019.09.15 19:11 YareYareDaze007 Minha "breve" história amorosa

Essa História que será aqui contada, nesse livro, é a jornada de um garoto chamado Giovane, um garoto quieto, de poucos amigos, porém muito estudioso, sempre tirava boas notas na escola. E é exatamente lá que nossa história começa.
No ano de 2017, nosso protagonista está sentado tranquilamente em sua mesa, na sala de aula, quando repentinamente ao olhar de relance para a porta, ele percebe alguém entrando, mais especificamente uma garota, uma linda garota, que instantaneamente desperta o encanto de Giovane. Vale lembrar que naquela época, ele era um garoto de 13 anos, sem nenhuma preocupação além de vídeo-games e estudos, mas tudo aquilo estava prestes a mudar. Naquele momento, ele havia descoberto o amor, que muitas vezes pode ser comparado à uma benção ou maldição. Ao ver a garota de nome desconhecido entrar, Giovane logo ficou surpreso com tamanha beleza, porém no momento não fez muita coisa. Apenas voltou aos estudos e tentou não pensar muito naquilo, porém era quase impossível, a cada conta que fazia, a cada texto que lia, a imagem da garota continuava a aparecer em sua cabeça. O que era muito ruim, considerando o fato de Giovane sempre dar muita importância aos estudos, aquilo estava o atrapalhando. Mas logo o nome da garota foi revelado: Sabrina. Giovane ouvira a professora dizer esse nome na chamada e viu a garota responder.
Não demorou muito para ele se dar conta do que havia acontecido. Ele sabia que estava sob o efeito da droga mais poderosa que existe: O Amor. E para o amor não existe cura, apenas o tempo, que foi justamente o que decidiu fazer: dar um tempo e ver o que acontecia. Giovane Não tinha ideia de como os eventos se desenrolariam dali em diante, não sabia o quanto sofreria pensando nela.
Passado algum tempo, cerca de 3 meses, e o amor de Giovane por Sabrina continuava aumentando, como uma fogueira que é atiçada pelo vento. No entanto, uma dúvida ainda pairava sobre sua cabeça: O sentimento era recíproco? Sabrina via Giovane com outros olhos? Ele não sabia, e isso estava o enlouquecendo.
Um mês depois do acontecimento anterior, ele havia pensado em uma maneira de acabar com suas dúvidas, era o único modo que nosso protagonista havia pensado: Falar à Sabrina sobre seus sentimentos. Porém, Giovane era um garoto extremamente tímido, o que deixava essa hipótese quase impossível. Ele tinha medo de contar o que sentia e não ser correspondido, ou ainda pior, ser ridicularizado pelas pessoas ao redor da escola. Chega o fim do ano e Giovane não havia conseguido se declarar. "Meu Deus, mas e se ela não estiver aqui o ano que vem? " Pensava.
2018, início do ano. E para sua surpresa, ele estava na mesma sala que Sabrina. Seria o destino dando uma segunda chance a ele? Talvez. E como dito anteriormente, seu amor não diminuía, apenas crescia dia após dia. Nosso protagonista tem 14 anos agora, muito mais maduro, certo? Errado! Ele continuava com uma ideologia de " deixar o rio fluir ", ou seja, não fazer nada e deixar que o destino cuidasse do resto. Claramente essa tática não deu certo. Porém, Giovane possuía um amigo chamado Marcos, cujo qual se dava muito bem com as mulheres. E fui justamente a ele que Giovane foi pedir ajuda. E acontece que Marcos era realmente bom no que fazia, e milagrosamente conseguiu fazer Sabrina se aproximar consideravelmente de nosso protagonista, que estava pensando sobre a vida e as decisões que havia tomado e aparentemente não interagindo com Sabrina, o que fez Marcos aparecer e talvez ter causado o maior arrependimento da vida de Giovane. Ou não? Marcos chegou conversando com ambos e acabou deliberadamente por falar que Giovane estava apaixonado por Sabrina, o que deixou nosso protagonista completamente paralisado, como se tivesse visto um fantasma, sem nada para dizer, como se tivesse visto a morte cara-a-cara. E Sabrina pareceu incrédula do fato, tanto que até se levantou da cadeira na qual estava sentada e estava se dirigindo a seu lugar, quando Marcos a parou e tentou argumentar com ela, mas nada parecia dar certo. Enquanto isso, nosso protagonista continua sentado imóvel na mesma posição que havia começado a conversa. Passados cerca de 3 minutos, Sabrina chega à mesa de Giovane e pergunta:-O que aconteceu?
-Nada. Diz Giovane
-Você está com cara de bravo. Foi alguma coisa que eu fiz?
-Não, não foi nada.
E Sabrina sai daquela mesa e volta para a dela.
A partir daquele dia, Giovane se tornou outra pessoa, alguém completamente novo. Ao invés do garoto alegre e piadista de sempre, ele havia se tornado alguém quase depressivo, não falava quase nada, passava horas parado pensando na vida, não fazia mais tantas piadas. Até o dia 10 de agosto de 2018, quando ele decide que não vale mais a pena sofrer tanto por conta de falta de coragem. Na escola, durante a aula de geografia a lição era fazer um mapa-múndi e foi o que nosso protagonista fez, porém Marcos tinha um plano para ambos ganharem nota apenas com o esforço de Giovane, que aceitou ajudar já que poderia precisar de algum favor de Marcos algum dia. E foi um plano, absurdamente bem bolado, executado com maestria e finalizado com êxito.
Na noite daquele mesmo dia, Giovane decide cobrar a ajuda que ofereceu à marcos. Mandou uma mensagem para ele e combinou que iriam executar um plano para que nosso guerreiro Giovane tivesse a coragem de se declarar à belíssima donzela Sabrina. Marcos a convenceria a segui-lo e passaria por um local combinado, onde Giovane apareceria e abriria seu coração para ela, acabando de uma vez por todas com isso, do jeito bom, que Giovane sairia com uma namorada e se livraria de sua tristeza ou do modo ruim, que era o que Giovane achava mais provável, onde ele seria completamente rejeitado e jogado à depressão para sempre, porém esquecendo de Sabrina. Nada poderia impedir esse plano de funcionar.
Exceto uma coisa: O esquecimento de Marcos que não conseguiu atrair Sabrina até o local combinado, o que fez com que Giovane saísse vagando pela escola envolto em seus pensamentos, e andando sem parar, para praticar pelo menos de alguma maneira, algum exercício, contudo ao fazer a volta na escola várias e várias vezes, no caminho Giovane se deparava com Sabrina andando com uma amiga e seu namorado, e durante algumas dessas vezes ele pôde ouvir claramente a amiga de Sabrina dizer: " quem quer catar a Sabrina? " Duas vezes na mesma hora em que ele estava passando e ainda ouviu mais uma última vez: " Ela está se doando ". Giovane estava começando a ligar os pontos, tudo começava a fazer sentido em sua cabeça. A vontade dele era alterar o curso de sua caminhada e abrir seu coração a ela, porém se fizesse isso, ele estaria desperdiçando um favor de Marcos, então Giovane Simplesmente continuou sua jornada de volta à sala de aula. Ele estava prestes a descobrir o significado de tudo que aconteceu.
No final daquele dia, Giovane decidiu perguntar à marcos se ele havia se esquecido. E de fato ele havia, no entanto se ofereceu para fazer o mesmo plano no dia seguinte. Giovane concordou.
Terça-feira, 14 de agosto de 2018, nosso protagonista vai para a escola apreensivo pensando em como vai ser, no que ele vai dizer..., mas durante a aula de história, nosso herói percebe que Sabrina estava muito impressionada com o professor novo. Estaria ela realmente afim do professor? Ou seria apenas uma brincadeira? Ele não sabia e isso o deixava apreensivo. Na próxima aula, a de matemática, a professora havia mudado Sabrina de lugar. E coincidentemente, o lugar que ela foi designada era bem perto do lugar de Giovane. Seria esse o destino colaborando mais uma vez para que tudo desse certo em sua vida?
No recreio, tudo estava combinado com Marcos. Só lhe restava sair da sala e seguir com o plano. Acontece que um amigo de nosso protagonista, conhecido pelo codinome Sem Mão, decidiu segui-lo e ver o que aconteceria e como acabaria. Giovane conta o plano à Sem Mão, que fica impressionado e diz que aquele plano era como fazer roleta russa com 5 balas. No entanto, Marcos demorou muito para fazer o plano e quando fez, não fez corretamente: Ele simplesmente disse para Sabrina que Giovane gostaria de conversar separadamente com ela, enquanto nosso protagonista apenas passava por ela e ia direto ao banheiro, pois estava muito tenso. Acaba o intervalo e Giovane se dirige à sala de aula. Na última aula, logo em seguida da de educação física, todos voltam para a sala e se preparam para a aula de matemática e provavelmente a coisa mais inesperada desse livro acontece: Ele pensando na vida como sempre, consegue ouvir Sabrina e Vinícius, um outro colega de sala, discutirem sobre voltar ao lugar anterior deles, e de repente ouve ela dizer que aquele lugar era bom porque ela conseguia ter uma boa vista de uma coisa. Instantaneamente nosso protagonista percebeu que essa "coisa" era nada mais nada menos que ele mesmo, até porque em certo momento dessa conversa ele pôde perceber Vinícius responder: Do G? Que foi logo respondido com uma resposta de Sabrina: Por que você não grita logo de uma vez?! Seguido disso, Vinícius em tom de brincadeira, aumenta levemente sua voz e repete a frase anterior. A teoria das cinco balas de Sem Mão acabara de ser refutada, pois com essas informações, suas chances aumentaram consideravelmente, deixando a arma com apenas uma bala. Estava muito claro para Giovane que Sabrina aparentemente gostava dele, mas não queria que isso fosse exposto. Passado certo tempo da aula, mais uma vez Sabrina diz que é um bom lugar e que ela consegue observar muito bem essa "coisa" e foi respondia por Vinícius: Mas do seu lugar anterior, você também consegue ver. E logo veio a resposta: Sim, mas daqui eu consigo ver mais de perto, logo esse lugar é melhor. Ele sabia que, ou se tratava dele ou de algum de seus amigos que sentavam perto, e estava bem convencido de que se tratava dele. Nesse momento, Giovane estava pulando de alegria por dentro, mas por fora só se via sua expressão mais comum: a de indiferença. Ninguém simplesmente olhando, poderia saber a felicidade que residia dentro de Giovane naquele instante. Ele foi para casa se sentindo renovado e feliz, só não voltou saltitando por motivos de masculinidade. O que aconteceria depois?
No dia seguinte, Giovane não foi para a escola. Ele havia ido ao médico, e como o sistema de saúde do Brasil não é dos melhores, não conseguiu voltar a tempo de ir para a escola. Ainda nesse dia, pela primeira vez ele decide tirar seu bigode e por incrível que pareça, se achou mais bonito e se sentiu deveras confiante em sua jornada. Por volta das 18 horas, conversa por mensagens com seu amigo Sem Mão e lhe conta sobre o que havia descoberto ouvindo aquela conversa, e para desanimar um pouco nosso herói, Sem Mão diz que o "G" mencionado na conversa, poderia ser de Gustavo, outro aluno da mesma sala, mas Giovane prefere acreditar que ela se referia a ele. Logo em seguida, começa a conversar com Marcos, que também fica ciente da situação e diz:
- Ela está brincando com você, cara...
- Não, estou tão confiante que apostaria cinco reais que ela não está brincando!
- Cinco reais? Apostado então! Mas para você ganhar, ela tem de deixar explícito que aceita você. Assim como para eu ganhar, ela deve deixar explícito que rejeita você.
- Claro.
Giovane não possuía cinco reais, nem sabia onde conseguir, mas estava confiante.
16 de agosto de 2018, nosso protagonista aparece na escola e diferentemente do último dia, não parecia tão tenso, parecia até mesmo confiante do que iria fazer. Logo Marcos apareceu:
- Está fechada a aposta de hoje?
- Com certeza!
- Você sabe que vai perder, né?
- Certamente que não, estou tão confiante que nem trouxe o dinheiro, como sinal de que sei que não vou falhar! – Cada frase que nosso protagonista falava, era dita com convicção.
- Se está tão confiante assim, suba a aposta para dez reais!
Giovane pensou por alguns segundos. Ele não tinha esse dinheiro em mãos, mas para mostrar confiança à Marcos e a si mesmo, subiu a aposta.
- Feito!
No instante que disse isso, o sorriso malicioso que habitava o rosto de Marcos fora substituído por uma expressão de espanto. Não podia acreditar que nosso herói estava tão confiante. Porém, durante toda essa conversa na aula, Marcos decide contar à professora de ciências sobre a aposta, e para a surpresa de ambos, ela havia achado uma aposta interessante.
15:30, havia chegado a hora do intervalo, a hora da verdade. Quando pôs o pé para fora da sala de aula, soube que duas coisas importantíssimas estavam em jogo: Seu futuro amoroso e dez reais, que podem não parecer muito, mas na época que o país estava... Ele achava que seria fácil, mas estava muito enganado, pois quando estava fazendo o reconhecimento do melhor lugar para a abordagem, pôde sentir sua perna fraquejar. Depois de dar algumas voltas na escola e consequentemente acabar encontrando com Sabrina no caminho, ele havia achado que estava pronto e quando foi procurar seu alvo em movimento, não o encontrou, no entanto, logo descobriu que ela estava sentada, com sua amiga já mencionada anteriormente. Não havia mais escapatória, teria de se declarar na próxima volta e podia sentir seu coração bater cada vez mais forte ao se aproximar do local. Infelizmente, ao chegar e estar preparado, se depara com mais 4 garotas conversando com Sabrina e sua amiga, o que fez nosso herói alterar o curso e ao invés de parar, acabou seguindo sua trajetória comum. Faria na próxima volta, não importava o que acontecesse, porém, ao chegar novamente e ver que só estavam ela e sua amiga sentadas, não conseguiu. Era como se uma força desconhecida o impedisse.
Bate o sinal para todos voltarem para suas salas de aula e nosso protagonista entra e percebe que teria uma aula vaga, e logo seu lamento em não ter conseguido se declarar, se tornou em forças para tentar agora que não haviam tantas pessoas lá fora. E mais uma vez não conseguiu, até que Sem Mão propõe um desafio: reproduzir um desenho de seu amigo Raul, um cara vidrado em desenhar, e Giovane aceita, pois ficar andando e se lamentando não era a melhor atividade. Chegando onde Raul estava, Sem Mão explica o desafio, porém, por algum motivo Raul pega uma folha e corta em duas, dando uma parte para Sem Mão e outra a si mesmo. Giovane não se importa. Na verdade, parecia não se importar com mais nada depois de ter fracassado em conversar com uma garota. Sem Mão reproduz um desenho de um homem com terno roxo e gravata que Raul havia feito. A única diferença, no entanto, foi que sua reprodução ficou parecendo o cruzamento de um desenho de uma criança sem talento com um feto malformado em um pote com formol. Após isso, aparentemente Sem Mão ficou tão entediado quanto nosso protagonista e decidiu voltar a andar, quando de repente veem Marcos e o namorado da amiga de Sabrina tentando tirar a namorada de Marcos e a amiga de Sabrina de um banco no qual estavam todas sentadas. Giovane pensou que poderia ser Marcos querendo ajudá-lo a conseguir, mas qual seria sua motivação além de perder dinheiro? E eles conseguiram tirar as garotas do banco, deixando Sabrina sozinha, que decidiu levantar e começar a andar, mas nosso herói não pensou em abordá-la, simplesmente não tinha a coragem para isso. E acontece que ele era um cara muito corajoso quando se tratavam de brigas e tudo mais (até enfrentou um bando de garotos que estavam o incomodando uma vez), mas quando se tratava de garotas, ele não sabia o que fazer. Depois disso voltou para a sala a tempo de acompanhar as duas últimas aulas de geografia. Contudo, no final da última aula, Marcos veio conversar com nosso herói:
- E aí cara, cadê meus dez reais?
- Eu não falei com ela, logo não tomei um fora, o que significa que eu ainda fico com meu dinheiro.
- Porra, cara. Qual a dificuldade? É só chegar lá e falar " eu estou afim de você, vamos ficar juntos? " E acabou.
- Se fosse tão fácil assim, eu já teria feito há um ano e oito meses atrás...
- Mas é fácil!
- Não para mim. Me falta coragem.
Então Marcos decide tomar uma abordagem mais agressiva.
- Olha lá a bunda dela como é grande! Você não quer ter isso?
Giovane continuava dizendo que não tinha coragem.
- Olha lá, o cara foi dar tchau para ela e passou a mão na bunda dela! E ela ainda deu risada! Você vai deixar o cara fazer isso com sua futura esposa?
O sangue de Giovane fervia, como se ele mesmo fosse explodir a qualquer momento, mas ele era um cara calmo e conseguiu se manter normalmente apenas dizendo " calma e tranquilidade " a si mesmo enquanto Marcos dizia:
- Se amanhã você não conseguir, você vai ter de dizer para todo mundo que você é um merda e eu sou superior!
- Okay, já me considero um merda normalmente...
Mas aquela conversa lhe deu forças para o que ele faria no dia seguinte.
Dia 17 de agosto de 2018, nosso herói está prestes a sair de casa, enquanto seu pai assistia tevê, e de relance, pôde ver a notícia mais bizarra que já havia visto em toda a sua vida: " Homem-Aranha do crime " que aparentemente era um ladrão que escalava prédios tão bem que recebeu esse nome.
Chegando na escola, pronto para fazer um trabalho de artes, acaba descobrindo que haveria outra aula vaga, já que sua professora tinha faltado, o que o deixou feliz e enraivecido. Quando já havia saído da sala e estava andando pela escola, começa a falar com Sem Mão desse livro que está sendo escrito agora mesmo.
- Vai ter muita coisa nesse livro!
- Essa conversa também?
- Provavelmente, já que eu vou colocar qualquer coisa que pareça insignificante o suficiente no lugar de alguma informação que seria crucial, ou seja, essa conversa vai direto para ele.
- Bem, isso não seria meio que...
- Um Inseption muito foda!
- Eu ia dizer quebra da quarta parede, mas Inseption também está valendo.
- Não é bem uma quebra da quarta parede. Eu só estaria fazendo isso se eu dissesse: " Ei, você aí que está lendo esse livro, como é que você está? "
- É, realmente...
Ao andar, se deparava algumas vezes com Sabrina andando com Marcos e outra pessoa não apresentada anteriormente: Kauã. Em algum momento, Marcos tentou parar Giovane o empurrando e lembrando que ele tinha de concluir sua tarefa naquele dia, ou então seria um fracassado.
- Você tem até hoje para conseguir.
- Veja bem, meu amigo, até a meia-noite ainda é hoje.
E essa foi uma sacada bem esperta, tenho que admitir. Enfim, nosso protagonista continuou andando um pouco até que...
- Giovane! Chega aqui! – Disse Marcos aos berros sentado em um local perto de uma árvore.
- Porra... – Disse Giovane.
E foi andando até chegar a ele.
- Que foi, cara? – Perguntou em tom de desânimo.
Eu preciso que você tire uma foto.
" Uma foto? " Pensou Giovane, achando que poderia ter um esquema armado por Marcos.
- Ok, vamos lá!
E foram caminhando em direção à uma outra parte da escola. Quando chegaram, nosso herói se pôs em posição e segurando o celular de Marcos, estava pronto para fotografar. Enquanto olhava para a tela do celular, podia ver Sabrina e sua beleza, ao mesmo tempo que pensava " Caralho, eu sou um merda meu irmão! " E tirou a foto. No entanto, o que não sabia, é que quando já ia se retirando do local, Marcos o chamou e disse:
- Não, cara. A gente só quer que pegue essa parte da parede.
- Ah, ok.
E novamente estava em posição observando Sabrina pela câmera, e logo tirou outra foto. E dessa vez, conseguiu voltar à sua rota sem ser chamado mais uma vez. Andava e andava, sem rumo, sem destino, sem coragem, quando com sua super audição pôde ouvir Sabrina discutindo com Marcos, atrás dele.
Ouvindo isso, ela decide desafiar Marcos para uma briga, e ele logo se acovarda. Como Giovane, ele não tinha coragem. Quanta hipocrisia, não é mesmo, caro leitor? No entanto, ele logo teve uma ideia.
- Vai lá e usa essa raiva no Giovane!
E Giovane continuava andando na frente apenas ouvindo essa conversa, quando foi chamado.
- Giovane! Chega aqui!
E lá ele foi conversar com ele.
- O que foi dessa vez?
- A Sabrina quer te dar um soco.
Mas ela não queria.
- Não, eu não vou! – Disse ela.
- Por que não? – Perguntou Marcos
- Porque eu estou com raiva de você, não dele!
Mas depois dessa breve conversa, Giovane notou um olhar de Sabrina dirigido ao nosso herói. Sabrina realmente teria olhado para ele da forma que imaginava? Ou só estava ficando louco? Descobriria tudo isso em breve...
Dia 18 de agosto de 2018, sábado, por volta das 22:30 da noite Giovane é contatado por Marcos com uma mensagem:
- E aí, cara?
- Opa.
- Tudo beleza, cara?
- Tudo de boa.
- Então, cara... eu acho que você perdeu a aposta.
- Não, pois a aposta não tinha prazo. A única coisa que tinha prazo era eu dizer que sou um merda e a sexta já passou, então você foi enganado...
- Aí é que está, meu amigo quem está se enganando é você mesmo. O único que está sofrendo por amor é você.
- Sim, mas ainda assim, a cada dia minha coragem vai aumentando...
- Não se iluda meu pobre amigo. Esse seu coração não merece sofrer!
- Eu estou apenas contando os fatos.
- Não ame aquela garota, ela não merece você.
- Se fosse tão fácil assim... E você não vai me fazer desistir, porque sou brasileiro e brasileiro não desiste nunca!
- Entendo, apenas não quero que sofra por algo que não tem futuro.
- Eu já sofri para caralho, eu tentar isso não vai aumentar a dor que eu sinto por não estar ao lado dela.
- Você realmente quer isso, não quer?
- Sim, porra!
- Para que você possa ver que eu não estou mentindo. Eu nunca disse isso para você, porém... eu realmente não tenho nada para fazer.
- Etcha porra!
- Sim, essa foi a única palavra que você nunca me ouviu dizer.
- E qual seria? – Perguntou Giovane apenas para ver Marcos admitindo que estava tão perdido quanto ele.
- Eu não sei o que fazer.
- Ca ra lhou.
- Por conta dela, não tem muito o que fazer.
- Isso mostra que é um caso absurdamente difícil.
- Sim, porém não impossível.
- Até porque nada é impossível, exceto o Palmeiras ganhar um Mundial. Isso é impossível.
- Kkk verdade. Como eu já vi que você não vai desistir da Sabrina...
- Certamente que não.
- Eu vou pelo menos tentar ajudar.
- Que bondoso.
- Porém, como nada na vida é perfeito, eu vou usar minhas técnicas...
- Caralho. Tenho trauma dessas técnicas.
- Pode apostar! Até porque, eu aprimorei elas...
- Acho bom mesmo, kkk
- Porém não foi para um lado bom! Foi para um lado mais extremo.
- Puta merda.
- Eu já pensei no que vou fazer. Funciona muito em filmes e novelas.
- Diga-me.
- Vou trancar vocês dois, em algum lugar sozinho.
- Caralho. – Giovane já sabia que aquele plano não iria funcionar, porém decidiu ouvir até o fim.
- Vai ser perfeito. Você vai ver, aí é por sua conta. Na verdade, a parte mais difícil sempre vai ser para você.
- Eu estou com um certo medo do que pode acontecer.
- Ela pode falar tudo que sente por você, ou ela pode ficar de fato com você.
- Ou pode não acontecer nada.
Depois de um tempo de conversa Marcos se convenceu de que seu plano não era dos melhores. Até que disse:
- Eu te ajudo e você me ajuda. Eu te ensino o que sei, e você o que sabe...
- O que exatamente você precisa?
- Eu quero saber como você pensa tanto e quero saber como você é tão concentrado, etc....
- Caralho, sério?
- Sim.
- Ok, aqui vai. Não tem segredo: Você só tem que pensar que sua vida dependesse daquilo. Mas, o lance de ser pensativo, acho que é porque eu não tenho muito o que fazer, apenas pensar.
- Ótimo!
- Espero ter ajudado.
- Ajudou sim, muito obrigado. Agora o que você precisa?
- Fora o lance da Sabrina, nada.
- A melhor opção seria chegar nela em alguma hora em que ela estivesse sozinha ou falar que é uma conversa em particular.
- Sim, o lance é que eu preciso de coragem.
- Quer saber, você transmite confiança. Algo que eu queria muito transmitir.
- Só reprimir suas emoções e mostrar nos momentos mais cruciais.
- Como assim?
- Você nunca sabe se eu estou feliz ou triste, certo?
- Certo.
- Mas as minhas emoções mudam. Tudo que eu faço é mostrar o que eu quero que os outros vejam: A minha cara de indiferença de sempre.
- Porra.
- É basicamente só isso.
- Valeu, cara.
- Você me ajuda muito, estou retribuindo.
- Muito obrigado. Mesmo, cara.
- Não há de quê.
Dia 19 de agosto de 2018, Marcos envia uma mensagem por volta das 21:00 para Giovane:
- Cara, estamos na mesma situação. Eu me apaixonei e ela não dá bola para mim. Fudeu, eu me apaixonei. Isso não é natural no universo.
- Vamos conversar.
- Fudeu.
- Você se fodeu.
- Sim, Fudeu. Eu me apaixonei e isso não é normal da porra da natureza! Eu sou Marcos Ribeiro, não posso me apaixonar!
- Agora sente o que eu sinto há quase dois anos. Não é fácil quando é com você, né?
- Literalmente não. Mano, ela é maravilhosa e não me dá bola. Nem com meus truques e experiência não consigo.
- Você sabe que se eu conseguir ficar com a Sabrina e você não pegar essa mina, o mundo deu uma puta volta.
- Sim.
- Algo de errado não está certo.
- Nem um pouco. Mas, mano ela é perfeita! Pensa na Sabrina e multiplica por 20.
- Impossível!
- Juro.
- Para mim não existe nenhuma garota na face da terra que se compare à beleza da Sabrina. Acho que o amor faz isso...
- Mano, Fudeu. Eu me apaixonei. Pera aí...
- Eu poderia ser muito cuzão e não ajudar, mas você tentou me ajudar, então farei o que puder.
- Pronto. Não sou mais apaixonado.
O amor não é brincadeira de criança, é coisa séria e não se livra do amor tão rapidamente. E Giovane sabia disso, então ou Marcos não estava apaixonado desde o início, ou ainda estava apaixonado ou talvez estivesse inventando tudo aquilo.
- Ata kkk.
- Sério, passou. Eu me controlei.
- O amor vai e vem como uma montanha-russa.
- Não. Não comigo.
E foi então que nosso herói se preparou para fazer um dos melhores discursos de todos os tempos.
- Você pode ter esquecido agora, mas vai pensar nela de novo. E aí fodeu. Mas, se tem uma coisa que eu aprendi é que você tem que insistir...
- Não. Foda-se.
- ... até não ter mais forças. Você não vai esquece-la, apenas aceite o destino. Se você não tentar, alguém vai e você vai ficar muito arrependido. Então você não vai desistir, porra! Logo você, o cara que me incentivou a correr atrás da Sabrina, não pode simplesmente desistir. Essa pode ser a mulher da sua vida, então você teria que ser muito burro para deixar de tentar. E é por isso que você vai correr atrás dela.
Esse foi um puta discurso. Foi tão bom que parece que foi redirecionado a si mesmo e deu forças para ele fazer o que faria amanhã.
Dia 20 de agosto de 2018. O que nosso herói fez? Nada! Até tentaria falar com Sabrina, mas o problema é que não a via. Ficou todo depressivo por passar mais um dia sem conseguir e foi para casa. Chegando lá, sente uma certa fome e decide fazer uma omelete. Uma coisa que deve ser dita anteriormente, é que independente de quanta pimenta do reino colocasse, não conseguia sentir a picância que deveria. Fazendo a omelete, coloca pimenta do reino e seus dedos ficam sujos. Logo vem seu pai, com uma má intenção.
- Lambe a pimenta aí para você ver que não arde quase nada.
Giovane confiava em seu pai então provou e por um segundo pensou " nossa, não arde mesmo ", mas estava muito enganado e arrependido, pois depois de dizer isso, pôde sentir sua língua queimando como carvão em brasas, então pensou " vou tomar um copo de leite e estará tudo resolvido ", acontece que no momento a caixa de leite que estava na geladeira, havia acabado e Giovane teve que esperar cerca de trinta segundos de pura dor e sofrimento até conseguir abrir outra caixa de leite.
Esse pequeno conto não interfere em nada nossa história, mas achei que deveria ser compartilhado.
Quinta-feira, 23 de agosto de 2018. Nosso herói já está na escola durante a terceira aula, esperando o sinal para o intervalo. Ao ouvi-lo, Giovane, como sempre, começa a andar em voltas, porém, mais uma vez se depara com Sabrina, mas dessa vez ela não está andando, e sim parada com algumas garotas, o que eliminava completamente a possibilidade de tentar fazer seu plano, então apenas segue seu caminho. Voltando para a sala, ele não sabia, mas sua vida que já era depressiva, estava prestes a ficar pelo menos três vezes pior, por um tempo. Ao entrar e sentar em sua cadeira, pôde ouvir Yasmin, sua prima, dizer claramente que era um cupido, logo em seguida Sabrina conversa com alguém que ele não conseguira identificar, mas ouve a seguinte frase durante a conversa " Eu virei e dei um beijo na mina ". Naquele momento, não sabia o que fazer. Seus olhos começaram a lacrimejar como se estivesse cortando um milhão de cebolas enquanto um anão tailandês chicoteava suas costas. Sentiu que todo o sentido de sua vida havia acabado, sentiu-se como se o chão que estava aos seus pés havia desabado. Para esconder sua tristeza de todos e de si mesmo, Giovane adotou um comportamento bem agressivo, mas enquanto conversava com Marcos ouviu-o dizer:
- Vamos fazer uma aposta amanhã. Tipo os gringos jogam pôquer e apostam salgadinho essas coisas, já a gente que é fudido aposta bala. A gente poderia, sei lá, jogar algum jogo de azar tipo pôquer, truco...
- Eu toparia um truco. – Disse nosso protagonista.
- Ok, então amanhã todo mundo traz bala para apostar e a gente joga um truco.
Chegando em casa, de noite, Giovane decide contar a seus amigos sobre o motivo de ter ficado tão furioso a partir do intervalo, exceto por uma parte que ele não conseguia parar de rir como se fosse um retardado " Bebidas Xabás ". E ao contar para Semeão, ele recebe um discurso motivacional quase tão bom quanto o que havia feito para Marcos.
- Giovane, sabe o que você precisa?
- O que?
- TVNC
- Wtf?
- Tomar vergonha na cara.
- Porra, semeon.
- Criar coragem e ir.
- Sim. Só preciso do meu bigode, ele me transmite segurança.
- Não deixe que coloquem o dedo na sua cara e digam quem você é!
- Minha autoestima começou a subir...
- Virou mó conversa motivacionap. Maldito correto. R.
- Maldito analfabetismo!
- Cara, você é o cara!
- É bizarro que eu nunca pensei que não conseguiria por falta de coragem, mas sim por rejeição.
- Você vai conseguir. Se tiver a lábia mais do que perfeita, você é imbatível!
- Sim, eu só preciso chegar nela.
- E puxar um bom papo.
- Com puxar um papo, você deve saber que eu vou chegar fazendo a proposta.
- Hum, é mesmo?
- Se a porra do Marcos tivesse seguido o plano...
- Então quando você chegar nela, já sabe...
- Agora tenho que ir.
- Vou recobrar o favor do Marcos, mas falous.
- O Kauã está mandando eu jogar com ele.
- Olha só, escravatura, mas falous.
Naquele mesmo dia, ele cobrou o favor e Marcos concordou em ajudar.
Dia 24 de agosto de 2018, na escola durante a primeira aula que deveria ser de artes, mais uma vez é uma aula vaga. Ao andar com Sem Mão e Raul, como sempre nosso herói se depara com Sabrina sentada com algumas amigas. Dando algumas voltas, durante uma delas, ao passar pelo grupo de garotas, nosso protagonista consegue ver claramente Sabrina olhar diretamente para ele por cerca de três segundos. E não era qualquer olhar, era um olhar tão certeiro que não havia a possibilidade de ela estar olhando para algum outro lugar. Esse fator somado às informações que Giovane havia conseguido ouvir ao longo do tempo, lhe dava uma chance de 99% de Sabrina estar afim dele.
Feliz para cacete, depois que a aula vaga acaba, volta para a sala e vai fazendo as lições até chegar a última aula de geografia. Todos haviam se lembrado do que Marcos havia combinado sobre o truco. Mas ninguém trouxe um baralho.
Depois de tudo isso, com sua confiança, nosso herói faz uma das coisas que mais se arrependeria em sua vida, ele decide aumentar a aposta que havia feito com Marcos para 20 reais. Se ele conseguisse, seria ótimo ganhar esse dinheiro, mas Giovane não pensou no caso de não ganhar a aposta, pois estava cego pela ganância do dinheiro fácil. Marcos aceita a proposta e dessa vez foi mais esperto por ter colocado um prazo de dois dias na aposta.
Durante alguns dias, nada de tão importante acontece que deva ser mencionado nesse livro. Isso até o dia 30 de agosto de 2018...
Giovane decide que pediria Sabrina em namoro durante o recreio, mas para isso precisaria da ajuda de Marcos, que concordou em ajudar depois de certas negociações.
É chegado o intervalo e a tensão estava subindo, até porque agora além de Sabrina, 20 reais estavam em jogo, e nosso herói não tinha nem perto disso...
Giovane anda durante o recreio procurando Marcos e acaba o encontrando.
- Então, cara... agora seria uma ótima hora para aquela ajuda...- Disse nosso protagonista.
- Ah, sim claro, claro... A gente só precisa encontrar a Sabrina...
E lá se vão Marcos, Giovane e Thiago (Não o Sem Mão) procurando a garota. Até que Marcos tem uma genial ideia (sem sarcasmo).
- Giovane, faz o seguinte: fica ali na árvore que eu vou ver se eu encontro ela e chamo-a aqui.
Nosso herói concordou com a cabeça e foi se dirigindo à árvore. Chegando lá, não parava de pensar o que iria dizer, até que de relance, consegue ver Marcos caminhando com Sabrina em sua direção. Eles haviam chegado.
- Então, o Giovane tem um negócio para te falar...
"É agora", pensava Giovane. Não havia mais escapatória.
- É então, é sobre o lance que eu ia falar ontem... Sabrina eu sou absurdamente afim de você, e você sabe disso, então... quer namorar comigo?
- Então... no momento eu não estou disponível..., mas se quiser a amizade, estamos aí.
Ele se sentia arrasado, detonado, zuado, fudido, quebrado.
Aquelas palavras ecoaram na cabeça de Giovane, que agradeceu a Sabrina por ter cedido seu tempo e foi embora andando. Por incrível que pareça, ele se sentia libertado. Triste, porém, libertado.
E nossa história termina aqui com um final não tão feliz(ou será que não?).
E com essa finalização, eu agradeço por ter tirado um tempo do seu dia para ler isso.
submitted by YareYareDaze007 to EscritoresBrasil [link] [comments]


Masha e o Urso - 🤓Eu Mesmo Faço Isso 🤸‍♀️ - YouTube Monólogo - O Talentoso Ripley (1999) O Que Eu Faço Amanhã? - YouTube IZANAMI E IZANAGI: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER - YouTube mãe... não chore... eu faço tudo isso por você! - YouTube Tudo que eu faço (Eu faço por você) Traduzido - YouTube [Asmr Vkook +18] 'Eu faço tudo que você quiser papai' Luan Santana - Tudo que você quiser - (DVD O nosso tempo é ... Por você eu faço tudo - Vítima da Traição - 3x8 Diga o que eu digo e faça o que eu faço  Turma da Mônica ...

Minha mãe problematiza tudo oque eu faço : desabafos

  1. Masha e o Urso - 🤓Eu Mesmo Faço Isso 🤸‍♀️ - YouTube
  2. Monólogo - O Talentoso Ripley (1999)
  3. O Que Eu Faço Amanhã? - YouTube
  4. IZANAMI E IZANAGI: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER - YouTube
  5. mãe... não chore... eu faço tudo isso por você! - YouTube
  6. Tudo que eu faço (Eu faço por você) Traduzido - YouTube
  7. [Asmr Vkook +18] 'Eu faço tudo que você quiser papai'
  8. Luan Santana - Tudo que você quiser - (DVD O nosso tempo é ...
  9. Por você eu faço tudo - Vítima da Traição - 3x8
  10. Diga o que eu digo e faça o que eu faço Turma da Mônica ...

When Ghosts Attack Children Paranormal Survivor Season 4 Scary Episode! - Duration: 44:39. The 80's Slasher Librarian Recommended for you Veja outras maneiras de ouvir e comprar o CD e DVD 'O Nosso Tempo é Hoje' Baixe no iTunes: http://som.li/1bQljJF Compre o CD e DVD: http://som.li/premiumluan... #Naruto #Izanami #Izanagi #EINerd Tudo que você precisa saber sobre os poderes do Izanami e Izanagi. Aprenda a desenhar animes: http://bit.ly/animesyt Entre ... Mais agora estou tendo mais tempo para gravar e eu tô um pouco inspirada por isso tô gravando três vídeos ao mesmo tempo💕😊 (Obrigado pelos 869 inscritos🥰) Bjs amo vcs💝 Share your videos with friends, family, and the world nesse vídeo eu realizei mais um dos sonhos faz minha mãe, apesar de ser simples, pra ela significa muito! Mas é isso o que eu faço. E então você conhece alguém especial, e o que mais tem vontade de fazer é entregar a chave e dizer: 'Abre, pode entrar', mas você não consegue...porque é escuro ... Sabe aquele negócio de imitar tudo o que a outra pessoa diz e faz? Pois é, esse é o mais novo plano do Cebolinha: fazer isso com a Mônica até ela não aguenta... Provided to YouTube by Sony Music Entertainment O Que Eu Faço Amanhã? · Alcione Fruto E Raiz ℗ 1986 BMG BRASIL LTDA. Released on: 1986-06-21 Composer, Lyrici... Everything i do, i do it for you (Tradução)